Perfil epidemiológico de mulheres idosas atendidas no “grupo de apoio à prevenção da incapacidade funcional” - doi:10.5020/18061230.2009.p251

Lúcia Nunes Pereira Melo, Maria Vieira de Lima Saintrain

Resumo


Objetivo: Avaliar o perfil epidemiológico de mulheres que buscaram espontaneamente o Grupo de Apoio à Prevenção da Incapacidade Funcional, localizado na Comunidade do
Dendê. Métodos: Pesquisa desenvolvida no ano de 2007, com uma amostra de 31 mulheres, cuja idade variou de 60 a 83 anos, média de 65,5 ± 5,15 anos. Utilizou-se de um questionário contendo perguntas dicotômicas e múltipla escolha, e os instrumentos: a) Escala de Lawton:
avaliação das Atividades Instrumentais de Vida Diária (AIVD); b) Escala de Katz: avaliação das Atividades de Vida Diária (AVD); e c) avaliação física das funções muscular e articular,
todos no momento inicial da inscrição no programa do grupo de apoio. Realizou-se inferência pelo teste qui-quadrado de Pearson, utilizando-se o Software SPSS versão 15. Resultados:
As participantes tinham pouca escolaridade e baixa renda familiar. Detectou-se o fato de que 11 (35,5%) sofriam de hipertensão, 8 (25,8%) de osteoporose, 9 (29,0%) do diabetes e 22 (71,0%) estavam fazendo uso de medicamentos. Todas as pesquisadas classificaram-se como independentes (AIVD médio de 25,41 e AVD médio de 5,74). Houve significância estatística
entre sentir fraqueza nos membros e dor articular (p=0,041); sentir fraqueza nos membros e dor muscular (p=0,038); sentir fraqueza nos membros e problema de visão (p=0,004).
Conclusão: O perfil das idosas era de mulheres socialmente independentes, em grande parte apresentando comorbidades, polimedicadas, com limitações funcionais significativas

Palavras-chave


Perfil epidemiológico; Mulheres; Prevenção primária; Idoso Fragilizado.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/1045

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia