Avaliação do Índice de Massa Corporal (IMC) em mulheres hipertensas - doi: 10.5020/18061230.2003.p34

Zélia Maria de Sousa Araújo Santos, Raimunda Magalhães da Silva, Samélia Léa Menezes Becker

Resumo


A prevalência da hipertensão arterial é aproximadamente três vezes maior em obesos do que em indivíduos com peso saudável. O estudo objetivou a análise do índice de massa corporal (IMC) em 200 mulheres hipertensas acompanhadas na Liga de Hipertensão Arterial de uma Instituição Pública de Saúde no município de Fortaleza. Na amostra investigada 61% das mulheres tinham o ensino fundamental incompleto; 118 (59%) tinham renda familiar de 1 a 2 salários mínimos, 61% eram obesas e 30% tinham sobrepeso. Em 150 (75%) mulheres desvendou-se história familiar de hipertensão arterial, 98 (49%) de infarto agudo do miocárdio e 97 (48%) de acidente vascular cerebral. Os resultados deste estudo evidenciaram variação do IMC, com predomínio de obesas seguido de sobrepeso. É imprescindível um acompanhamento eficaz para esta clientela devido a presença de fatores de risco para doença cardiovascular e cerebrovascular.

Palavras-chave


Índice de Massa Corporal; Mulheres; Hipertensão Arterial Sistêmica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/329

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia