Internações por acidentes de transporte terrestre envolvendo motocicletas

Ulicélia Nascimento Azevedo, Ana Patrícia Queiroz Medeiros Dantas, Marilane Vilela Marques, Ana Edimilda Amador, Aryelly Dayane da Silva Nunes, Yonara Monique da Costa Oliveira, Isabelle Ribeiro Barbosa

Resumo


Objetivo: Analisar as Internações por Acidentes de Transporte Terrestre envolvendo motocicletas. Métodos: Estudo descritivo sobre internações por acidentes de transporte terrestre (IATT) envolvendo motocicletas com residentes do estado do Rio Grande do Norte, Brasil, no período de 2008 a 2016, pagas pelo SUS, a partir de dados do Sistema de Informação Hospitalar do Sistema Único de Saúde (SIH/SUS). Analisaram-se as taxas de internações por sexo, faixa etária e região de saúde, além da proporção dos gastos devido à internação. Resultados: No período analisado ocorreram 15.233 IATT envolvendo motociclistas, com coeficiente de internação de 4,38/1000 habitantes. Observou-se maior coeficiente de internação para o sexo masculino (6:1). Destacam-se as faixas etárias de 20-34 anos e acima de 70 anos. A Região Metropolitana registrou o maior número de internações por acidentes com motos (n= 4.260), porém a Regional de Santa Cruz apresentou a maior proporção de acidentes de motos relacionada às IATT (75%). O estado assumiu o gasto de R$17.916.327,90 com a internação por esses acidentes, o que representa 66,16% dos gastos com IATT. Conclusão: Encontrou-se elevada proporção de internações por acidentes com motocicletas no estado do Rio Grande do Norte em relação às internações por acidentes de transporte terrestre, acometendo principalmente jovens do sexo masculino, com aumento de gastos nessas internações.

Palavras-chave


Acidentes de trânsito; Motocicletas; Hospitalização; Causas Externas.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Mello Jorge MHP, Oliveira LR. Análise epidemiológica das causas externas em unidades de urgência e emergência em Cuiabá / Mato Grosso. Rev Bras Epidemiol. 2008;11(3):420-30.

Golias ARC, Caetano R. Acidentes entre motocicletas: análise dos casos ocorridos no estado do Paraná entre julho de 2010 e junho de 2011. Ciênc Saúde Coletiva. 2013;18(5):1235-46.

Martins CBG, Jorge MHPM. Óbitos por causas externas em Cuiabá, 0 a 24 anos : perfil das vítimas e famílias segundo a intencionalidade. Rev Bras Epidemiol. 2013;16(2):454-68.

Rocha GS, Schor N. Acidentes de motocicleta no município de Rio Branco: caracterização e tendências. Ciênc Saúde Coletiva. 2013;18(3):721-31.

Martins ET, Boing AF, Peres, MA. Mortalidade por acidentes de motocicleta no Brasil: análise de tendência temporal , 1996-2009. Rev Saúde Pública. 2013;47(5):931-41.

Almeida APB, Lima MLC, Oliveira FJM Júnior, Abath MB, Lima MLLT. Anos potenciais de vida perdidos por acidentes de transporte no Estado de Pernambuco, Brasil, em 2007. Epidemiol Serv Saúde. 2013;22(2):235-42.

Legay LF, Santos AS, Lovisi GM, Aguiar JSD, Borges JC, et al. Acidentes de transporte envolvendo motocicletas : perfil epidemiológico das vítimas de três capitais de estados brasileiros, 2007. Epidemiol Serv Saúde. 2012;21(2):283-92.

Mascarenhas MDM, Souto RMCV, Malta DC, Silva MMAD, Lima CMD, Montenegro MDMS. Características de motociclistas envolvidos em acidentes de transporte atendidos em serviços públicos de urgência e emergência. Ciênc Saúde Coletiva. 2016;21(12):3661-71.

Marín-león L, Belon AP, Barros MBA, Almeida SDM, Restitutti MC. Tendência dos acidentes de trânsito em Campinas , São Paulo , Brasil: importância crescente dos motociclistas. Cad Saúde Pública. 2012;28(1):39-51.

Sant’Anna FL, Andrade SM, Sant’Anna FHM, Liberatti CLB. Acidentes com motociclistas: comparação entre os anos 1998 e 2010. Londrina, PR , Brasil. Rev Saúde Pública. 2013;47(3):607-15.

Mesquita M Filho, Silva FM, Veiga VT. Acidentes de trânsito ocorridos antes e depois da legislação restritiva ao consumo de bebidas alcoólicas. Rev Méd Minas Gerais. 2012;22(3):259-64.

Morais OL Neto, Montenegro MDMS, Monteiro RA, Siqueira JB Júnior, Silva MMA, Lima CM, et al. Mortalidade por acidentes de transporte terrestre no brasil na última década: tendência e aglomerados de risco. Ciênc Saúde Coletiva. 2010;17(9):2223-36.

Ministério da Saúde (BR). Portaria GM/MS nº 737, de 16/05/2001 – publicada no DOU nº 96, Seção 1E de 18/05/2011, que institui a Política Nacional de Redução da Morbimortalidade por Acidentes e Violências. 2ª ed. Brasília: Ministério da Saúde; 2005. (Série E - Legislação de Saúde).

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Vigilância em Saúde (BR), Departamento de Análise de Situação em Saúde. Projeto Vigilância de acidentes e violências rede serviço sentinela de acidentes e violências. Brasília: Ministério da Saúde; 2006.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. Brasil. Rio Grande do Norte. [acesso em 2017 Set 29]. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rn/panorama

Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria de Estado da Saúde Pública. Plano Estadual de Saúde PAS 2016-2019. Natal: SESAP; 2016 [acesso em 2017 Set 29]. Disponível em: http://adcon.rn.gov.br/ACERVO/sesap/DOC/DOC000000000142450.PDF

Andrade SSCA, Jorge MHPM. Internações hospitalares por lesões decorrentes de acidente de transporte terrestre. Epidemiol Serv Saúde. 2017;26(1):31-8.

Almeida RLF, Bezerra JG Filho, Braga JU, Magalhães FB, Macedo MCM, Silva KA. Via, homem e veículo: fatores de risco associados à gravidade dos acidentes de trânsito. Rev Saúde Pública. 2013;47(4):718-31.

Martins ET, Boing AF, Peres MA. Motorcycle accident mortality time trends in Brazil, 1996-2009. Rev Saúde Pública. 2013;47(5):931-41.

Malta DC, Mascarenhas MDM, Bernal RTI, Silva MMA, Pereira CA, Minayo MCS, Morais OL Neto. Análise das ocorrências das lesões no trânsito e fatores relacionados segundo resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) – Brasil, 2008. Ciênc Saúde Coletiva. 2008;16(9):3679-87.

Malta DC, Bernal RTI, Mascarenhas MDM, Silva MMA, Szwarcwald CL, Morais OL Neto. Consumo de bebidas alcoólicas e direção de veículos nas capitais brasileiras e no Distrito Federal, segundo dois inquéritos nacionais de saúde. Rev Bras Epidemiol. 2015; 18 (Supl 2):214-23.

Organización Panamericana de la Salud. Informe sobre el estado de la seguridade vial en la Región de las Américas. Washington: OPAS; 2009.

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Análise de Situação de Saúde. Saúde Brasil 2012: uma análise da situação de saúde e dos 40 anos do Programa Nacional de Imunizações. Brasília: Ministério da Saúde; 2013.

Abreu AMM, Jomar RT, Thomaz RGF, Guimarães RM, Lima JMB, Figueiró RFS. Impacto da Lei Seca na mortalidade por acidentes de trânsito. Rev Enferm UERJ, 2012;20(1):21-6.

Mesquita M Filho, Silva FM, Veiga VT. Acidentes de trânsito ocorridos antes e depois da legislação restritiva ao consumo de bebidas alcoólicas. Rev Méd Minas Gerais. 2012;22(3):259-64.

Silva MMA, Morais OL Neto, Lima CMD, Malta DC, Silva BD Jr. Projeto Vida no Trânsito-2010-2012: uma contribuição para uma década de ações de segurança no trânsito 2011-2020 no Brasil. Epidemiol Serv Saúde. 2013;22(3):531-6.

Garden CRB, Souza Javhd, Lenardt MH, Pesck RM, Seima MD, Borges PKDO. Caracterização de idosos vítimas de acidentes por causas externas. Cogitare Enferm. 2014;19(3):506-13.




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2017.6281

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia