A utilização da simulação computacional na confecção de órteses alternativas para membros superiores.

Daniel Thomazini, Maria Virginia Gelfuso, Tereza Águida Costa do Nascimento, Emanuel Frota Fonteles

Resumo


O alto índice de pessoas que necessitam de uma órtese pode ser constatado nos vários segmentos de atendimento de saúde, em todo o país, e, não tem sido diferente no Núcleo
de Assistência Médica Integrada (NAMI)/UNIFOR. O alto custo dos materiais atualmente empregados torna inviável a aquisição destes dispositivos pela grande parcela da população, pouco privilegiada economicamente, permitindo assim que a patologia dos pacientes se desenvolva livremente. Para minimizar este problema, está sendo pesquisada a confecção de órteses alternativas, utilizando um compósito polímero termofixo/fibra de vidro. Pacientes
do NAMI, usuários dos modelos de posicionamento ventral e dorso-ventral foram selecionados e responderam a questionários após 15 dias de utilização dos aparelhos. Análises estatísticas revelaram a necessidade de aprimoramentos. Utilizando o software SAP 2000, ambos os
modelos foram submetidos à simulação computacional buscando caracterizar a distribuição de tensões, possibilitando remover material de áreas pouco solicitadas mecanicamente, tornando as órteses mais leves, discretas e confortáveis.

Palavras-chave


Órtese, simulação computacional, fibra de vidro.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Tecnologia, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0730

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia