Percepção dos familiares de pessoas com esquizofrenia acerca da doença - doi: 10.5020/18061230.2012.p161

Janmille Morais Xavier, Eliane Magalhães de Brito, Rita Neuma Dantas Cavalcante de Abreu, Thereza Maria Magalhães Moreira, Lucilane Maria Sales da Silva, Silvânia Maria Mendes Vasconcelos

Resumo


Conhecer a percepção dos familiares de pessoas com esquizofrenia acerca da doença. Métodos: Trata-se de uma pesquisa descritiva, de natureza qualitativa, tendo como
sujeitos da pesquisa dez familiares de pessoas com diagnóstico médico de esquizofrenia, atendidos pelo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de um município do Ceará, Brasil. Utilizou-se como estratégia para coleta de dados a entrevista semiestruturada. A análise dos dados baseou-se no método de análise de conteúdo. Resultados: As categorias identificadas foram: identificação da doença; tratamento da esquizofrenia; dificuldades vivenciadas pelos familiares; a busca pela qualidade de vida da pessoa com esquizofrenia. Conclusão: No discurso dos familiares de pessoas com esquizofrenia percebeu-se que há lacunas no conhecimento sobre o diagnóstico da patologia, o que desperta para a necessidade deste aspecto ser esclarecido durante os encontros entre profissionais, usuários e familiares. Porém,
os outros aspectos da doença, como alterações comportamentais e formas de tratamento, foram mencionados pelos participantes do estudo.

Palavras-chave


Esquizofrenia; Família; Pesquisa Qualitativa

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2012.2224

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia