Desenvolvimento infantil e prematuridade: uma reflexão sobre o conhecimento e as expectativas maternas

Maria Raquelle de Oliveira Melo, Izabella Santos Nogueira de Andrade

Resumo


Objetivo: Investigar o conhecimento e as expectativas maternas sobre o desenvolvimento de seus filhos prematuros. Métodos: Estudo do tipo qualitativo, realizado no Núcleo de Atenção Médica Integrada (NAMI) da Universidade de Fortaleza (UNIFOR), Ceará, Brasil, no período de fevereiro a dezembro de 2012, do qual participaram mães de crianças nascidas prematuras atendidas pela instituição. Realizou-se a coleta de dados por meio de uma entrevista semiestruturada, com questões norteadoras: conhecimento sobre o desenvolvimento infantil normal; relação da prematuridade com o desenvolvimento; possíveis comprometimentos no desenvolvimento de crianças prematuras; e as expectativas maternas em relação ao futuro de seus filhos. Consideraram-se as seguintes temáticas: conhecimento materno sobre desenvolvimento normal; percepção das mães quanto aos atrasos e comprometimentos no processo de desenvolvimento; e expectativas maternas quanto à evolução do desenvolvimento de seus filhos prematuros. As entrevistas foram transcritas e analisadas conforme a técnica de análise de conteúdo. Resultados: Perceberam-se dificuldades no conhecimento relacionado ao desenvolvimento normal e no que tange aos atrasos e comprometimentos do prematuro. As expectativas maternas quanto à evolução do processo de desenvolvimento de seus filhos prematuros foram consideradas satisfatórias. Enfatizou-se a equipe interdisciplinar no processo de seguimento do desenvolvimento do prematuro, bem como a importância dessa equipe para as mães. Conclusão: Percebeu-se que as mães entrevistadas apresentaram dificuldades tanto em descrever o desenvolvimento infantil normal quanto o desenvolvimento relacionado à prematuridade e revelaram expectativas positivas quanto ao desenvolvimento futuro de seus filhos.

doi:http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2013.p548

Palavras-chave


Comportamento Materno; Nascimento Prematuro; Desenvolvimento Infantil.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Organização Mundial de Saúde - OMS. A incidência mundial de nascimento pré-termo: uma revisão sistemática de mortalidade e morbidade materna.Boletim da Organização Mundial da Saúde.2010;88:31-8.

Arruda DC, Marcon SS. Experiência da família ao conviver com sequelas decorrentes da prematuridade do filho. Rev Bras Enferm.2010;63(4):595-602.

Fleck A. O bebê imaginário e o bebê real no contexto da prematuridade [dissertação]. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul; 2011.

Pinto ID, Padovani FHP, Linhares MBM. Ansiedade e depressão materna e relatos sobre o bebê prematuro.Psic Teor Pesq. 2009;25(1):75-83.

Cunha EFC, Carvalho MMSB, Mendonça ACM. Emoções de mães de bebês prematuros: a perspectiva profissional. Contextos Clínicos. 2011;4(2):80-7.

Souza NL, Araújo ACPF, Azevedo GD, Jerônimo SMB, Barbosa LM, Sousa NML. Percepção materna com o nascimento prematuro e vivência da gravidez com préeclampsia. Rev Saúde Pública. 2007;41(5):704-10.

Fraga DA, Linhares MBM, Carvalho AEV, Martinez FE. Desenvolvimento de bebês prematuros relacionado a variáveis neonatais e maternas. Psicol Estud. 2008;13(2):335-44.

Scarabel CA. Experiência da puérpera com o parto prematuro e internação do seu recém-nascido num Unidade de Terapia Intensiva Neonatal: estudo apartir da psicologia analítica [dissertação]. São Paulo:Universidade de São Paulo; 2011.

Kobarg APR, Vieira ML. Crenças e Práticas de Mães sobre o Desenvolvimento Infantil nos Contextos Rural e Urbano. Psicol Reflex Crít. 2008;21(3):401-8.

Zomignani AP, Zambelli HJL, Antonio MARGM. Desenvolvimento cerebral em recém-nascidos prematuros. Rev Paul Pediatr. 2009;27(2):198-203.

Giaretta CB, Simone M, Fuentefria RN. Desenvolvimento Neuropsicomotor de lactantes prematuros vinculados à clínica da Mulher de Chapecó. Rev Neurociencia. 2011;19(4):642-52.

Rodrigues OMPR, Bolsoni-Silva AT. Efeitos da prematuridade sobre o desenvolvimento de lactentes. Rev Bras Crescimento Desenvolv Hum. 2011;21(1):111-21.

Lamonica DAC, Picolini MM. Habilidades do desenvolvimento de prematuros. Rev CEFAC. 2009;11(2):145-53.

Volpi SCP. Aquisição de habilidades motoras até amarcha independente em prematuros de muito baixo peso J Pediatr (Rio J.). 2010;86(2):143-8.

Manacero S, Nunes ML. Avaliação do desempenho motor de prematuros nos primeiros meses de vida na Escala Motora Infantil de Alberta (AIMS). J Pediatr.(Rio J.). 2008;84(1):53-9.

Guedes ZCF. A prematuridade e o desenvolvimento delinguagem. Rev Soc Bras Fonoaudiol. 2008;13(1):97-8.

Isotani SM, Azevedo MF, Chiari BM. Linguagem expressiva de crianças nascidas pré-termo e termo aos dois anos de idade. Pró-Fono R Atual Cient. 2009;21(2):155-60.

Rodrigues MCC, Mello RR, Silva KS, Carvalho ML. Desenvolvimento cognitivo de prematuros à idade escolar: proposta de modelo hierarquizado para investigação dos fatores de risco. Cad SaúdePública. 2011;27(6):1154-64.

Lamonica DAC, Carlino FC, Alvarenga KF. Avaliação da função auditiva receptiva, expressiva e visual em crianças prematuras. Pró-Fono R Atual Cient. 2010;22(1):19-24.

Castro AG, Lima MC, Aquino RP, Eickmann SH. Desenvolvimento do sistema sensório motor oral e motor global em lactentes pré-termo. Pró-Fono R Atual Cient. 2007;19(1):29- 38.

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 12ª ed. São Paulo: Hucitec; 2010.

Bardin L. Análise do conteúdo. Portugal: Edições 70; 2004.

Frota MA, Bezerra JN, Férrer MLS, Martins MC, Silveira VG. Percepção materna em relação ao cuidado e desenvolvimento infantil. Rev Bras Promoç Saúde. 2011;24(3):245-50.

Sá FE, Sá RC, Pinheiro LMF, Callou FEO. Relações interpessoais entre profissionais e mães de prematuro da Unidade Canguru. Rev Bras Promoç Saúde. 2010; 23(2):144-9.




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/3122

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia