A Prostituição Infanto-juvenil sob o Prisma do Mal-estar e da Subjetividade

Francisca Helena Rocha

Resumo


A problemática da prostituição infanto-juvenil, nas grandes cidades brasileiras, vem suscitando debates e concentrando esforços de variados segmentos ligados à esfera jurídica, institucional, bem como à sociedade de forma geral. Tentando inscrever as instâncias da subjetividade e do mal-estar no bojo dessas discussões, constitui objetivo deste trabalho tecer algumas considerações acerca de tais instâncias, por entendê-las imprescindíveis à análise e compreensão do fenômeno em foco. Palavras-chave: adolescência, mal-estar, prostituição, sociedade, subjetividade

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia