A Repercussão da Sociedade de Consumo nos Vínculos Afetivos dos Adolescentes

Karla Cristina Rocha Ribeiro, Regina Perez Christoffolli Abeche

Resumo


Este artigo está vinculado ao projeto de pesquisa-intervenção “Phenix:
a ousadia do renascimento do indivíduo-sujeito – fase II” e objetiva
fornecer subsídios teóricos para a prática semanal dos acadêmicos
do Curso de Psicologia da UEM em sua intervenção junto aos
adolescentes de um centro social da periferia da cidade de Maringá.
Consiste em uma pesquisa bibliográfica a partir de renomados autores
que investigam o tema dos vínculos afetivos prevalentes na atual
sociedade, principalmente na fase da adolescência. Para percorrer este
caminho analisamos alguns aspectos do cenário político-econômico e
cultural a partir da Idade Média até a contemporaneidade, bem como a
constituição do psiquismo a partir das relações afetivas estabelecidas
entre os homens na contemporaneidade e mais propriamente na fase da
adolescência, por ser esta uma fase de grandes mudanças e de novas
identificações. Partimos da compreensão de Freud de que o homem
é um ser construído no contato com a cultura, um ser do afeto, da
falta e do conflito. Portanto, ele necessariamente necessita da relação
com seus pares para empreender seu processo de sobrevivência e de
individuação. Esperamos que, mediante a reflexão crítica da realidade, seja possível rever conceitos e vislumbrar mudanças, num tempo em que
o debate sobre a afetividade e o estabelecimento de laços fraternos se
configura como uma saída dos vínculos desruptivos que nos assolam.
É importante ressaltar que este estudo não pretende ter uma postura
reducionista e finalizante, pois, considera sobretudo a complexidade
deste tema, a unicidade e a singularidade dos indivíduos, cada um dos
quais apresenta ações e reações tão diversas e inesperadas diante do
mesmo “espetáculo” a que estamos todos assujeitados. Da mesma
forma, este artigo reitera a importância de pesquisas empíricas com
os jovens e adolescentes de forma que a coleta de dados possa então
estabelecer maior riqueza com o arcabouço teórico aqui exposto.

Palavras-chave


Adolescência, Vínculos afetivos, Indústria cultural, Sociedade de consumo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23590777.13.1-2.81%20-%20112

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia