Pessoas vivendo com o vírus da imunodeficiência humana: percepção sobre atendimento odontológico

Brisa Ketrine Lustosa de Souza, Ana Virgínia Fonseca Alves, Lucas Eduardo Calheiros, Waneska Alexandra Alves, Francielle Silvestre Verner, Sibele Nascimento de Aquino

Resumo


Objetivo: Avaliar a percepção da pessoa vivendo com o vírus da imunodeficiência humana sobre a ocorrência de atitudes discriminatórias em atendimento odontológico. Métodos: Trata-se de um estudo qualitativo, realizado com pessoas vivendo com o vírus da imunodeficiência humana e em tratamento em um centro de referência, na cidade de Governador Valadares, Minas Gerais, Brasil, no período de janeiro a julho de 2019. Foram incluídos 25 participantes no estudo, tendo sido realizadas entrevistas semiestruturadas. Os dados coletados foram submetidos à análise de conteúdo temática e, a partir daí, as categorias que emergiram incluíram o receio da informação do diagnóstico ao profissional de saúde e a recusa de atendimento por profissionais da saúde. Resultados: Entre os entrevistados, houve percepção de confiança para informação de sua condição sorológica ao profissional, embora também tenha ocorrido omissão dela. Foi percebida certa insegurança relacionada ao cirurgião-dentista na realização do tratamento odontológico, incluindo atitudes discriminatórias no consultório e até recusa de atendimento. Conclusão: Entre as pessoas vivendo com o vírus da imunodeficiência humana investigadas no presente estudo, houve percepção de condutas discriminatórias e dificuldades para conseguirem atendimento odontológico, além do receio de informar seu diagnóstico ao cirurgião-dentista, omitindo-o.

Palavras-chave


Sorodiagnóstico da AIDS; Odontologia; Discriminação Social

Texto completo:

PDF/A

Referências


Adissu G, Biks GA, Tamirat KS. Patient satisfaction with antiretroviral therapy services and associated factors at Gondar town health centers, Northwest Ethiopia: an institution-based cross-sectional study. BMC Health Serv Res. 2020;20(1):93.

Ministério da Saúde (BR). Boletim Epidemiológico de HIV/Aids 2019 [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2019 [acesso em 2020 Set 13]. Disponível em: http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2019/boletim-epidemiologico-de-hivaids-2019

Cassenote AJF, Granjeiro A, Escuder MM, Abe JM, Segurado AACS. Validation of CD4+ T-cell and viral load data from the HIV-Brazil Cohort Study using secondary system data. BMC Infec Dis. 2018;18(1):617.

Ghosn J, Taiwo B, Seedat S, Autran B, Katlama C. HIV. Lancet. 2018;392(10148):685-97.

Formozo GA, Oliveira DC. Auto-proteção profissional e cuidado de enfermagem ao paciente soropositivo ao HIV: duas facetas de uma representação. Acta Paul Enferm. 2009;22(4):392-8.

Goffman E. Estigma: notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. Rio de Janeiro: Guanabara; 1988.

Juca MACL, Silva IAPD, Queiroga DEU, Carvalho AMAL, Ferreira SMS. Impacts of health of users with HIV/AIDS in a specialized service. Rev Bras Enferm. 2019;72(6):1571-9.

Geter A, Herron AR, Suton MY. HIV-Related Stigma by Healthcare Providers in the United States: a systematic review. AIDS Patient Care STDs. 2018;32(10):418-24.

Ministério da Saúde (BR). Portaria Nº 2.446/GM de 11 de Novembro de 2014. Redefine a Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS). Brasília: Ministério da Saúde; 2014.

Howati AE, Tappuni A. Systematic review of the changing pattern of the oral manifestations of HIV. J Investig Clin Dent. 2018;9:e12351.

Godoy AS. Pesquisa qualitativa tipos fundamentais. Rev Adm Empres. 1995;359(3):20-9.

Ministério da Saúde (BR). Centro de referência em atenção especial à saúde ladislau salles-Crase [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; [2019] [acesso em 2020 Set 15]. Disponível em: http://www.aids.gov.br/pt-br/centro-de-referencia-em-atencao-especial-saude-ladislau-salles-crase

Fontanella BJB, Luchesi BM, Saidel MGB, Ricas J, Turato ER, Melo DG. Amostragem em pesquisas qualitativas: proposta de procedimentos para constatar saturação teórica. Cad Saúde Pública. 2011;27(2):389-94.

Lelis RT, Soares GB, Garbin AJI, Garbin CAS. Discriminação vivenciada por pessoas que vivem com HIV/AIDS nos serviços de saúde: um estudo qualitativo. Rev Cien Plural. 2016;2(3):17-29

Bardin L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70; 2011.

Brasil. Conselho Federal de Odontologia. Resolução CFO nº 118, de 11 de maio de 2012. Revoga o Código de Ética Odontológica aprovado pela Resolução CFO 42/2003 e aprova outro em substituição. Diário Oficial da União: Seção 1, Brasília, DF, n. 114, p. 118, 14 jun 2012.

Muniz BAA, Fonte DCB, Santos SC. Percepção do portador de HIV/AIDS sobre o cirurgião-dentista. Rev Bioet. 2019;27(2):289-96.

Centers for Disease Control and Prevention. Recommendations for prevention of HIV transmission in health-care settings. Morb Mortal Wkly Rep. 1987;36(2):1S-18S.

Nwaiwu CA, Egro FM, Smith S, Harper JD, Spiess AM. Seroconversion rate among health care workers exposed to HIV-contaminated body fluids: the University of Pittsburgh 13-year experience. Am J Infect Control. 2017;45(8):896-900.

Villela WV, Monteiro S. Gênero, estigma e saúde: reflexões a partir da prostituição, do aborto e do HIV/AIDS entre mulheres. Epidemiol Serv Saúde. 2015;24(3);531-40.

Gagnon M. Re-thinking HIV-Related Stigma in Health Care Settings: a Qualitative Study. J Assoc Nurses AIDS Care. 2015;26(6):703-19.

Vorasane S, Jimba M, Kikuchi K, Yasuoka K, Durham J, Sychareun V. An investigation of stigmatizing attitudes towards people living with HIV/AIDS by doctors and nurses in Vientiniane, LAO PDR. BMC Health. Serv Res. 2017;17(1):125.

Premadasa G, Sadek M, Ellepola A, Sreedharan J, Muttappallymyalil J. Knowledge of and attitudes towards HIV/AIDS: a survey amongdental students in Ajman, UAE. J Investig Clin Dent. 2015;6(2):147-55.

Alshouibi E, Alaqil F. HIV-Related Discrimination among Senior Dental Students in Jeddah. J IntSocPrev Community Dent. 2019;9(3):219-24.

Lee C, Fan Y, Starr JR, Dogon IL. Dentists’ and dental students’ attitudes, knowledge, preparedness, and willingness related to treatment of people living with HIV/AIDS in China. J Public Health Dent. 2016;77(1):30-8.

Doda A, Negi G, Gaur DS, Harsh M. Human immunodeficiency virus/acquired immune deficiency syndrome: a survey on the knowledge, attitude, and practice among medical professionals at a tertiary health-care institution in Uttarakhand, India. Asian J Transfus Sci. 2018;12(1):21-6.

Lorosa AH, Pereira CM, Hussne RP, Silva-Boghossian CM. Evaluation of dental students' knowledge and patient care towards HIV/AIDS individuals. Eur J Dent Educ. 2019;23(2):212-9.

Giuliani M, Lajolo C, Rezza G, Arici C, Babudieri S, Grima P, et al. Dental care and HIV-infected individuals: are they equally treated? Community Dent Oral Epidemiol. 2005;33:447-53.

Frencha H, Greeff M, Watsona M, Doakb CM. HIV stigma and disclosure experiences of people living with HIV in an urban and a rural setting. AIDS Care. 2015;27(8);1042-46.

The Lancet. HIV: Science and stigma. Lancet. 2014;384:207.

Parola G, Zilmann K. A saúde bucal na perspectiva das pessoas vivendo com HIV/AIDS: subsídios para a educação permanente de cirurgiões-dentistas. Interface. 2019;23:e180441.

Pinheiro FMC, Nóbrega-Therrien SM, Almeida MEL, Almeida MI. A formação do cirurgião-dentista no Brasil: contribuições de estudos para a prática da profissão. Rev Gaúcha Odontol. 2009;57(1):99-106.

Pagliari AV, Garbin AS, Garbin AJI. HIV attitudes and practices among professors in a Brazilian dental school. J Dent Educ. 2004;68:1278-83.

Discacciati JAC, Vilaça ÊL. Atendimento odontológico ao portador do HIV: medo, preconceito e ética profissional. Rev Panam Salud Pública. 2011;9(4):234-39.

Kalembio FW, Kendall GE, Ali M, Chimwaza AF, Tallon MM. Primary caregivers, healthcare workers, teachers and community leaders' perceptions and experiences of their involvement, practice and challenges of disclosure of HIV status to children living with HIV in Malawi: a qualitative study. BMC Public Health. 2018;18(1):884.

Sousa AJ. A generalização dos resultados da pesquisa qualitativa no campo da Administração: reflexão sobre seus limites e possibilidades. Braz J Develop. 2016;3:465-80.




DOI: https://doi.org/10.5020/18061230.2021.10542

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia