A Família e o Indivíduo no curso vital: compreensão Trigeracional sobre a morte e o morrer

Caroline Garpelli Barbosa, Carmen Maria Bueno Neme, Lígia Ebner Melchiori

Resumo


A morte tem sido considerada um tema tabu, que se mantém
relegado ao ostracismo. O desenvolvimento de estudos que
propiciem a reflexão sobre este assunto permite a ampliação da
compreensão, não apenas sobre a morte, mas também sobre a vida,
uma vez que ambas circunscrevem-se mutuamente na existência
humana. O presente trabalho objetivou compreender concepções
e significados familiares do fenômeno da morte em três gerações
distintas. Para isso, mediante o método fenomenológico, foram
entrevistados um adolescente, ambos os genitores e um avô de
uma mesma família, todos individualmente. Após a compreensão
das vivências dos participantes apreenderam-se seis categorias:
a) Significados da morte; b) A morte própria; c) A morte do outro
e/ou sua possibilidade; d) Fontes de apoiio em relação à morte;
e) A família diante da morte; f) A vida diante da inevitabilidade da
morte. A partir dessas categorias, os dados foram descritos e
analisados fenomenologicamente. Os colaboradores apresentaram
relatos semelhantes em diversas ocasiões, confirmando que as
vivências cotidianas dos membros levam a família a constituir um
modo peculiar de compreender e interpretar suas experiências. Tal
identidade familiar, contudo, não impediu que cada participante
desenvolvesse sua história particular ancorada em elementos
idiossincráticos e associada à etapa do ciclo vital em que se
encontra. Os relatos evidenciaram que a interdição da morte
na sociedade e na família ainda é muito presente, dificultando a
comunicação e o compartilhar de sentimentos e concepções sobre
a morte no cotidiano. Este estudo possibilitou aos colaboradores
a reflexão sobre suas vivências em torno do fenômeno da morte
e, conseqüentemente, sobre as indissociáveis relações entre o
viver e o morrer. Permitiu ainda reiterar a literatura, mostrando a
similaridade de concepções entre os membros familiares de três
gerações sobre um fenômeno vital potencialmente impactante no
ciclo de vida individual e familiar.

Palavras-chave


morte; família; fenomenologia; ciclo vital.vital.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23590777.11.3.961%20-%201000

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia