A atividade científica descrita por Thomas Kuhn em sua obra clássica

Xênia Diógenes Benfatti

Resumo


A Estrutura das revoluções científicas, obra escrita por Thomas Kuhn, em 1962, é um relatório cujos
aspectos centrais retratam o pensamento de um físico teórico (o autor), que, ao mergulhar na história da
ciência, encontra os labirintos do pensamento humano, os quais, desde os primórdios, tentam desvendar os
enigmas da natureza, fatos e fenômenos. Como surgem as idéias? Como o pensamento desvenda os mistérios?...
Os relatos de Kuhn traduzem suas dúvidas, descobertas, reflexões e conclusões sobre a ciência, bem como
seus caminhos e descaminhos. O paradigma, para Kuhn, são as realizações científicas, que notadamente
reconhecidas, anunciam postulados descritivos e interpretativos sobre os problemas científicos. A acumulação
do conhecimento produziu historicamente o celeiro de paradigmas, interligados e devidamente relacionados. Muitos eventos não são
isolados e estão relacionados a outros produzidos em tempos assíncronos ou síncronos. Para Kuhn, porém, não há como desprezar
as descobertas que surgiram da não-acumulação e que da mesma forma revolucionaram o conhecimento científico. O autor, em seu
ensaio, define e caracteriza ciência normal e revolução científica, e em suas caracterizações, a distinção proposta por Kuhn está no
compromisso: as revoluções científicas promovem mudanças paradigmáticas, pois subvertem a ordem e a compreensão dos fatos e
fenômenos, enquanto na ciência normal, não há compromisso com o inédito, pois não há elementos que conduzam a novos paradigmas.
O nascimento de um paradigma surge em resposta à crise e, se a crise condena uma teoria, ela também impulsiona o surgimento de outra.
As idéias desenvolvidas nesse livro provocaram grandes debates nas comunidades científicas. A repercussão do que Kuhn caracterizou
como paradigma influenciou e ainda influencia os estudos sobre ciência.
Palavras-chave: Ciência. Paradigma. Pesquisa. Método.



DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23180714.2007.22.2.%25p

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista de Humanidades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0714

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia