Esteróides anabólicos androgênicos - doi:10.5020/18061230.2007.p267

Urival Magno Gomes Ferreira, Alan de Carvalho Dias Ferreira, Andréa Maria Pires Azevedo, Carlos Antonio Bruno da Silva

Resumo


Existem evidências do aumento do consumo de esteróides anabolizantes e dos danos à saúde causados pelo seu uso indiscriminado, principalmente entre crianças e adolescentes.
Os hormônios esteróides androgênicos anabólicos (EAA) compreendem a testosterona e seus derivados. Endogenamente são produzidos nos testículos e no córtex adrenal e são responsáveis pelas características sexuais secundárias associadas à masculinidade. Apesar
dos resultados do uso exógeno de EAA ser ainda controverso, têm sido utilizados para o aumento da força física e da massa muscular. Essas substâncias estão diretamente relacionadas
a diversas situações clínicas como o câncer de próstata, doença coronariana, ginecomastia, disfunções e câncer hepáticos e esterilidade. Este trabalho teve como objetivo abordar tópicos relevantes relacionados aos mecanismos de ação, formas de uso e metabolismo, e efeitos
colaterais, além da importância da prevenção na utilização destas drogas nas mais diversas faixas etárias. O uso abusivo de anabolizantes andrógenos consiste um problema que tem
ocorrido de forma gradativa, o que tem suscitado o surgimento de leis, normas e grupos de apoio voltados a prevenção, educação e restrição de seu uso.

Palavras-chave


Agentes anabolizantes; Transtornos relacionados ao uso de substâncias; Androgênios; Exercício.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/1037

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia