Aleitamento e hábitos de sucção não nutritivos em crianças de área rural da Paraíba - doi:10.5020/18061230.2011.p129

Patricia Paula Cordeiro Freire, Franklin Delano Soares Forte

Resumo


Objetivo: Verificar o padrão de aleitamento e a presença de hábitos de sucção não nutritiva em crianças na Unidade Saúde da Família de Chã de Areia em Mogeiro-PB. Métodos:
Estudo descritivo de tipo transversal, envolvendo 71 mães de crianças de 0 a 24 meses. O instrumento foi a entrevista estruturada, sendo realizada por uma única profissional.
Resultados: Observou-se que 67 (94,4%) crianças foram amamentadas no peito, sendo exclusiva até os três meses de vida em 35 (49,3%) destas. Em relação ao aleitamento artificial,
38 (53,5%) o faziam. Quanto ao uso de outras formas de ingestão, as colheres/copos foram os mais citados por 51 (71,8%) das mães. Cerca de 38 (53,5%) entrevistadas relataram que o conteúdo da mamadeira mais utilizado foi o leite artificial associado ao açúcar e farináceo, e 43 (60,2%) afirmaram a presença de hábitos de sucção não nutritiva. Conclusão: A prática do aleitamento materno na região foi relatada por muitas mães, entretanto observou-se a
introdução precoce das mamadeiras e de outros alimentos, principalmente do leite artificial e/ou açúcar na dieta das crianças. A prevalência de hábitos foi expressiva na amostra.

Palavras-chave


Aleitamento Materno; Programa Saúde da Família; Hábitos; Alimentação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/2063

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia