Novos caminhos para a cenografia diante da evolução tecnológica: o teatro e a realidade aumentada

Hortênsia Gadelha Maia, Euler Sobreira Muniz

Resumo


O presente artigo tem como objetivo principal mostrar as mudanças ocorridas na cenografia diante das novas técnicas digitais e as oportunidades que surgem a partir delas. Em menor escala, como objetivos específicos, busca mostrar um breve histórico da cenografia, pouco conhecido pelos arquitetos; assim como pouco ensinado nos cursos de arquitetura. Propõe ainda a requalificação da posição do arquiteto como criador cenográfico numa modernidade onde as novas tecnologias abrem um leque de alternativas para o desenho do espaço. Para estimular a discussão sobre a cenografia e o uso dos novos meios digitais foi feita uma análise histórica e uma busca do estado da arte da cenografia. Por meio de estudos de casos é possível observar a influência dos novos meios digitais sobre a cenografia teatral e as possibilidades de alterar o espaço e o enredo da história. Ao estudar a dinâmica de projetar as cenas, é fundamental o extenso trabalho colaborativo de diferentes profissionais. Conclui-se que a cenografia foi na antiguidade e é ainda hoje uma arte coletiva, feita por muitos, onde se ajuntam conhecimentos diferentes para criar uma ambiência efêmera e tocante em cada nova cena. A cenografia possui inúmeras perspectivas para se desenvolver diante de uma sociedade moderna, digital, da informação e do conhecimento.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23180730.2018.6706

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


”Licença
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Tecnologia, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0730

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia