Educação em saúde sobre vulvovaginites para mulheres atendidas em um centro de saúde da família

Renata Soares Morais, Maria Eliane de Sousa Albuquerque, Samy Loraynn Oliveira Moura, Germana Maria da Silveira, Marcelo dos Santos Feitoza, Denise Tomaz Aguiar

Resumo


Objetivo: Desenvolver ações educativas, visando à construção de conhecimento acerca das vulvovaginites, identificando o conhecimento adquirido e o desejo de mudança de atitude após as ações. Métodos: Pesquisa descritiva e qualitativa, realizada no Centro de Saúde da Família (CSF) Maria Adeodato, no município de Sobral-CE, no período de março a maio de 2013. Realizaram-se 10 ações educativas sobre vulvovaginites com mulheres atendidas no CSF, sendo abordadas temáticas diferentes. Cada ação foi estruturada em três momentos: diagnóstico do conhecimento prévio, ação educativa com o conteúdo a ser trabalhado e avaliação após a intervenção. A coleta de informações ocorreu por meio de entrevista semiestruturada, para identificação das participantes, e grupo focal, para as etapas de diagnóstico e avaliação, sendo os conteúdos analisados por meio de categorias temáticas. Resultados: Foram contempladas oito participantes, com idade entre 48 e 55 anos, escolaridade entre 1º ano do ensino fundamental e fundamental completo, a maioria solteira, com no mínimo cinco filhos, e que não realizavam o exame ginecológico com frequência. As categorias de análise geradas foram denominadas de “conhecimento das mulheres sobre o corpo e a sua higiene íntima”, “prevenção e controle de vulvovaginites” e “percepção das mulheres sobre exame ginecológico”. Percebeu-se que as participantes do estudo desconheciam a terminologia “vulvovaginite”, bem como sinais, sintomas e meios de transmissão da doença, ou tinham apenas um breve conhecimento sobre o assunto.Conclusão: Após as ações educativas, identificou-se a aquisição de conhecimento pelas participantes e expressões que indicaram o desejo de mudança.

doi: 10.5020/18061230.2014.p513

Palavras-chave


Vulvovaginite; Exame Ginecológico; Educação em Saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Cavalcante VLN, Miranda AT, Portugal GMP. Rastreamento de Candidose Vaginal Durante a Prevenção do Câncer Cérvico-Uterino. DST J Bras Doenças Sex Transm. 2005;17(1):44-8.

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção à Saúde. Controle dos cânceres do colo do útero e da mama. Brasília: Ministério da Saúde; 2006. (Cadernos de Atenção Básica, n. 13)

Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia – FEBRASGO, Jacyntho C. Manual de orientação em trato genital inferior e colposcopia: vulvovaginites. São Paulo: FEBRASGO; 2010.

Rocha SMM, Almeida MCP. O processo de trabalho da enfermagem em saúde coletiva e a interdisciplinaridade. Rev Latinoam Enferm. 2000;8(6):96-101.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Cidades@: informações sobre os municípios brasileiros. Brasília: IBGE; 2011 [acesso em 2014 Jun 1]. Disponível em: http://estados.ibge.gov.br/estadosat/ perfil.php?sigla= ce

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 11ª ed. São Paulo: Hucitec; 2008.

Ministério da Saúde (BR). Resolução CNS nº 466/12. Dispõe sobre diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Brasília: Conselho Nacional de Saúde; 2012.

Costa GMC, Gualda DMR. Conhecimento e significado cultural da menopausa para um grupo de mulheres. Ver Esc Enferm USP. 2008;42(1):81-9.

Salimena AMO, Coelho ACP, Melo MCSC, Greco RM, Almeida MIG. Conhecimentos e atitudes de mulheres varredoras de rua sobre o cuidado ginecológico. Texto & Contexto Enferm. 2012;21(1):43-51. 10. Oliveira HM, Gonçalves MJF. Educação em saúde:

uma experiência transformadora. Rev Bras Enferm. 2004;57(6):761-3.

Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia - FEBRASGO. Guia de Condutas sobre higiene genital feminina. São Paulo: FEBRASGO; 2009.

Soares MT. Percepção de mulheres sobre consulta de enfermagem, exame de Papanicolau e vulvovaginites [trabalho de conclusão de curso]. São Paulo: Faculdade de Medicina de Botucatu; 2010 [acesso em 2014 Jan 28]. Disponível em: http://base.repositorio.unesp.br/ handle/11449/121349

Leitão EF, Costa LLS, Brêda MZB, Albuquerque MCS, Jorge JS. A prática cotidiana de saúde das profissionais do sexo. Rev Bras Promoç Saúde. 2012;25(3):295-304.

Andrade SSC, Silva FMC, Silva MSS, Oliveira SHS, Leite KNS, Sousa MJ. Compreensão de usuárias de uma Unidade de Saúde da Família sobre o exame Papanicolaou. Ciênc Saúde Coletiva. 2013;18(8): 2301-10.




DOI: https://doi.org/10.5020/2734

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia