A criança como mestre do gozo da família atual: desdobramentos da “pesquisa de indicadores clínicos de risco para o desenvolvimento infantil”

Leda Mariza Fischer Bernardino, Maria Cristina Machado Kupfer

Resumo


A partir dos resultados preliminares da pesquisa IRDI, que apontam
para um grande número de sintomas relacionados com falhas na
função paterna, tais como falta de limites, dificuldades de separação
e agitação motora, pretende-se discutir as mudanças culturais
que se produziram na alta modernidade. Procura-se analisar
como a inflação dos objetos reais, a prevalência das imagens em
detrimento das palavras e a falência simbólica incidem sobre a
família contemporânea, provocando uma inversão nas relações,
de modo que a criança teria um lugar de mestre em relação aos
adultos que a cercam. Apontam-se as dificuldades de a família atual
continuar garantindo sua função de transmissora da cultura e os
sintomas clínicos decorrentes desta situação, bem como o papel
do discurso psicanalítico nesta questão.

Palavras-chave


pesquisa IRDI, família, função materna, função paterna, discurso psicanalítico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23590777.8.3.661-680

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia