Prevalência e fatores associados ao sobrepeso e obesidade entre adolescentes de uma escola pública

Maria Meimei Brevidelli, Raquel Machado Cavaca Coutinho, Lidiana Flora Vidoto Costa, Lidiane Conceição Costa

Resumo


Objetivo: Verificar a prevalência e os fatores associados ao sobrepeso e à obesidade entre adolescentes de uma escola pública em Campinas, São Paulo. Métodos: Estudo observacional, transversal, realizado entre julho e setembro de 2013, com 107 jovens entre 15 e 19 anos que cursavam o ensino médio em uma escola pública do município de Campinas, São Paulo. Utilizou-se um questionário para investigar dados sociodemográficos e fatores de risco para sobrepeso e obesidade. Além disso, verificaram-se dados clínicos (peso, altura, pressão arterial). Resultados: A amostra se caracterizou com predomínio de mulheres (n=65, 60,7%) com 16,5 anos em média e renda familiar entre 2 e 4 salários mínimos (n=53, 49,5%).A prevalência de sobrepeso e obesidade foi de 18 (16,8%) e 9 (8,4%), respectivamente. Destaca-se que 62 (58%) sempre omitiam uma refeição, 54 (50,5%) sempre se alimentavam vendo televisão e 56 (52,3%) não praticavam atividade física fora da escola. Tentar e não conseguir fazer dieta foi associado ao sobrepeso e à obesidade, e autoimagem curvilínea foi associada à obesidade. Conclusão: O estudo revelou que parte significativa da amostra estava com sobrepeso ou obesidade. A falha em manter uma dieta e a autoimagem curvilínea associadas às alterações nutricionais sugerem que os adolescentes tinham consciência dessas alterações e se preocupavam com o próprio peso, a ponto de buscarem a dieta para tentar emagrecer.

Palavras-chave


Nutrição do Adolescente; Obesidade Pediátrica; Sobrepeso.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Terres NG, Pinheiro RT, Horta BL, Pinheiro KAT, Horta LL. Prevalência e fatores associados ao sobrepeso e à obesidade em adolescentes. Rev Saúde Pública. 2006;40(4):627-33.

Barbieri AF, Mello RA. As causas da obesidade: uma análise sob a perspectiva materialista histórica. Rev Facul Educação Física Unicamp. 2012;10(1):133-53.

Ministério da Saúde (BR). Obesidade. Brasília: Secretaria de Atenção à Saúde; 2006. (Caderno de Atenção à Saúde, n. 12).

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde. VIGITEL - Vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico. Brasília: Ministério da Saúde (BR); 2015.

Verde SMML. Obesidade infantil: o problema de saúde pública do século 21. Rev Bras Promoç Saúde. 2014;27(1):1-2.

Enes CC, Slater B Obesidade na adolescência e seus principais fatores determinantes. Rev Bras Epidemiol. 2010;13(1):163-71.

Rodrigues PA, Marques MH, Chaves MGAM, Souza CF, Carvalho MF. Prevalência e fatores associados a sobrepeso e obesidade em escolares da rede pública. Ciênc Saúde Coletiva. 2011;16(Supl 1):1581-8.

Freitas ASS1, Coelho SC, Ribeiro RL. Obesidade infantil: influência de hábitos alimentares inadequados. Saúde & Amb Rev. 2009;4(2):9-14.

Bergmann GG, Bergmann MLA, Moreira RB, Pinheiro ES, Marques AC, Gaya A. Sobrepeso e obesidade na infância e adolescência: possibilidades de medidas e reflexões sobre as propostas de avaliação. Rev Bras Ativ Fís Saúde. 2011;16(1):62-9.

Ferreira JS, Aydos RD. Prevalência de hipertensão arterial em crianças e adolescentes obesos. Ciênc Saúde Coletiva. 2010;15(1):97-104.

Caram LA, Lomazi EA. Hábito alimentar, estado nutricional e percepção da imagem corporal de adolescentes. Rev Adolesc Saúde. 2012;9(2):21-9.

Rosa MF, Gonçalves S. Moderadores e mediadores da relação entre a psicopatologia e a obesidade ou sobrepeso na adolescência. Psicol Saúde Doenças. 2011;12(2):224-36.

Branco LM, Hilário MOE, Cintra IP. Percepção e satisfação corporal em adolescentes e a relação com seu estado nutricional. Rev Psiquiatr Clín (São Paulo). 2006;33(6):1-7.

Nobre LN, Sammour SNF, Costa Sobrinho PS. Índice de massa corporal e circunferência de cintura como preditores de pressão arterial alterada em adolescentes.Rev Méd Minas Gerais. 2011;21(4):404-12.

Tassitano RM, Barros MVG, Tenório MCM, Bezerra J, Hallal PC. Prevalência e fatores associados ao sobrepeso e à obesidade em adolescentes, estudantes de escolas de Ensino Médio de Pernambuco, Brasil. Cad Saúde Pública. 2009;25(12):2639-52.

Mendonça MRT, Silva MAM, Rivera IR, Moura AA. Prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes da cidade de Maceió. AMB Rev Assoc Med Bras. 2010;56(2):192-6.

Paula FAR, Lamboglia CMGF, Silva VTBL, Monteiro MS, Moreira AP, Pinheiro MHNP, et al. Prevalência de sobrepeso e obesidade em escolares da rede pública e particular da cidade de Fortaleza. Rev Bras Promoç Saúde. 2014;27(4):455-61.

Oliveira AMA, Cerqueira EMM, Souza JS, Oliveira AC. Sobrepeso e obesidade infantil: influência de fatores biológicos e ambientais em Feira de Santana, BA. Arq Bras Endocrinol Metab. 2003;47(2):144-50.

Tenório MCM, Barros MVG, Tassitano RM, Tenório JM, Hallal PC. Atividade física e comportamento sedentário em adolescentes estudantes do ensino médio. Rev Bras Epidemiol. 2010;13(1):105-17.

Sociedade Brasileira de Cardiologia: VI Consenso Brasileiro de Hipertensão. Rev Bras Hipertens.2010(1):7-10.

Rivera IR, Silva MAM, Silva RATA, Oliveira BAV,Carvalho ACC. Atividade física, horas de assistência à TV e composição corporal em crianças e adolescentes. Arq Bras Cardiol. 2010;95(2):159-65.

Secretaria Municipal de Saúde do Estado de São Paulo. Manual de Atenção à Saúde do Adolescente. São Paulo; 2006.

Hallal PC, Knuth AG, Cruz DKA, Mendes MI, Malta DC. Prática de atividade física em adolescentes brasileiros. Ciênc Saúde Coletiva. 2010;15(Supl 2):3035-42.

Serrano SQ, Vasconcelos MGL de, Silva GAP, Cerqueira MMO, Pontes CM. Percepções do adolescente obeso sobre as repercussões da obesidade em sua saúde. Rev Esc Enferm USP. 2010;44(1):25-31.

Santos LM, Dias MRMG, Uchimura KY. Percepções de adolescentes obesos sobre seu estado nutricional. Rev Eletrônica Facul Evang Paraná 2012;2(3):72-84.

Alli LR, Mattos AP, Halpern R, Bergmann MLA, Costanzi CB, Rech RR. Obesidade infantil e fatores psicossocioculturais. RBPFEX. 2007;1(3):21-8.

Silveira JAC, Taddei JAAC, Guerra PH, Nobre MRC. A efetividade de intervenções de educação nutricional nas escolas para prevenção e redução do ganho excessivo de peso em crianças e adolescentes: uma revisão sistemática. J Pediatr (Rio J). 2011;87(5):382-92.




DOI: https://doi.org/10.5020/18061230.2015.p379

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia