A sobrecarga do cuidador domiciliar

Heloísa Silva Guerra, Nilza Alves Marques Almeida, Marta Rovery de Souza, Ruth Minamisava

Resumo


Objetivo: Avaliar a sobrecarga de trabalho dos cuidadores de usuários vinculados a um serviço público de atenção domiciliar e conhecer os fatores associados a essa condição. Métodos: Trata-se de um estudo transversal analítico, realizado com cuidadores nos domicílios dos usuários cadastrados pelo serviço de atenção domiciliar do município de Goiânia - Goiás, no ano de 2013. Selecionaram-se cuidadores com idade igual ou superior a 18 anos, alfabetizados e em exercício da função como cuidador principal há pelo menos dois meses. Os dados foram coletados por meio de entrevista com aplicação dos instrumentos de caracterização do cuidador e de avaliação de sobrecarga pela Zarit Burden Interview (ZBI) e analisados pelo SPSS, com cálculo da média, desvio padrão, intervalo de 95% de confiança, análise bivariada e regressão linear múltipla com valor de p<0,05. Resultados: Dentre os 95 cuidadores entrevistados, a idade média foi de 49,7 anos (±13,0), sendo que 93 (97,9%) eram do sexo feminino e 53 (57,9%) casados. Na avaliação da sobrecarga, a média obtida foi de 33,8 pontos. Maiores níveis de sobrecarga foram associadas ao fato de o cuidador não possuir folgas semanais (p=0,002), apresentar problemas de coluna (p=0,0039) e depressão (p=0,016). Conclusão: Conclui-se que os cuidadores apresentam sobrecarga de trabalho decorrente da tarefa de cuidar e os principais fatores associados são a falta de folga semanal, problemas de coluna e depressão.

Palavras-chave


Cuidadores; Assistência domiciliar; Atenção Primária à Saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Marques CP. Envelhecimento no Brasil: da formulação de políticas à estruturação de serviços de saúde integrais. Tempus

Actas Saúde Colet. Brasília, 2014;8(1):65-70.

Souza MS. Desafios do envelhecimento populacional: como as legislações destinadas aos idosos têm lidado com essa nova

demanda? Estud Interdiscip Envelhec. 2015;20(1):159-75.

Santos ECC, Barbosa MC, Medeiros JD, Granja KSB, Constant MHL, Calles ACN. Declínio da capacidade de independência funcional de indivíduos idosos hospitalizados. CGBS. 2013;1(3):91-100.

Rezende CP, Carrillo MCGG, Sebastião ECO. Queda entre idosos no Brasil e sua relação com o uso de medicamentos:

revisão sistemática. Cad Saúde Pública. 2012;28(12):2223-35.

World Health Organization. Health topics: Chronic diseases. Geneva: WHO; 2013 [acesso em 2012 Abr 20]. Disponível

em: http://www.who.int/topics/chronic_diseases/en/

Küchemann BA. Envelhecimento populacional, cuidado e cidadania: velhos dilemas e novos desafios. Soc Estado.

;27(1):165-80.

Cassales LW, Oliveira FS. O cuidador da pessoa com Alzheimer. Disciplinarum Scientia. 2014;15(1):123-31.

Areosa SVC, Henz LF, Lawisch D, Areosa RC. Take care of oneself and other: study of elderly caregivers. Psicol Saúde Doenças. 2014;15(2):482-94.

Souza LR, Hanus JS, Dela Libera LB, Silva VM, Mangilli EM, Simões PW. Overload in care, stress and impact on the quality of life of surveyed caregivers assisted in primary care. Cad Saúde Colet (Rio de J). 2015;23(2):140-9.

Flores E, Rivas E, Seguel F. Nivel de sobrecarga en el desempeño del rol del cuidador familiar de adulto mayor con dependencia severa. Cienc Enferm. 2012;18(1):29-41.

Araújo JS, Silva SED, Santana ME, Conceição VM, Vasconcelos EV. O perfil representacional dos cuidadores de pacientes

acometidos por Acidente Vascular Cerebral. Rev Eletrônica Gestão Saúde. 2012;3(3):852-64.

Costa TF, Costa KNFM, Martins KP, Fernandes MGM, Brito SS. Burden over Family caregivers of elderly people with stroke. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2015;19(2):350-5.

Silveira TM, Caldas CP, Carneiro TF. Cuidando de idosos altamente dependentes na comunidade: um estudo sobre

cuidadores familiares principais. Cad Saúde Pública. 2006;22(8):1629-38.

Ministério da Saúde (BR). Portaria 963, de 27 de maio de 2013. Brasília: Ministério da Saúde; 2013.

Oliveira DC, Carvalho GSF, Stella F, Higa CMH, D’Elboux MJ. Qualidade de vida e sobrecarga de trabalho em cuidadores

de idosos em seguimento ambulatorial. Texto & Contexto Enferm. 2011;20(2):234-40.

Gratão ACM, Vendruscolo TRP, Talmelli LFS, Figueiredo LC, Santos JLF, Rodrigues RAP. Burden and the emotional distress in caregivers of elderly individuals. Texto & Contexto Enferm. 2012;21(2):304-12.

Scazufca M. Brazilian version of the Burden Interview scale for the assessment of burden of care in carers of people with

mental illnesses. Rev Bras Psiquiatr. 2002;24(1):12-7.

Ferreira F, Pinto A, Laranjeira A, Pinto AC, Lopes A, Viana A, et al. Validação da escala de Zarit: sobrecarga do cuidador em cuidados paliativos domiciliários, para a população portuguesa. Cad Saúde. 2010;3(2):13-9.

Cramm JM, Strating MMH, Nieboer AP. Satisfaction with care as a quality-of-life predictor for stroke patients and their caregivers. Qual Life Res. 2012;21(10):1719-25.

Graça A, Nascimento MA, Lavado EL, Garanhani MR. Quality of life of primary caregivers of spinal cord injury survivors. Rev Bras Enferm. 2013;66(1):79-83.

Brandão FSR, Costa BGS, Cavalcanti ZR, Bezerra MR, Alencar LCA, Leal MCC. Overload of elderly people caregivers

asssited by a home care service. Rev Enferm UFPE Online. 2017; 11(Supl 1): 272-9.

Nardi T, Rigo JC, Brito M, Santos ELM, Bós AJG. Sobrecarga e percepção da qualidade de vida em cuidadores de idosos do Núcleo de Atendimento à Terceira Idade do Exército (Natiex). Rev Bras Geriatr Gerontol. 2011;14(3):511-9.

Marques MJF, Teixeira HJC, Souza DCDB. Cuidadoras informais de Portugal: vivências do cuidar de idosos. Trab Educ Saúde. 2012;10(1):147-59.

Ballarin MLGS, Benedito AC, Kron CA, Christovann D. Perfil sociodemográfico e sobrecarga de cuidadores informais de pacientes assistidos em ambulatório de terapia ocupacional. Cad Ter Ocup UFSCar. 2016;24(2):315-21.

Miranda KE, Aravena VJ. Sobrecarga, apoyo social y autocuidado en cuidadores informales. Cienc Enferm. 2012;18(2):23-30.

Santos WJ, Albuquerque PC, Fittipaldi EOS. Análise do perfil e sobrecarga de cuidadores de três Unidades de Saúde da Família do Recife/PE. Fisioter Bras. 2016;17(5):464-71.

Batista CF, Bandeira M, Oliveira DR. Factors associated with the overburden of male and female caregivers of psychiatric patients. Ciênc Saúde Coletiva. 2015;20(9):2857-66.

Anjos KF, Boery RNS, Pereira R. Qualidade de vida de cuidadores familiares de idosos dependentes no domicílio. Texto & Contexto Enferm. 2014;23(3):600-8.

Alencar MCB, Schultze VM, Souza SD. Distúrbios osteomusculares e o trabalho dos que cuidam de idosos institucionalizados. Fisioter Mov. 2010;23(1):63-72.

Costa ECS, Pereira PD, Miranda RAP, Bastos VHV, Machado DCD. Sobrecarga física e mental dos cuidadores de pacientes em atendimento fisioterapêutico domiciliar das Estratégias de Saúde da Família de Diamantina (MG). Rev Baiana Saúde Pública. 2013;37(1):133-50.

Huang S, Lee M, Liao Y, Wang W, Lai T. Caregiver burden associated with behavioral and psychological symptoms of

dementia (BPSD) in Taiwanese elderly. Arch Gerontol Geriatr. 2012;55(1):55-9.

Yang X, Hao Y, George SM, Wang L. Factors associated with health-related quality of life among Chinese caregivers of the older adults living in the community: a cross-sectional study. Health Qual Life Outcomes. 2012;10:143.




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2017.p179

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia