Análise de risco da ingestão de cádmio por consumidores de pescado em lagoa costeira sub-tropical, Baía de Sepetiba-SE, Brasil - doi:10.5020/18061230.2011.p46

Marco Aurélio Pereira Horta, Aldo Pacheco Ferreira, Antonio José Rocha Luzardo, Vincent Brignol, Vanessa Índio do Brasil, André Ricardo Maia da Costa de Faro, Wagner de Jesus Pinto

Resumo


Objetivo: Estimar o risco de contaminação por cádmio (Cd) através da ingestão de peixe em população consumidora de pescado, na Baía de Sepetiba-SE, Brasil. Métodos: Estimouse
o risco de ingestão de cádmio para os consumidores de peixe da área de estudo. Para o controle, baseou-se no consumo de peixe pela população brasileira, tornando possível estimar a probabilidade e risco devido à ingestão de cádmio por avaliação do quociente de perigo (HQ). Resultados: O risco para a ingestão de cádmio foi 110 vezes maior do que o
encontrado no controle populacional. O HQ foi de 0,11; e quando comparado com o controle da população, que está localizado ao redor da área de estudo, o risco obtido foi de 0,001. O risco aumentado pode ser refletido nas doenças renais, embora estas não tenham se mostrado associadas à exposição ao Cd. Conclusão: Os pescadores que trabalham na Baía de Sepetiba têm um risco cerca de 110 vezes maior de contaminação por cádmio do que a população que consome peixe por 48 dias por ano (média)

Palavras-chave


Public Health; Environment; Environmental Pollution; Risk.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/2051

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia