Influência do gênero do profissional na periodicidade do exame papanicolau - doi:10.5020/18061230.2010.p181

Luis Rafael Leite Sampaio, Maria Albertina Rocha Diógenes, Maria Albertina Rocha Diógenes, Roberta Jeane Bezerra Jorge, Roberta Jeane Bezerra Jorge, Francisco Antonio da Cruz Mendonça, Francisco Antonio da Cruz Mendonça, Lucijane Leite Sampaio, Lucijane Leite Sampaio

Resumo


Objetivo: Investigar a influência do gênero profissional na periodicidade do exame Papanicolau. Métodos: Estudo descritivo, com abordagem qualitativa, realizado no período
de setembro a novembro de 2008, com 83 usuárias da Estratégia Saúde da Família de Caio Prado, Itapiúna-Ceará, que estavam com o exame Papanicolau em atraso. Os dados foram coletados através de uma entrevista semiestruturada e organizados conforme a Análise de Conteúdo: (1) Gênero profissional e a periodicidade do Papanicolau e (2) Exame que causa dor e medo. Resultados: Observou-se que 67 (80,72%) tinham idade entre 25 e 59 anos, 52 (62,62%) eram casadas, 65 (78,31%) possuíam ensino fundamental, 45 (54,22%) eram
agricultoras e 49 (59,04%) recebiam menos de um salário mínimo. Grande parcela das usuárias referiu sentimento de vergonha pelo examinador do sexo masculino como motivo
para irregularidade na periodicidade do Papanicolau. Em menor escala, o motivo apontado foi considerar este um exame que causa dor e medo. Considerações Finais: As usuárias nos
informaram ser a presença do profissional do gênero masculino uma forte influência para irregularidade na periodicidade do exame de Papanicolau nesta unidade de saúde. Ainda que
em menor extensão, a experiência prévia negativa com este exame e não a questão de gênero profissional tem sido apontada como motivo para a não realização periódica da citologia oncótica.

Palavras-chave


Gênero e Saúde; Periodicidade; Exame de Papanicolau.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5020/2013

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia