Percepção de enfermeiros acerca da demanda social à luz do princípio da integralidade

Sueli Rodrigues de Azevedo, Ricardo Bruno Santos Ferreira, Mônica Oliveira Rios, Bárbara Teixeira Carvalho, Climene Laura de Camargo

Resumo


Objetivo: Identificar a percepção de enfermeiros acerca da demanda social e da aplicação do princípio da integralidade na Estratégia Saúde da Família. Métodos: Trata-se de um estudo qualitativo e descritivo, desenvolvido com 20 enfermeiras em um município referência do Território Sertão Produtivo da Bahia, Brasil. Os dados foram coletados através de entrevista norteada por um roteiro semiestruturado e sistematizados através da análise de conteúdo temático. Resultados: Verificou-se dubiedade nas interpretações acerca da demanda social da população na Estratégia Saúde da Família, pois uma parcela dos enfermeiros tem dificuldade em compreender as necessidades da comunidade, enquanto outros possuem uma percepção holística acerca da temática. Além disso, percebeu-se que a integralidade pode ser utilizada pelos profissionais como instrumento da prática diária para a compreensão, reflexão e ação diante das demandas sociais apresentadas pela população. Conclusão: Constatou-se que, através da integralidade, o profissional pode compreender as questões sociais, econômicas, políticas e culturais da população, algo determinante na construção de intervenções efetivas e específicas para cada realidade.

Palavras-chave


Sistema Único de Saúde; Integralidade em Saúde; Necessidades e demandas de serviços de saúde



DOI: http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2020.10308

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia