Conhecimento de técnicos de enfermagem sobre o método canguru na unidade neonatal

ROSANGELA AVIZ SILVA, Michelle Castro Barros, Marcia Helena Machado Nascimento

Resumo


Objetivo: Identificar o conhecimento dos técnicos de enfermagem sobre a aplicação do Método Canguru (MC) e analisar sua importância na assistência na Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal. Métodos: Pesquisa descritiva com abordagem qualitativa, realizada com 20 técnicos de enfermagem em uma unidade neonatal. Os dados foram coletados no período de março a abril de 2012 através da aplicação de entrevistas semiestruturadas e analisados através do método ídeo-central. Resultados: Evidenciou-se que os técnicos de enfermagem possuem conhecimento sobre o método canguru, entretanto, relatam dificuldades em identificar suas etapas no cotidiano da prática neonatal; acreditam ser importante na assistência, pois ajuda na recuperação, no crescimento e no desenvolvimento do recém-nascido; além de promover a participação dos pais, proporcionando uma assistência humanizada. Conclusão: Os técnicos de enfermagem investigados conhecem o MC e sua importância na assistência neonatal, embora apontem dificuldades quanto à identificação das suas etapas e a sua aplicabilidade em seus cotidianos.


doi:10.5020/18061230.2014.p124

Palavras-chave


Método Canguru; Recém-nascido; Enfermagem Neonatal.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Spehar MC, Seidl EMF. Percepções maternas no Método Canguru: contato pele a pele, amamentação e autoeficácia. Psicol Estud. 2013;18(4):647-56.

Almeida H, Venancio SI, Sanches MTC, Onuki D. Impacto do método canguru nas taxas de aleitamento materno exclusivo em recém-nascidos de baixo peso. J Pediatr. 2010;56(3):250-3.

Arivabene JC, Tyrrell MAR. Kangaroo mother method: mothers’ experiences and contributions to nursing. Rev Latino-Am Enfer. 2010;18(2):262-8.

Gontijo TL, Xavier CC, Freitas MIF. Avaliação da implantação do Método Canguru por gestores, profissionais e mães de recém-nascidos. Cad Saúde Pública. 2012;28(5):935-44.

Borck M, Santos EKA. Método canguru: práticas investigativas e de cuidado de enfermagem no modelo de adaptação de Roy. Esc Anna Nery Rev Enferm.2012;16(2):263-9.

Rodrigues MAG, Cano MAT. Estudo do ganho de peso e duração da internação do recém-nascido pré-termo de baixo peso com a utilização do método canguru. Rev Eletrônica Enferm. 2006;8(2):185-91.

Veras RM, Vieira JMF, Morais FRR. A maternidade prematura: o suporte emocional através da fé e religiosidade. Psicol Estud. 2010;15(2):325-32.

Hennig MAS, Gomes MASM, Morsch DS. Atenção humanizada ao recém-nascido de baixopeso. Método Canguru e cuidado centrado na família: correspondências e especificidades. Physis. 2010;20(3):835-52.

Santos L, Morais R, Freitas MJ, Santana R, Oliveira V, Nery F. Maternal perception of the skin to skin contact with premature infants through the kangaroo position. Rev Pesqui. Cuid Fundam. 2013;5(1):3504-14.

Ministério da Saúde (BR). Atenção á saúde do recémnascido: guia para os profissionais de saúde. Brasília:Ministério da Saúde; 2011.

Cabral IE, Groleau D. Breastfeeding practices after Kangaroo Mother Method in Rio de Janeiro: the necessity for he alth education and nursing intervention at home. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2009;13(4):763-71.

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Políticas de Saúde, Área da Saúde da Criança. Atenção humanizada ao recém-nascido de baixo peso: método mãe-canguru.Brasília: Ministério da Saúde; 2009.

Neves PN, Ravelli APX, Lemos JRD. Atenção humanizada ao recém-nascido de baixo-peso (método Mãe Canguru): percepções de puérperas. Rev Gaúcha Enferm. 2010;31(1):48-54.

Creswell JW. Qualitative inquiry and research design: Choosing among five approaces. 3th ed. California:Sage; 2012.

Fontanella BJB, Magdaleno Júnior R. Saturação teórica em pesquisas qualitativas: contribuições psicanalíticas.Psicol Estud. 2012;17(1):63-71.

Teixeira E. As três metodologias: acadêmica, da ciência da pesquisa. 5ª ed. Belém: Vozes; 2009.

Veras MR, Traverso YMA. A maternidade na política de humanização dos cuidados ao bebê prematuro e/ou de baixo peso: Programa Canguru. Rev Estud Fem. 2010;18(1):61-80.

Araújo CL, Rios CTF, Santos MH, Gonçalves APF.Método Mãe Canguru: uma investigação da prática domiciliar. Ciênc Saúde Coletiva. 2010;15(1):301-7.

Borck M, Santos EKA. Terceira etapa método Canguru: convergência de práticas investigativas e cuidado com famílias em atendimento ambulatorial. Rev Gaúcha Enferm. 2010;31(4):761-8.

Gontijo TL, Meireles AL, Malta DC, Proietti FA, Xavier CC. Evaluation of implementation of humanized care to low weight newborns - the Kangaroo Method. J Pediatr. 2010;86(3):33-9.

Sousa BB, Santos MH, Sousa FGM, Gonçalves APF, Paiva SS. Avaliação da dor como instrumento para cuidar de recém-nascidos pré-termo. Texto & Contexto Enferm. 2006;15(Esp):88-96.




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/2375

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia