Adolescentes Autores de Atos Infracionais e o Sentimento de Culpa

Juliana Marcondes Pedrosa Souza, Jacqueline Oliveira Moreira

Resumo


O texto trabalha o sentimento de culpa na obra freudiana e a proposta de responsabilidade em Lacan para compreender questões que se apresentam ao adolescente em cumprimento de medida socioeducativa quanto ao seu envolvimento com a criminalidade e transgressão da lei. Perguntamos se a possibilidade de se preocupar com outro pode ser inscrita na forma de uma responsabilização subjetiva ou na forma de um sentimento de culpa em relação ao outro.  No acompanhamento desses adolescentes, a importância de se pensar o ato como sintoma nos revela a forma singular como o sujeito adolescente responde ao outro social. Sugerimos o trabalho do analista como recurso de ampliação da palavra do adolescente e, ao mesmo tempo, ampliação dos horizontes políticos-culturais e acesso ao circuito capital. Assim, o seu percurso no cumprimento da medida implicará em um novo projeto de vida, o qual convoca a sociedade para um novo posicionamento.

Palavras-chave


medida socioeducativa, psicanálise, culpa, responsabilização subjetiva, adolescência

Texto completo:

PDF/A

Referências


Ambertín, M. G.(2004). La sanción penal: entre el “acto” y el “sujeto del acto”. In Ambertín, M. G. Culpa, responsabilidad y castigo, en el discurso jurídico y psicoanalítico (Vol II; 1ª Ed, pp. 17-37). Buenos Aires: Letra Viva.

Ambertín, M. G. (2007). Entrevista concedida à Rádio Universitária no programa Rádio Debate, no dia 18 de setembro de 2007. Recuperado de www.labiopsi.com.br.

Barra, M. B. (2007). A clínica psicanalítica em um ambulatório para adolescentes em conflito com a lei. Estud. pesqui. psicol., 7(3), 72-81. Recuperado de www.revispsi.uerj.br/v7n3/ artigos/pdf/v7n3a06.pdfBarros, R. V. (2011). El asentimiento subjetivo a la pena y al castigo. Buenos Aires: Grana Ediciones.

Brasil (2001). Estatuto da Criança e do Adolescente. Belo Horizonte: VL&P Editora. (Originalmente publicado em 1990).

Brasil. Presidência da República. Secretaria Especial dos Direitos Humanos. Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. (2012). Lei n. 12.594, de 18 de janeiro de 2012. Institui o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (SINASE). Brasília, DF: CONANDA.

Carneiro, H. F. (2001). Violência, culpa e ato: Causas e efeitos subjetivos em adolescentes. Psicologia em Revista, 16(3), 537-556. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/psicologiaemrevista/article/view/P.1678-9563.2010v16n3p537/2228

Elia, L. (2004). Responsabilidade do sujeito e responsabilidade do cuidado no campo da saúde mental [texto na Internet]. Rio de janeiro: Secretaria Municipal de Saúde. Recuperado de: http://www.saude.rio.rj.gov.br/saude/pubsms/media/responsabilidade _do_sujeito.pdf

Freud, S. (1980a). Totem e tabu. In J. Strachey (Ed.), Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud (Vol. 13, pp. 17-192). Rio de Janeiro: Imago. (Originalmente publicado em 1913).

Freud, S. (1980b). Projeto para uma Psicologia Científica. In J. Strachey (Ed.), Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud (Vol. 13). Rio de Janeiro: Imago. (Originalmente publicado em 1916).

Freud, S. (1980c). Criminosos em consequência de um sentimento de culpa. In J. Strachey (Ed.), Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud (Vol. 14, pp. 285-310). Rio de Janeiro: Imago. (Originalmente publicado em 1916).

Freud, S. (1980d). Mal-Estar na Civilização. In J. Strachey (Ed.), Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud (Vol. 21,pp. 75-171). Rio de Janeiro: Imago. (Originalmente publicado em 1930).

Garcia, C. (2003). Lacan e companhia. In V. Safatle (Org.), Um limite tenso: Lacan entre a filosofia e a psicanálise (pp.305-329). São Paulo: Unesp.

Garcia, C. (2011). Psicologia Jurídica: orientação para o real (pp.175). Belo Horizonte: Ophicina de arte &prosa.

Gellis, A., & Hamud, M. (2011). Sentimento de culpa na obra freudiana: universal e inconsciente. Psicologia USP, 22(3), (pp. 635-654). Saõ Paulo. Recuperado de : http://dx.doi.org/10.1590/S0103-65642011005000020

Gaspar, T. R. (2007). O sentimento de culpa e a ética em psicanálise. Psyche, 11(20) 47-65. Recuperado de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-11382007000100004

Gerez-Ambertín, M. (2004). La sanción penal: entre el “acto” y el “sujeto del acto”. In:

M. Gerez-Ambertín (Comp.). Culpa, responsabilidad y castigo, en el discurso jurídico y psicoanalítico (Vol. 2, pp. 17-36). Buenos Aires: Letra Viva.

Lacan, J. (1998). Introdução teórica às funções da psicanálise em criminologia. In J. Lacan, Escritos (pp.127‐151). Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor.

MILLER, J.-A. (2005). Silet – Os paradoxos da pulsão, de Freud a Lacan, Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor.

Moreira, J. O. (2004). Édipo em Freud: o movimento de uma teoria. Psicol. estud. Maringá 9(2), 219-227. Recuperado de http://www.scielo.br/pdf/pe/v9n2/v9n2a08.pdfPedrosa, R. L. (2008). A culpa sem culpa? Recuperado de http://portaltj.tjrj.jus.br/c/document_library/get_file?uuid=9f68ba82-0de8-4fb5-b09f-9fd515d193f9&groupId=10136

Rocha, H. F. O. (2012). Do pai da horda a Moisés: o ideal como articulador entre o sujeito e a cultura. Bol. Psicol.,62(137), 117-127. Recuperado de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-59432012000200002&lng=pt&nrm=iso.

Salum, M. J. G. (2007). Invenção e responsabilidade na psicanálise aplicada ao Judiciário. Revista Eletrônica do Núcleo Sephora, 2(3). Recuperado de http://www.isepol.com/asephallus/numero_03/artigo_06port_edicao03.htm.

Soler, C. (2006). Los ensamblajes del cuerpo. Medelim: Asociacion Foro Del Campo Lacaniano de Medellín, 2006.

Souza, J. M. P. (2009) Violência Sexual na Infância: Uma proposta de estudo a partir da Psicanálise (Dissertação de Mestrado, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro).

Winnicott, D. W. (1983). Psicanálise do sentimento de culpa. In D. W. Winnicott, O ambiente e os processos de maturação (pp.19-30). Porto Alegre: Artmed. (Originalmente publicado em 1958).




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23590777.rs.v17i3.5515

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia