Fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis em universitários

Patrícia das Dores Lopes, Alexandre Azenha Alves de Rezende, Luciana Karen Calábria

Resumo


Objetivo: Verificar as mudanças ocorridas na vida de estudantes universitários após um ano de ingresso no meio acadêmico e a sua relação com fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis. Métodos: Estudo transversal realizado em 2015, com 47 universitários, em Ituiutaba, Minas Gerais, Brasil. Aplicou-se questionário semiestruturado, autorresponsivo, com questões sobre dados sociodemográficos, hábitos de vida, aspectos clínicos de diabetes mellitus, hipertensão arterial sistêmica, obesidade e qualidade do sono. Além disso, coletaram-se amostras de sangue para análise do perfil bioquímico, além de medidas antropométricas e pressão arterial. Resultados: Encontrou-se prevalência de 64% (n=20) do sexo feminino, 53% (n=25) do grupo étnico racial branco e 55% (n=26) da faixa etária entre 18 e 19 anos. No decorrer de um ano, observou-se aumento na prevalência de prática de atividade física, refletindo na melhora da pressão arterial, na fração de colesterol de alta densidade (HDLc) e na qualidade do sono. Além disso, houve diminuição de 6,4% (n=3) tanto na circunferência da cintura aumentada quanto na circunferência da cintura substancialmente aumentada e diminuição de 21,2% (n=10) na relação cintura-quadril dos estudantes. A frequência de estresse, humor deprimido e ansiedade também apresentaram redução. Em contrapartida, aumentou a prevalência de pré-obesos em 6,4% (n=3), de uso de bebidas alcoólicas em 6,4% (n=3), de tabaco em 10,6% (n=5) e de drogas ilícitas em 8,5% (n=4). Conclusão: Percebeu-se uma diminuição na frequência de fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis nos estudantes universitários investigados após um ano de curso.

Palavras-chave


Qualidade de vida; Hipertensão; Obesidade.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Smeltzer SC, Bare BG, Hinkle JL, Cheever KH. Brunner & Suddarth's textbook of medical-surgical nursing. Philadelphia: Lippincott Williams & Wilkins; 2010.

Silva MS, Silva NB, Alves AGP, Araújo SP, Oliveira AC. Risco de doenças crônicas não transmissíveis na população atendida em Programa de Educação Nutricional em Goiânia (GO), Brasil. Ciênc Saúde Coletiva. 2013;19(5):1409-18.

Ribeiro AG, Cotta RMM, Ribeiro SMR. A promoção da saúde e a prevenção integrada dos fatores de risco para doenças cardiovasculares. Ciênc Saúde Coletiva. 2012;17(1):7-17.

World Health Organization. Global recommendations on physical activity for health. Geneva: WHO; 2010.

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Análise de Situação de Saúde. Plano de ações estratégicas para o enfrentamento das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) no Brasil. Brasília: Ministério da Saúde; 2011.

Daudt CVG. Fatores de Risco de Doenças Crônicas Não Transmissíveis em uma Comunidade Universitária do Sul do Brasil (UFRGS) [tese]. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul: Universidade Federal do Rio Grande do Sul; 2013.

World Health Organization. A global brief on hypertension: silent killer, global public health crisis. Geneva: WHO; 2013.

Sociedade Brasileira de Cardiologia, Sociedade Brasileira de Hipertensão, Sociedade Brasileira de Nefrologia. VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão. Arq Bras Cardiol. 2010;95(1 Supl 1):1-51.

Sociedade Brasileira de Diabetes. Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes: 2014-2015. São Paulo: AC Farmacêutica; 2015.

Internacional Diabetes Federation. IDF Diabetes Atlas 2013 [acesso em 2016 Out 3]. Disponível em: https://www.idf.org/e-library/epidemiology-research/diabetes-atlas/19-atlas-6th-edition.html

International Diabetes Federation. Brazil (IDF) 2016 [acesso em 2016 Out 3]. Disponível em: http://www.idf.org/membership/saca/brazil. Acesso em: 03 Out 2016.

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Atenção Básica. Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica: diabetes mellitus. Brasília: Ministério da Saúde; 2013.

Benedet J, Assis MA, Calvo MC, Andrade DF. Overweight in adolescents: exploring potential risk factors. Rev Paul Pediatr. 2013;31(2):172-81.

Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão (BR), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa de orçamentos familiares 2008-2009: antropometria e estado nutricional de crianças, adolescentes e adultos no Brasil. Rio de janeiro: Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão; 2010.

Gigante DP, Moura EC, Sardinha LMV. Prevalence of overweight and obesity and associated factors, Brazil, 2006. Rev Saúde Pública. 2009;43(Supl 2):83-9.

World Health Organization. Raised cholesterol: situation and trends 2016 [acesso em 2016 Out 3]. Disponível em: http://www.who.int/gho/ncd/risk_factors/cholesterol_text/en/

World Health Organization. Relatório Mundial de Saúde 2008: cuidados de saúde primários- agora mais que nunca. Geneva: WHO; 2008.

Palheta JCP, Lopes PD, Borges AC, Martins DS, Melo JV, Rosa TA, et al. Hábitos de vida e perfil lipídico de estudantes de universidade pública, Ituiutaba, MG. Horizonte Científico. 2016;10(1):1-16.

Martins MCC, Ricarte IF, Rocha CHL, Maia RB, Silva VB, Veras AB, et al. Pressão arterial, excesso de peso e nível de atividade física em estudantes de universidade pública. Arq Bras Cardiol. 2010;95(2):192-9.

Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão (BR), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa nacional de saúde 2013: manual de antropometria. Rio de Janeiro: Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão; 2013.

Pereira RA, Sichieri R, Marins VMR. Razão cintura/quadril como preditor de hipertensão arterial. Cad Saúde Pública. 1999;15(2):333-44.

World Health Organization. Obesity: preventing and managing the global epidemic. Geneva: WHO; 2000.

Bertolazi AN, Fagondes SC, Hoff LS, Dartora EG, Miozzo ICS, Barba MEF, et al. Validation of the Brazilian Portuguese version of the Pittsburgh sleep quality index. Sleep Med. 2011;12(1):70-5.

Xavier HT, Izar MC, Faria JR Neto, Assad MH, Rocha VZ, Sposito AC, et al. Sociedade Brasileira de Cardiologia. V Diretriz Brasileira de Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose. Arq Bras Cardiol. 2013;101(4):1-20.

Ministério da Educação (BR), Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo da Educação Superior - Notas Estatísticas. Brasília: Ministério da Educação; 2014.

Ministério da Educação (BR), Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo escolar – Educacenso: O item cor/raça no censo escolar da educação básica. Brasília: Ministério da Educação; 2015.

Silva NJ, Oliveira-Júnior AA, Raposo OFF, Silva DG, Mendes-Neto RS, Barbosa KBF. Frequency of healthy eating habits among students of a public university in northeastern Brazil. Rev Bras Promoç Saúde. 2016;29(2):227-34.

Molarius A, Seidell JC, Sans S, Tuomilehto J, Kuulasmaa K. Waist and hip circumferences, and waist-hip ratio in 19 populations of the WHO MONICA Project. Int J Obes Relat Metab Disord. 1999;23(2):116-25.

Pattyn N, Cornelissen VA, Eshghi SRT, Vanhees L. The effect of exercise on the cardiovascular risk factors constituting the metabolic syndrome: a meta-analysis of controlled trials. Sports Med. 2013;43(2):121-33.

World Health Organization. Global Recommendations on physical activity for health. Geneva: WHO; 2010.

Small M, Bailey-Davis L, Morgan N, Maggs J. Change in eating and physical activity behaviors across seven semesters of college: living on or off campus matters. Health Educ Behav. 2013;40(4):435-41.

Santos MVF, Pereira DS, Siqueira MM. Uso de álcool e tabaco entre estudantes de Psicologia da Universidade Federal do Espírito Santo. J Bras Psiquiatr. 2013;62(1):22-30.

World Health Organization. Global estimate of the burden of disease from second-hand smoke. Geneva: WHO; 2010.

Veras VS, Monteiro LZ, Landim CAP, Xavier ATF, Pinheiro MHNP, Montenegro RM Júnior. Levantamento dos fatores de risco para doenças crônicas em universitários. Rev Bras Promoç Saúde. 2007;20(3):168-72.

Nóbrega ECM. História familiar de doenças crônicas, atividade física e hábitos alimentares em estudantes da área da saúde. Rev Bras Promoç Saúde. 2014;27(3):333-40.

Coelho AT, Suda EY, Rossini S, Reimão R. Qualidade de sono, depressão e ansiedade em universitários dos últimos semestres de cursos da área da saúde. Rev Neurobiologia. 2010;73(1):35-9.

Araújo MFM, Lima ACS, Alencar AMPG, Araújo TM, Fragoso LVC. Sleep quality assessment in college students from Fortaleza-CE. Texto & Contexto Enferm. 2013;22(2):352-60.




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2017.6842

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia