Viabilidade técnica para implantação de um sistema solar fotovoltaico flutuante em um reservatório do semiárido brasileiro

Yorrana Coutinho Porto, Brígida Miola Rocha, Francisca Dayane Carneiro Melo, Francisco de Assis Leandro Filho, Rodrigo Alves Patricio

Resumo


O uso dos sistemas fotovoltaicos flutuantes vem ganhando espaço em diversos países por se tratar de uma nova estratégia, que além da geração de energia evita a evaporação dos recursos hídricos e, por efeito do resfriamento dos módulos fotovoltaicos, há a contribuição para aumento na eficiência de conversão dos mesmos. Para a implantação desse tipo de sistema fotovoltaico, não é necessário aquisição de terras, já que existe infraestrutura necessária nos reservatórios. Dessa forma, este trabalho tem como objetivo verificar a viabilidade técnica da implantação de um sistema fotovoltaico flutuante no reservatório Castanhão-CE. Para isso foi inicialmente feito o dimensionamento do reservatório e o software PVsyst, versão 6.62, foi utilizado para calcular a geração de energia gerada, permitindo assim a estimativa do potencial energético do reservatório e a energia produzida, além de dados como emissões evitadas de CO2. Como resultados principais, obteve-se o valor total de potência instalada de até 5590 MWp, correspondentes a uma produção anual de energia elétrica de 9256 MWh/ano e 2129.3 tCO2 de emissões evitadas. Esses resultados demostram o elevado potencial da instalação de um sistema fotovoltaico flutuante no local, com a possibilidade de o sistema fornecer parte da demanda de eletricidade, além de poder servir como fonte de pesquisas, colaborando para aprofundar conhecimentos na área.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23180730.2017.V38.2.7418

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


”Licença
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Tecnologia, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0730

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia