Influência da saúde bucal sobre a qualidade de vida de adolescentes escolares

Suyene de Oliveira Paredes, Oristácio de Sousa Leal Júnior, Alcyone de Oliveira Paredes, Jocianelle Maria Félix de Alencar Fernandes, Valdenice Aparecida Menezes

Resumo


Objetivo: Investigar o impacto da saúde bucal em relação à qualidade de vida de adolescentes escolares, associando-o às condições sociodemográficas. Métodos: Estudo de campo transversal e quantitativo desenvolvido em 2012, no município de Sumé-PB, com 184 adolescentes na faixa etária de 15 a 19 anos. Para avaliar o impacto, aplicou-se o questionário Oral Health Impact Profile (OHIP-14) aos participantes, enquanto para a obtenção dos dados referentes às condições sociodemográficas, os pais ou responsáveis responderam a um segundo questionário. Utilizou-se o teste Qui-quadrado para associar o impacto da saúde bucal sobre a qualidade de vida e as variáveis sociodemográficas pesquisadas, sendo considerados significativos com p<0,05. Resultados: Em geral, o impacto foi considerado fraco em 167 pesquisados (90,8%). “Dor física” foi a dimensão na qualidade de vida mais afetada pelas questões bucais entre aquelas que resultaram em impacto médio (22,8%; n=42). Apenas as variáveis “Situação do imóvel” e “Acomodação” associaram-se ao impacto geral (p<0,05). Os reduzidos percentuais de impacto geral forte (1,1%; n=2) relacionaram-se aos adolescentes cujas mães só estudaram até o ensino fundamental, ou às famílias que vivem com um salário mínimo ou menos (1,1%). Conclusão: Observou-se que as condições de saúde bucal apresentaram um impacto negativo fraco na qualidade de vida dos adolescentes investigados. As análises das condições sociodemográficas dos indivíduos relacionadas ao impacto geral da qualidade de vida relacionada à saúde oral associaram-se as variáveis “Situação do imóvel” e “Acomodação”.

Palavras-chave


Adolescente; Qualidade de Vida; Saúde Bucal.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Ministério da Saúde (BR). Atenção psicossocial a crianças e adolescentes no SUS: tecendo redes para garantir direitos. Brasília : Ministério da Saúde; 2014.

Barbosa TS, Castelo PM, Leme MS, Gavião MBD. Associations between oral health-related quality of life and emotional status in children and preadolescents. Oral Dis. 2012; 18(7):639-47.

Brennan DS, Spencer AJ. Dental visiting history between ages 13 and 30 years and oral healthrelated impact. Community Dent Oral Epidemiol. 2014;42(3):254-62.

Freire MD, Jordão LM, Malta DC, Andrade SS, Peres MA. Socioeconomic inequalities and changes in oral health behaviors among Brazilian adolescents from 2009 to 2012. Rev Saúde Pública. 2015;49:1-10.

Hedge S, Panwar S, Bolar DR, Sanghavi MB. Characteristics of occlusion in primary dentition of preschool children of Udaipur, India. Eur J Dent. 2012;6(1):51-5.

Silveira MF, Martins AMEBL, Santos Neto PE, Oliveira PEA, Almeida JC, Freire RS, et al. Adolescentes: uso de serviços odontológicos, hábitos e comportamentos relacionados à saúde e autopercepção das condições de saúde bucal. Unimontes Científica. 2012;14(1):17085.

Paula JS, Meneghim MC, Pereira AC, Mialhe FL. Oral health, socio-economic and home environmental factors associated with general and oral-health related quality of life and convergent validity of two instruments. BMC Oral Health. 2015;15:26.

Peres KG, Cascaes AM, Leão AT, Côrtes MI, Vettore MV. Aspectos sociodemográficos e clínicos da qualidade de vida relacionada à saúde bucal em adolescentes. Rev Saúde Pública. 2013;47(Supl 3): 19-28.

Vieira APGF, Jamile PK. Impacto da atenção odontológica na saúde bucal de crianças. Rev Bras Promoç Saúde. 2012;24(1):10-5.

Casemiro JP, Fonseca ABC, Secco FVM. Promover saúde na escola: reflexões a partir de uma revisão sobre saúde escolar na América Latina. Ciênc Saúde Coletiva. 2014;19(3):829-40.

Kusma SZ, Moysés ST, Moysés SJ. Promoção da saúde: perspectivas avaliativas para a saúde bucal na atençãoprimária em saúde Health promotion: perspectives for evaluation of oral health in primary healthcare. Cad Saúde Pública. 2012;28(Supl):9-19.

Leite CT, Vieira RP, Machado CA, Quirino GDS, Machado MFAS. Prática de educação em

saúde percebida por escolares. Cogitare Enferm. 2014;19(1):13-9.

Ministério do Planejamento (BR). Orçamento e Gestão: Sinopse do Censo Demográfico 2010. Rio de Janeiro: IBGE; 2011.

Barbosa TS, Gavião MB. Quality of life and oral health in children - Part II: Brazilian version of the Child Perceptions Questionnaire. Ciênc Saúde Coletiva. 2011;16(7):3267-76.

Bastos R, Carvalho ES, Xavier A, Caldana ML, Bastos JRM, Lauris JRP. Dental caries related to quality of life in two Brazilian adolescent groups: a cross-sectional randomised study. Int Dent J. 2012;62(3):137-43.

Abanto J, Carvalho TS, Mendes FM, Wanderley MT, Bönecker M, Raggio DP. Impact of oral diseases and disorders on oral health-related quality of life of preschool children. Community Dent Oral Epidemiol. 2011;39(2):105-14.

Conselho Nacional de Saúde (BR). Resolução Nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Diário Oficial da União; Brasília; 2013 Jun 13; Seção 1, p. 59.

Floriano F, Mda CC, Sheiham A, Tsakos G, Vianna MI, Cabral MB, et al. Relationship between clinical dental status and the perception of oral health-related quality of life in adults, Brazil. J Epidemiol Community Health. 2011;6 (31):A431.

Silveira MF, Almeida JC, Freire RS, Ferreira RC, Martins AEBL, Marcopito LF. Qualidade de vida entre adolescentes: estudo seccional empregando o SF-12. Ciênc Saúde Coletiva. 2013;18(7):2007-15.

Papaioannous W, Oulis CJ, Latsu D, Yfantopoulos J. Oral health related quality of life of Greek adolescents: a cross-sectional study. Eur Arch Paediatr Dent. 2011;12(3):146-50.

Naito M, Yuasa H, Nomura Y, Nakayama T, Hamajima N, Hanada N. Oral health status and health-related quality of life: a systematic review. J Oral Sci. 2006;48(1):1-7.

Oliveira DC, Pereira PN, Ferreira FM, Paiva SM, Fraiz FC.Impacto Relatado das Alterações Bucais na Qualidade de Vida de Adolescentes: revisão Sistemática. Pesq Bras Odontopediatria Clin Integr. 2013;13(1):123-9.

Lopes MWF, Gusmão ES, Alves RV, Cimões R. Impacto das doenças periodontais na qualidade de vida. RGO. 2011;59 (Supl):39-44.

Krisdapong S, Prasertsom P, Rattanarangsima K, Adulyanon S, Sheiham A. Setting oral health goals that include oral health-related quality of life measures: a study carried out among adolescents in Thailand. Cad Saúde Pública. 2012;18(10):1881-92.

Bica I, Cunha M, Costa JS, Rodrigues V, Neves D, Albuquerque I, et al. Percepção de Satisfação Corporal em Adolescentes e a relação com a sua Saúde Oral. Millenium. 2011;40:115-31.

Mbwalla HS, Masalu JR, Astrøm AN. Sociodemographic and behavioural correlates of oral hygiene status anda oral health related quality of life, the Limpopo-Arusha school health Project (LASH): a cross-sectional study. BMC Pediatriccs. 2010;10:87.

Oliveira BA, Biazevic MGH, Michel-Crosato E. Prevalência de dor de dente, cárie dental e condições sócio-econômicas: um estudo em adultos jovens brasileiros. Odonto. 2011;19(38):7 14

Silva RT, Freixinho ABS, Miasato JM. Verificação do conhecimento e hábitos de saúde bucal em adolescentes de uma escola particular. Rev Odontol Univ Cid São Paulo. 2012;24(1):19-25.

Figueiredo PBA, Souza MV, Ota TMMN, Ribeiro BBS. Efetividade de website de educação em saúde bucal para adolescentes. Rev Bras Promoç Saúde. 2014;27(3):398-405.




DOI: https://doi.org/10.5020/18061230.2015.p266

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia