Segurança do paciente: representações sociais na visão dos profissionais da atenção primária à saúde

Samira Valentim Gama Lira de Alencar, Emanuel Alves do Nascimento, Charlyanne Diógenes Brito, Daiany Dântara de Sousa Barbosa, Lívia de Andrade Marques, Geisy Lanne Muniz Luna, Débora Rodrigues Guerra Probo, Ricardo Augusto da Silva Probo

Resumo


Objetivo: Apreender as representações sociais da segurança do paciente sob a ótica dos profissionais de saúde inseridos no contexto da Atenção Primaria à Saúde. Métodos: Trata-se de um estudo com abordagem qualitativa, usando o referencial teórico-metodológico da teoria das representações sociais, realizado no município de Fortaleza, Ceará, Brasil. Fizeram parte do estudo 18 participantes sociais da Estratégia Saúde da Família. A coleta dos dados ocorreu de setembro a outubro de 2019, por meio da aplicação de uma entrevista semiestruturada, sendo analisados por meio do método de análise de conteúdo temático, do qual emergiram as seguintes categorias: “Representações sociais da segurança do paciente na Estratégia Saúde da Família”; “Representações sociais do risco e estratégia preventiva na segurança do paciente na Estratégia Saúde da Família”; “Fragilidades da segurança do paciente na Estratégia Saúde da Família”. Resultados: As representações sociais apreendidas por meio das falas caracterizam a segurança do paciente como espaço social de interação entre profissionais e pacientes. Os profissionais, ao exercerem sua prática, utilizam recursos para melhorar o atendimento, mas ressaltam a existência de riscos, sendo importante desenvolver estratégias preventivas como técnicas adequadas, desinfecção e esterilização. Além disso, destacam a presença de fragilidades na rotina de trabalho que interferem na garantia da segurança do paciente, como estrutura física e falta de materiais. Conclusão: Os profissionais de saúde demonstram, por meio da ancoragem e da objetivação, devem aplicar os conceitos da segurança do paciente nos cenários sociais, mas necessitam que os gestores disponibilizem insumos e estrutura que favoreçam essa assistência.

Palavras-chave


Atenção Primária à Saúde; Segurança do Paciente; Estratégia Saúde da Família

Texto completo:

PDF/A PDF/A (English)

Referências


Ministério da Saúde (BR), Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução de Diretoria Colegiada - RDC nº 36, de 25 de julho de 2013. Institui ações para a segurança do paciente em serviços de saúde e dá outras providências [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2013 [acesso em 2020 Mar 14]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2013/rdc0036_25_07_2013.html

World Health Organization. Patient safety: patient safety solutions preamble [Internet]. 2007 [acesso em 2020 Mar 2]. Disponível em: https://www.who.int/patientsafety/events/07/02_05_2007/en/

Fausto MCR, Rizzoto MLF, Giovanella L, Seidl H, Bousquat A, Almeida PF, et al. O futuro da atenção primária à saúde no Brasil. Saúde Debate. 2018;42(especial 1):12-7.

Ministério da Saúde (BR). Política Nacional de Promoção da Saúde: PNPS: Anexo I da Portaria de Consolidação no 2, de 28 de setembro de 2017, que consolida as normas sobre as políticas nacionais de saúde do SUS. Brasília: Ministério da Saúde; 2018.

Kuriakose R, Aggarwal A, Sohi RK, Goel R, Rashmi NC, Gambhir RS. Patient safety in primary and outpatient health care. J Family Med Prim Care. 2020;9(1).

World Health Organization. Patient safety: global action on patient safety [Internet]. 2019 [acesso em 2020 Jun 24]. Disponível em: https://apps.who.int/gb/ebwha/pdf_files/WHA72/A72_26-en.pdf6

World Health Organization. World alliance for patient safety: forward programme 2005 [Internet]. Genebra: WHO; 2004 [acesso em 2020 Jun 24]. Disponível em: https://apps.who.int/iris/handle/10665/43072

Marchon SG, Mendes WV Júnior. Segurança do Paciente na Atenção Primária à Saúde [Slides] [Internet]. Rio de Janeiro: Proqualis; 2016 [acesso em 2020 Jun 8]. Disponível em: https://proqualis.net/aula/seguran%C3%A7a-do-paciente-na-aten%C3%A7%C3%A3o-prim%C3%A1ria-%C3%A0-sa%C3%BAde

Nora CRD, Beghetto MG. Desafios da segurança do paciente na atenção primária à saúde: revisão de escopo. Rev Bras Enferm. 2020;73(5).

Castro GLT, Tourinho FSV, Martins MFSV, Medeiros KS, Ilha P, Santos VEP. Proposta de passos para a segurança do paciente no atendimento pré-hospitalar móvel. Texto & Contexto Enferm. 2018;27(3).

Ministério da Saúde (BR). Segurança do Paciente no domicílio. Brasília: Ministério da Saúde; 2016.

Macedo SMK, Barboza ARCA, Borges F, Figueiredo KC, Peres AM, Assis F. Patient safety culture: evaluation of nurses in primary health care. Enferm Glob. 2019 oct;(56):387-97.

Vincent C, Amalberti R. Cuidado de Saúde mais Seguro: estratégias para o cotidiano do cuidado. Rio de Janeiro: Proqualis; 2016.

Silva APF, Backes DS, Magnagio TSBS, Colome JS. Segurança do paciente na atenção primária: concepções de enfermeiras da estratégia de saúde da família. Rev Gaúcha Enferm. 2019 jan;40(spe).

Rodrigues AS, Oliveira JF, Suto CSS, Coutinho MPL, Paiva MS, Souza SS. Cuidado à mulher envolvida com drogas: representações sociais de enfermeiros. Rev Bras Enferm. 2017;70(1):65-72.

Marchon SG, Mendes WV Júnior, Pavão ALB. Characteristics of adverse events in primary health care in Brazil. Cad Saúde Pública [Internet]. 2015 [acesso em 2018 Mar 22];31(11):2313-30. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2015001102313&lng=pt&tlng=pt17

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14ª ed. Rio de Janeiro: Hucitec; 2015.

Moscovici S. A representação social da psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar; 1978.

Moscovici S. On social representation. In: Forgas J. Social Cognition. London: Academic Press; 1981. p. 181-209.

Jodelet D. Representações sociais: um domínio em expansão. In: Jodelet D, organizador. As Representações Sociais. Rio de Janeiro: EdUERJ; 2001. p. 17-44.

Prefeitura de Municipal Fortaleza. Postos de Saúde [Internet]. [data desconhecida] [acesso em 2020 Jan 4]. Disponível em: https://saude.fortaleza.ce.gov.br/postos-de-saude

Bardin L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70; 2016.

Conselho Nacional de Saúde (BR). Resolução n. 466, de 12 de dezembro de 2012 [Internet]. Brasília: CNS; 2012 [acesso em 2020 Jun 11]. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf

Mesquita KO, Silva LCC, Lira RCM, Freitas CASL, Lira GV. Segurança do Paciente na Atenção Básica: revisão integrativa. Cogitare Enferm. 2016;21(2):1-8.

Chimenez PA, Bastos TFC. Segurança do paciente: percepção dos acadêmicos de enfermagem [trabalho de conclusão de curso]. Fortaleza: Universidade de Fortaleza; 2016.

Macedo LL, Silva AMR, Silva JFM, Haddad MCFL, Girotto E. A cultura em torno da segurança do paciente na atenção primária à saúde: distinções entre categorias profissionais. Trab Educ Saúde. 2019;18(1).

Barreto RS, Servo MLS, Ribeiro AMVB. Representações sociais sobre segurança do paciente na ótica de enfermeiras intensivistas. Rev Bahiana Enferm. 2020;34.

Sousa AF, Queiroz AA, Oliveira LB, Moura ME, Batista OM, Andrade D. Representações sociais da enfermagem sobre biossegurança: saúde ocupacional e cuidar cuidar prevencionista. Rev Bras Enferm. 2016;69(5):864-71.

Fernholm R, Holzmann MJ, Malm-Willadsen K, Pukk Härenstam K, Carlsson AC, Nilsson GH, et al. Patient and provider perspectives on reducing risk of harm in primary health care: a qualitative questionnaire study in Sweden. Scand J Prim Health Carev. 2020;38(1):66-74.

Samra R, Car J, Majeed A, Vincent C, Aylin P. How to monitor patient safety in primary care? Healthcare professionals’ views. JRSM Open. 2016;7(8):1-8.

Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (BR). Assistência segura: uma reflexão teórica aplicada à prática. Brasília: Anvisa; 2017.

Costa DVS, Fragoso LVC, Queiroz PA, Carvalho SMA, Costa DVS, Freitas MMC. Nursing Contributions to the Patient’s Safery in The Intensive Care Unit: an intregrave review. J Nurs UFPE. 2016;10(6):2177-88.

Schmidt CR, Santos FP, Loro MM, Souza MM, Kolankiewicz ACB. Atenção Primária a Saúde como cenário de avaliação da cultura de segurança do paciente. Rev Pre Infec Saúde. 2019;5.




DOI: https://doi.org/10.5020/18061230.2021.11636

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia