Como a teoria das representações sociais pode contribuir para o debate sobre “públicos” no campo das relações públicas: apontamentos exploratórios

Robson Dias, Alessandra Glerian, Luiza Mônica de Assis Silva, Victor Márcio Laus Reis Gomes

Resumo


A proposta deste artigo exploratório teórico é aproximar as discussões relativas à noção de públicos e à formação do pensamento social oriundas, respectivamente, das Relações Públicas e da Teoria das Representações Sociais. Esses conceitos das áreas de Comunicação e da Psicologia Social são importantes para a Comunicação Organizacional na medida em que criam referências e orientações para o planejamento, execução e avaliação de projetos e ações de relacionamento institucional. Portanto, para criar relações favoráveis e uma imagem positiva é preciso, primeiramente, entender como determinados grupos processam as informações e formam conceitos e opiniões sobre objetos e assuntos de relevância pública; a TRS dos processos de construção das representações pelos grupos sociais, levando em conta aspectos psicossociais fundamentais para a elaboração de imagens, atitudes, opinião e estereótipos. Essa discussão, centrada em dois campos, contribui significativamente para a reflexão sobres as relações comunicativas das organizações com seus públicos.

Palavras-chave


Relações Públicas; Teoria das Representações Sociais; Comunicação Organizacional.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23180714.2017.32.2.250-261

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista de Humanidades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0714

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia