A afetividade pública

Ana Sílvia Rocha Ipiranga

Resumo


O ensaio discute os seminários de dinâmica de grupos de formação, no âmbito das relações organizacionais, institucionais e de
leadership, desenvolvidos no Istituto di Studi Multidisciplinari nelle Organizzazioni – ISMO – de Milão. Fundamentados na
aprendizagem da experiência direta que se desenvolve e se vive na situação formativa ‘hic et nunc’, os grupos de formação
sensibilizam os participantes ao real uso da própria influência nos sistemas de relações e analisam os processos de interação e
hibridação social. Em termos interpretativos, nos grupos de formação, encontramos uma relativa analogia antropo – fenomenológica,
entre estes e outros lugares, oferecendo uma perspectiva de pesquisa e de intervenção, baseada no envolvimento ativo do conjunto
das pessoas que fazem parte do campo de intervenção.

dinâmica de grupos de formação, sistemas de relações, pesquisa de sentidos, projetos de mudança, intervenção
transformativa nas organizações.



DOI: http://dx.doi.org/10.5020/2318-0722.8.2.%25p

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Ciências Administrativas, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0722

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia