O estudo da rigidez em lajes utilizando o parâmetro lambda

Gilson de Sousa Oliveira Neto, Osmar Alexandre do Amaral Neto, Vera Lúcia da Silva, Eduardo Cesar Cordeiro Leite, Ítalo Linhares Salomão

Resumo


O cálculo de lajes pode ser realizado através de processos simplificados, tendo como o parâmetro lambda (λ) o dado inicial a ser determinado. Este valor é constituído pela razão entre o lado menos rígido (ly) e o lado mais rígido (lx). Tendo como base a Tabela de Marcus, na maioria dos casos, a viga com menor comprimento é a mais rígida, porém, isso pode variar em três exceções, que são: laje constituída por uma faixa com dois apoios simples e outra perpendicular com um apoio simples e um engastado (Caso 2); laje composta por uma faixa com dois apoios simples e outra perpendicular com dois apoios engastados (Caso 4); laje formada por uma faixa com um apoio simples e o outro engastado e uma segunda faixa com dois apoios engastados (Caso 5). Para a determinação do elemento de maior rigidez de forma simplificada, foram criados parâmetros a partir de métodos estatísticos gerados em função do deslocamento para cada tipo de faixa representada por viga. A amostra escolhida foi de 600 vigas, sendo 200 para cada um dos 3 casos. O coeficiente para definição do elemento de maior rigidez determinado para o caso 2 foi de 0,810975667, para o caso 4 tem-se 0,675694 e para o caso 5 obteve-se 0,839303. Além disso, pode-se perceber as particularidades para cada caso e o comportamento do gráfico de deslocamento, que varia para cada tipo de viga.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23180730.2018.7932

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


”Licença
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Tecnologia, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0730

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia