Uso de tabaco e álcool entre acadêmicos da saúde

Luciana Zaranza Monteiro, Andrea Ramirez Varela, Maria de Lourdes Alves Carneiro, Leonardo Rodrigues Alves, Rebeca Fabiana Gomes Góis, Thais Bergamin Lima

Resumo


Objetivo: Verificar a prevalência do consumo de álcool e tabaco entre acadêmicos. Métodos: Estudo de corte transversal, realizado com 286 acadêmicos do Distrito Federal, no período de agosto a outubro de 2016, no qual se aplicou questionário estruturado de autopreenchimento sobre idade, sexo, tipo de escola no ensino médio, nível socioeconômico, local de moradia, frequência de uso do álcool e tabaco, e autopercepção de saúde. Dados analisados através dos testes qui-quadrado e regressões logísticas, com nível de significância de 5%. Resultados: Dos 286 acadêmicos, 190 (66,4%) consomem álcool e 14 (5%) fumam em festas ou no fim de semana. Entre eles, 132 (94,3%) mulheres e 46 (92%) homens relataram que este hábito foi adquirido antes de ingressar na instituição de ensino. Os que moram com os pais ou parentes apresentaram maior prevalência de tabagismo 25,4% [OR 1,27; IC95% 0,40-4,03]. e os que moram sozinhos um maior consumo de álcool 70,3% [OR 1,09;IC95% 0,30-3,91]. Quanto menor a autopercepção de saúde, maior a probabilidade de consumo de álcool (83,3%) [OR 2,25; IC95% 0,25-19,9]. Conclusão: A prevalência do consumo de álcool entre os acadêmicos investigados é elevada, e a sua frequência é maior entre o sexo feminino. Quanto ao uso de tabaco, notou-se baixa prevalência entre todos os participantes.

Palavras-chave


Etanol; Tabaco; Estudantes; Educação em Saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Haas AL, Smith SK, Kagan K, Jacob T. Pre-college pregaming: practices, risk factors, and relationship to other indices of problematic drinking during the transition from high school to college. Psychol Addict Behav. 2012;26(4):931-8.

World Health Organization. Global report n trends in prevalence of tobacco smoking. Geneva: WHO; 2015.

Pinto MT, Pichon-Riviere A, Bardach A. The burden of smoking-related diseases in Brazil: mortality, morbidity and costs. Cad Saúde Pública. 2015;31(6):1283-97.

Machado JNS, Finelli LAC, Jones KM, Soares WD. Consumo de álcool entre acadêmicos de medicina. RBPeCS. 2015;2(2):46-51

Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (BR). I Levantamento nacional sobre o uso de álcool, tabaco e outras drogas entre universitários das 27 capitais brasileiras. Brasília; 2010.

Santos MVF, Pereira DS, Siqueira MM. Uso de álcool e tabaco entre estudantes de psicologia da Universidade Federal do Espírito Santo. J Bras Psiquiatr. 2013;62(1):22-30.

Ordás B, Fernández D, Ordóñez C, Marqués-Sánchez P, Álvarez MJ, Martínez S, et al. Changes in use, knowledge, beliefs and attitudes relating to tabacco among nursing and physiotherapy students: a 10-year analysis. J Adv Nurs. 2015;71(10):2326-37.

Chiauzzi E, Dasmahapatra P, Black RA. Risk behaviors and drug use: a latent class analysis of heavy episodic drinking in first-year college students. Psychol Addict Behav. 2013;27(4):974-85.

Ministério da Saúde (BR). Política Nacional de Promoção da Saúde. 3ª ed. Brasília: Ministério da Saúde; 2010.

Mangueira SO, Guimarães FJ, Mangueira JO, Fernandes AFC, Lopes MVO. Promoção da saúde e políticas públicas do álcool no Brasil: Revisão Integrativa da Literatura. Psicol Soc. 2015;27(1):157-68.

Ramis TR, Mielke GI, Habeyche EC, Oliz MM, Azevedo MR, Hallal PC. Tabagismo e consumo de álcool em estudantes universitários: prevalência e fatores associados. Rev Bras Epidemiol. 2012;15(2):376-85.

Barbosa FL, Barbosa RL, Aguiar DL, Ribeiro AC, Figueiredo IA, et al. Uso de álcool entre estudantes de Medicina da Universidade Federal do Maranhão. Rev Bras Educ Med. 2016;37(1):89-95.

Martinho AF, Tonin CL, Nunes LM, Novo NF, Hubner CVK. Uso de álcool e drogas por acadêmicos dos cursos de enfermagem, biologia e medicina na pontifica universidade católica de São Paulo. Rev Fac Ciênc Méd Sorocaba. 2009;11(1):11-15.

Pinheiro MA, Torres LF, Bezerra M, Cavalcante RC, Alencar RD. Prevalência e fatores associados ao consumo de álcool e tabaco entre estudantes de medicina no nordeste do Brasil. Rev Bras Educ Méd. 2017;41(2):231-49.

Carvalho DA, Gomes RIB, Sousa VEC, Sardinha AHL, Costa MR Filho. Hábitos alcoólicos entre universitários de uma instituição pública. Ciênc Cuid Saúde. 2011;10 (3):571-7.

Manzatto L, Rocha TBX, Vilela GB Junior, Lopes GM, Sousa JA. Consumo de álcool e qualidade de vida em estudantes universitários. Rev Fac Educ Fis Unicamp. 2011;9(1):37-53.

Funai A, Pillon SC. Uso de bebidas alcoólicas e aspectos religiosos em estudantes de enfermagem. Rev Eletrônica Enferm. 2011;13(1):24-9.

Ferreira APS. O consumo de álcool e comportamentos de risco nos estudantes do ensino superior [dissertação]. Aveiro: Universidade de Aveiro; 2013.

Rocha LA, Lopes ACFMM, Martelli DRB, Lima VB, Martelli-Júnior H. Consumo de álcool entre estudantes da Faculdades de Medicina de Minas Gerais. Rev Bras Educ Méd. 2011;35(3):369-75.

Lima DD, Azevedo RCS, Gaspar KC, Silva VF, Mauro MLF, Botega NJ. Tentativa de suicídio entre pacientes com uso nocivo de bebidas alcoólicas internados em hospital geral. J Bras Psiquiatr. 2010;59(3):167-72.

Feijão IEP, Sampaio HAC, Sabry MOD, Carioca AAF, Yum MEM, Lima JWO. Prática de Binge alcoólico entre estudantes universitários. Rev Bras Promoç Saúde. 2012;25(4):462-8.

Portes LH, Machado CV. Convenção-quadro para o controle do tabaco: adesão e implantação na América Latina. Rev Panam Salud Publica. 2015;38(5):370-9.

Paduani GF, Barbosa GA, Morais JCR, Pereira JCP, Almeida MF, Prado MM. Consumo de álcool e fumo entre os estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Uberlândia. Rev Bras Educ Médica. 2008;32(1):66-74.

Leite JCA, Leite NGD, Soares WD, Finelli LAC. Consumo de álcool entre os acadêmicos de enfermagem. Revista Bionorte.2016;5(1):50-8.

Maciel MED, Vargas D. Consumo de álcool entre estudantes de enfermagem. Rev Pesqui Cuid Fundam. 2017;9(1):64-70.

Guerra FMRM, Costa CKF, Bertolini SMMG, Marcon SS, Parré JL. Consumo de tabaco entre universitários: uma revisão sistemática. Rev Pesqui Cuid Fundam. 2017;9(2):558-65.

Silva BP, Sales CMM, França MG, Siqueira MM. Uso do tabaco entre estudantes de enfermagem de uma faculdade privada. Rev Eletro Saúde Mental Álcool Drog. 2012;8(2):64-70.

Almeida JB, Miranda JS, Miyasaki SCS, Marques SFG. Prevalência e características do tabagismo na população universitária da região de lins-SP. Rev Bras Enferm. 2011;64(3):545-50.

Grazia J, Faivovich D, Fálcon F, Díaz R, Yentzen G. Prevalencia de tabaquismo y actitud de cambio frente al hábito tabáquico en universitarios chilenos: Importancia de la formación médica. Rev Chil Salud Pública. 2009; 13(2):72-81.

Tafúr LA, Ordoñez G, Millán JC, Varela JM, Rebellón P. Prevalencia de tabaquismo en estudiantes recién ingressados a la Universidad Santiago de Cali. Colomb Med. 2006;37:126-32.

Kanicka M, Szpak A, Drygas W, Kowalska A. The prevalence of tobacco smoking among public health students at Medical University of Bialystok. Adv Med Sci. 2007;52(Suppl 1):60-3.

Arnauts I, Oliveira MLF. Intoxicação alcoólica em crianças e adolescentes: dados de um centro de assistência toxicológica. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2012;15(1):83-9.

Menezes AMP, Hallal PC, Silva F, Souza M, Paiva L, D´Ávila A, et al. Tabagismo em estudantes de Medicina: tendências temporais e fatores associados. J. Bras. Pneumol. 2004;30(3):223-8.

Werneck FA, Souza NE, Cartier LCM, Lourenço C, Delgado PNM, Menezes C. Prevalência do tabagismo entre os estudantes de Medicina da Universidade Severino Sombra. Rev. Saúde. 2016;7(2):8-11.

Almeida A, Beraldo CL, Magalhães EF, Lima JPR, Guimarães ML. Tabagismo e sua relação com dados sociais uso de álcool, café e prática de esportes, em estudantes da Universidade do Vale do Sapucaí (UNIVÁS), Pouso Alegre, MG. Rev Med Minas Gerais. 2012; 21(2):168-73.

Sousa LG, Martins MCC, Andrade FT. Prevalência e Fatores associados ao tabagismo entre estudantes universitários. ConScientiae Saúde. 2012;11(1):17-23.

Santos KP, Rodrigues A, Reinaldo MAS. Relação entre a formação acadêmica dos estudantes de enfermagem e sua percepção quanto ao tabagismo. Rev Eletrônica Enf. 2007;9(2):432-42.

Smith DR, Leggat PA. An international review of tobacco smoking among medical students. J Postgrad Med. 2007;53(1):55-62.

Oliveira HF, Martins LC, Reato LFN, Akerman M. Fatores de risco para uso do tabaco em adolescentes de duas escolas do município de Santo André, São Paulo. Rev Paul Pediatr. 2010;28(2):200-7.

Faria R, Vendrame A, Silva R, Pinsky I. Propaganda de álcool e associação ao consumo de cerveja por adolescentes. Rev Saúde Pública. 2011;45(3):441-7.




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2018.6475

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia