Hábitos de higiene bucal e índice de higiene oral de escolares do ensino público

Adriano Pivotto, Luciane Campos Gislon, Maria Mercês Aquino Gouveia Farias, Beatriz Helena Eger Schmitt, Silvana Marchiori de Araújo, Eliane Garcia da Silveira

Resumo


Objetivo: Verificar os hábitos de higiene bucal e o índice de higiene oral de escolares do ensino fundamental de escolas públicas do município de Itajaí-SC. Métodos: Investigação descritiva transversal. A amostra constou de escolares do primeiro ano do ensino fundamental de escolas públicas da rede municipal de Itajaí-SC matriculados em 2011. A coleta de dados foi realizada através de registro do Índice de Higiene Oral Simplificado (IHOS) das crianças e da aplicação de um questionário aos pais/responsáveis sobre a caracterização da higiene oral dos escolares. Resultados: Avaliaram-se 202 escolares. Quanto à escovação dental diária, 121 (59,9%) relataram que um adulto é o responsável pela realização desse procedimento na criança e 81 (40,1%) informaram que a própria criança executa a escovação. O número de escovações em 128 (63,4%) crianças foi de três vezes ao dia e o fio dental não era utilizado por 137 (68%). Encontrou-se em 114 (56,4%) escolares um IHOS classificado como higiene razoável – de 1,3 a 2. Com relação a como proceder com a higiene bucal da criança, 140 (69%) pais responderam já ter recebido essa informação e a fonte citada por 118 (58,4%) foi o cirurgião-dentista. Conclusão: Os escolares apresentaram hábitos de higiene bucal com deficiência na remoção da placa bacteriana e no uso do fio dental, resultando em um IHOS razoável.

doi: http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2013.p455

Palavras-chave


Educação em Saúde Bucal;Motivação; Saúde Bucal; Placa Dentária

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Locker D. Concepts of oral health, disease and the quality of life. In: Slade GD. Measuring oral health and quality of life. Chapel Hill: Department of Dental Ecology, School of Dentistry, University of NorthCarolina; 1997. p.11-25.

Oppermann RV. Diagnóstico e tratamento das doenças cárie e periodontal. In: Mezzomo E. Reabilitação oral para o clínico. São Paulo: Santos; 1994. p. 40-2.

Turssi CP, Marcantônio RAC, Boeck EM, Rocha AL.Influência do reforço da motivação no controle da placa bacteriana em escolares da zona rural. ABOPREV.1998;1(1):16-21.

Locker D. An introduction to behavioural science and dentistry. London: Tavistock; 1989.

Bottan ER, Ketzer JC, Oliveira LK, Tames SAF, Campos L, Farias MMGA. Educação em saúde bucal:perspectivas de integração entre professores do ensino fundamental e cirurgiões-dentista em um município do vale do Itajaí (SC). Salusvita. 2012;29(1):7-16.

Bottan ER, Campos L, Verwiebe AP. Significado do conceito de saúde na perspectiva de escolares do ensino fundamental. Rev Bras Promoç Saúde. 2008;21(4):240-5.

Campos L, Bottan ER, Farias J, Silveira EG. Conhecimento e atitudes sobre saúde e higiene bucal dos professores do ensino fundamental de Itapema-SC.Rev Odontol UNESP. 2008;37(4):389-94.

Toledo AO. Papel do Odontopediatra. In: Manual de referência para procedimentos clínicos em Odontopediatria. Espírito Santo: Associação Brasileira de Odontopediatria; 2009. cap. 2. p. 5-6.

Greene JC, Vermillion JR. The simplified oral hygiene index. J Am Dent Assoc. 1964;68:7-13.

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Vigilância em Saúde. SB Brasil 2010: Pesquisa Nacional de Saúde Bucal: resultados principais. Brasília: Ministério da Saúde; 2012.

Rodrigues VP, Lopes FF, Abreu TQ, Neves MIR, Cardoso N. Avaliação dos hábitos de higiene bucal de crianças durante o período de internação hospitalar.Odontol Clín Cient. 2011;10(1):49–55.

Paredes SO, Almeida DB, Fernandes JMFA, Forte FDS, Sampaio FC. Behavioral and social factors related to dental caries in 3 to 13 year-old children from João Pessoa, Paraíba, Brazil. Rev Odonto Ciênc. 2009;24(3):231-5.

Souza Filho MD, Carvalho GDF, Martins MCC.Consumo de alimentos ricos em açúcar e cárie dentária em pré-escolares. Arq Odontol. 2010;46(3):152-9.

Antunes LS, Soraggi MBS, Antunes LAA, Corvino MPF. Conhecimentos, práticas e atitudes de responsáveis frente à saúde bucal do pré-escolar. Odontol Clín Cient. 2008;7(3):241-6.

Figueira TR, Leite ICG. Conhecimentos e práticas de pais quanto à saúde bucal e suas influências sobre os cuidados dispensados aos filhos. Pesqui Bras Odontopediatria Clín Integr. 2008;8(1):87-92.

Menezes VA, Lorena RPF, Rocha LCB, Leite AF, Ferreira JMS, Granville-Garcia AF. Oral hygiene practices, dental service use and oral health selfperception of schoolchildren from a rural zone in the Brazilian Northeast region. Rev Odonto Ciênc.2010;25(1):25-31.

Ferreira JMS, Bezerra IF, Cruz RES, Vieira ITA, Menezes VA, Granville-Garcia AF. Práticas de pais sobre a higiene bucal e dieta de pré-escolares da rede pública. RGO (Porto Alegre). 2011;59(2):265-70.

Hidalgo NN, Abreu EAG, Martinez AR, Mon MA, Tiguero RJP. Factores de riesgo asociados a lesiones incipientes de caries dental en niños. Rev CubaEstomatol. [periódico na internet]. 2013 [acessoem 2013 Dez 12]; 50(2). Disponível em: http://www.revestomatologia.sld.cu/index.php/est/article/view/190/16

Gato-Fuentes IH, Riverón JDE, Quiñones JAP. La caries dental: algunos de los factores relacionados con su formación en niños. Rev Cubana Estomatol [periódicona internet]. 2008 [acesso em 2013 Dez 12];45(1).Disponível em: http://scielo.sld.cu/pdf/est/v45n1/est04108.pdf

Lulick-Dukic O, Juric H, Dukic W, Glarina D. Factors predisposing to early childhood caries (EEC) in children of preschool age in the city of Zagreb, Croatia.Coll Antropol. 2010; 25(1):297-309.

Hidalgo NN, Abreu EAG, Hernandez MIV, Tiguero RJP. Prevalencia de lesiones incipientes de caries dental en niños escolares. Rev Cubana Estomatol [periódico na internet]. 2008 [acesso em 2013 Dez 12];45(2). Disponível em: http://scielo.sld.cu/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S003475072008000200006&lng=es&nrm=iso

Andrade LHR, Buczynski AK, Luiz RR, Castro GF,Souza IPR. Impacto de La salud oral en la calidad de vida de los niños pre-escolares: percepción de los responsables. Acta Odontol Venez. 2011;49(4):1-9.

Soraggi MBS, Antunes LS, Antunes LAA, Corvino MPF. A cárie dentária e suas condicionantes em crianças de uma escola pública municipal em Niterói, RJ. Pesqui Bras Odontopediatria Clín Integr. 2007;7(2):119-24.

Valença AMG, Vasconcelos FGG, Cavalcanti AL, Duarte RC. Hábitos de higiene, prevalência de manchas brancas e gengivite em crianças de 4 a 12 anos. Pesqui Bras Odontopediatria Clín Integr. 2002;2(1):10-15.

Vasel J, Bottan ER, Campos L. Educação em saúde bucal: análise do conhecimento dos professores do ensino fundamental de um município da Região do Vale do Itapocu (SC). RSBO. 2008;5(2):12-8.

Aragão AKR, Sousa PGB, Ferreira JMS, Duarte RC, Menezes VA. Conhecimento de Professores das CrechesMunicipais de João Pessoa Sobre Saúde Bucal Infantil. Pesq Bras Odontoped Clin Integr. 2010;10(3):393-8.

Maltz M, Silva BB. Relação entre cárie dentária, gengivite e fluorose e nível socioeconômico em escolares. Rev saúde pública. 2001; 35(2):170-6

Prado JS, Aquino, DR, Cortelli JR, Cortelli SC.Condição dentária e hábitos de higiene bucal em crianças com idade escolar. Rev Biociênc. 2001;7(1):63-9.

Cascaes AM, Peres KG, Peres MA, Demarco FF, Santos I, Matijasevich A, et al. Validade do padrão de higiene bucal de crianças aos cinco anos de idade relatado pelas mães. Rev Saúde Pública. 2011;45(4):668-75.

Chaves RA, Neves AM, Miranda KCO, Passos IA,Oliveira AFB. Consultório odontológico na escola:análise da saúde gengival e do nível de higiene oral. RGO (Porto Alegre). 2011;59(1):29-34.

Campos L, Bottan ER, Birolo JB, Silveira EG, Schimitt BHE. Conhecimento de mães de diferentes classes sociais sobre saúde bucal no município de Cocal do Sul (SC). RSBO. 2010;7(3):287-95.

Santos MF, Andrighetto AG, Lamas AE, Dockhorn DM. Relação entre doença cárie e gengivite e condições socioeconômicas dos usuários da Creche ComunitáriaCentro Infantil Murialdo. Bol Saúde. 2004;18(1):113-21.




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/3107

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia