Perfil nutricional de adolescentes praticantes de exercício resistido

Emília Gama de Carvalho, Lara Machado Matos, Ana Carolina Montenegro Cavalcante, Juliana Zani de Almeida

Resumo


Objetivo: Analisar o perfil nutricional de adolescentes praticantes de exercício resistido, determinando a adequação do consumo calórico de macronutrientes e micronutrientes e o estado nutricional destes. Métodos: Tratou-se de um estudo do tipo observacional, transversal e descritivo, realizado de agosto a setembro de 2010 em uma academia de Fortaleza-CE, sendo aplicado, com os adolescentes, um questionário contendo dados de identificação, antropométricos, alimentares e complementares. Os dados foram analisados através do software Avanutri, que avaliou o estado nutricional e o consumo calórico de macronutrientes e micronutrientes dos adolescentes. Resultados: A amostra do estudo constituiu-se de 33 alunos, dos quais 66,7% (22) eram do sexo masculino e 33,3% (11), do sexo feminino. Destaca-se que a maioria do sexo masculino – 60,6% (20) – e do sexo feminino – 27,3% (9) – encontrava-se com o Índice de Massa Corporal (IMC) adequado. Quanto à ingestão calórica, predominou o consumo insuficiente entre os meninos – 39,4% (13). Com relação aos macronutrientes, o consumo insuficiente de carboidratos predominou em ambos os sexos. A ingestão proteica estava adequada na maioria do grupo e o consumo lipídico predominante foi excessivo. Quanto aos micronutrientes, houve grande inadequação, principalmente na ingestão de cálcio, vitaminas A, B2, B6, zinco, magnésio e cobre. A vitamina E, niacina e piridoxina estavam sendo consumidas em valores possivelmente nocivos. Conclusão: Apesar de a maioria dos adolescentes ter apresentado estado nutricional normal, os recordatórios analisados demonstraram uma grande inadequação, podendo, em longo prazo, trazer prejuízos à saúde.

doi: http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2013.p489

Palavras-chave


Nutrição; Adolescente; Exercício Físico

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Organización Mundial De La Salud. La salud de los jóvenes: un reto y una esperanza. Ginebra; 1995.

Castro IRRC, Levy RB, Cardoso LO, Passos MD,Sardinha LMV, Tavares LF et al. Imagem corporal,estado nutricional e comportamento com relação ao peso entre adolescentes brasileiros. Ciênc Saúde Coletiva. 2010;15(Supl 2):3099-108.

Garcia gcb, Gambardella, AMD, Frutuoso MFP. Estado nutricional e consumo alimentar de adolescentes de um centro de juventude da cidade de São Paulo. Rev Nutr, 2003;16(1):41-50.

Sousa EF. Avaliação nutricional de adolescentes fisicamente ativos do Distrito Federal [dissertação].Brasília: Universidade de Brasília; 2006.

Meyer F, Perrone CA. Considerações nutricionais para crianças e adolescentes que praticam esportes. Arq Sanny Pesq Saúde. 2008;1(1):49-56.

Lopes CAA, Resende IC, Figueiredo DB, Ferreira ELP, Navarro F, Nunes EA. Práticas alimentares inadequadas interferem na composição corporal de mulheres frequentadoras de uma academia em Sobradinho-DF. Rev Bras Obesidade Nutrição Emagrecimento.2007;1(6):28-37.

Allen JG, Overbaugh KA. The adolescent athlete. Part III: the role of nutrition and hydration. J Pediatr HealthCare. 1994;8:250-254.

Damilano LPR. Avaliação do consumo alimentar de praticantes de musculação de uma academia de Santa Maria-RS [trabalho de conclusão de curso].Rio Grande do Sul: Centro Universitário Franciscano (UNIFRA);2006.

Azevedo PHSM, Oliveira JC, Aguiar AC, Oliveira PAF, Marques AT, Baldissera V. Identificação do limiar de lactato nos exercícios resistidos: rosca bíceps emesa flexora. Rev Dig. [periódico na internet]. 2005[acesso em 2012 Abr 15];10(87). Disponível em: www.efdeportes.com/efd87/limiar.htm

Lollo PCB, Tavares MCGCF, Montagner PC. Educação física e nutrição. Rev Dig. [periódico na internet]. 2004[acesso em 2012 Jan 20];10(79). Disponível em: www.efdeportes.com/efd79/nutricao.htm

Pereira JMO, Cabral P. Avaliação dos conhecimentos básicos sobre nutrição de praticantes de musculação em uma academia da cidade de Recife. Rev Bras NutrEsp. 2007;1(1):40-7.

Silva AM, Giavoni A, Melo, GF. Análise da importância atribuída aos nutricionistas desportivos pelos administradores de academias de ginástica do Distrito Federal. Rev Dig. [periódico na internet].2005 [acesso em 2010 Nov 28];10(90). Disponível em: www.efdeportes.com/efd90/nutri.htm

World Health Organization - WHO. Geneva, 2007.Disponível em: http://www.who.int/growthref/en/

FAO/OMS. Human energy requerements. FAO/OMS/ UNU, Série de informes técnicos. Genebra:Organizacíon Mundial de la Salud, 2001.

Amorim PR, Gomes TP. Gasto energético na atividade física: pressupostos, técnicas de medidas e aplicabilidade. Rio de Janeiro: Shape; 2003.

Panza VP, Coelho MSPH, Pietro PFD, Assis MAA,Vasconcelos FAG. Consumo Alimentar de Atletas:Reflexões Sobre Recomendações Nutricionais, Hábitos Alimentares e Métodos Para Avaliação do Gasto e Consumo Energéticos. Rev Nutr. 2007;6(20):681-92.

Institute of Medicine, Food and Nutrition Board. Dietary Reference Intakes. Applications in dietary planning. Washington DC: National Academy Press; 2005.

Statistical Package for Social Sciences 17.0: SPSS for Windows. 2004.

Soares CS, Andrade GBFG, Viganó MG, Veiga R,Nacif M. Avaliação do consumo de suplementos por praticantes de atividade física em uma academia do município de São Paulo. Rev Dig [periódico na internet].2010 [acesso em 2010 Out 29];14(140). Disponível em: www.efdeportes.com/efd140/consumo-desuplementos- alimentares-em-uma-academia.htm

Baruki SBS, Rosado LEFPL, Rosado GP, Ribeiro RCL. Associação entre estado nutricional e atividade física em escolares da Rede Municipal de Ensino em Corumbá – MS. Rev Bras Med Esp. 2006;12(2):80-4.

Lamounier JA. Situação da obesidade na adolescência no Brasil. In: Simpósio Obesidade e anemia carencial na adolescência. São Paulo: Instituto Danone; 2000.

Juzwiak CR, Paschoal VCP, Lopez FA. Nutrição e atividade física. J Pediatr. 2000;76(3):49-58.

Morelli MYG, Burini RC. Conseqüências metabólicas do uso prolongado do jejum ou de dietas hipocalóricas para redução de peso. Nutr Paut. 2006;14(78):30-6.

Braggion GF, Matsudo SMM, Matsudo VKR. Consumo alimentar, atividade física e percepção da aparência corporal em adolescentes. Rev Bras Mov.2000;8(1):15-21.

Oliveira AF, Fatel ECS, Soares BM, Círico D. Avaliação nutricional de praticantes de musculação com objetivo de hipertrofia muscular do município de Cascavel, PR.Colloquium Vitae. 2009;1(1):44-52.

Corrêa FF, Speridião PGLS, Fagundes Neto U.Estrutura e função dos carboidratos. Jorn Pediat Gastroe Nutr Liver Diseases. 2006;10(2):1-5.

Bar-Or OMD. Nutrição para crianças e adolescentes esportistas. Rev Nutr Esp. 2000;12(3):1-8.

Rosaneli CF, Donin M. Perfil alimentar de adolescentes do sexo feminino praticantes de basquetebol do município de Toledo Paraná. Rev Saúde Biol.2007;2(1):4-13.

Ramos AS. Avaliação do estado nutricional de universitários [dissertação] Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais; 2005.

Ramalho RA, Flores H, Saunders C. Hipovitaminose A no Brasil: um problema de saúde pública. Rev P Saude Pub. 2002;12(2):117-22.

Mahan LK. Vitaminas. In: Krause: alimentos, nutrição e dietoterapia. 9ª ed. São Paulo: Roca; 1998. p. 96-9.

Mafra D, Cozzolino SMF. Importância do zinco na nutrição humana. Rev Nutr. 2004;17(1):79-87.

Oliveira KJF, Koury JC, Donangelo CM. Micronutrientes e capacidade antioxidante em adolescentes sedentários e corredores. Rev Nutr.2007;20(2):171-9.




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/3113

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia