Função respiratória e mecanismo da tosse na Distrofia Muscular de Duchenne - doi:10.5020/18061230.2009.p113

Ingrid de Castro Bolina Faria, Renata Menezes Dalmonch

Resumo


Objetivo: Descrever a relação entre a ineficiência do mecanismo da tosse e a degradação da função respiratória em pacientes com Distrofia Muscular de Duchenne (DMD). Métodos: Estudo documental realizado a partir das bases de dados Pubmed, Scielo e Cochrane. Os descritores utilizados foram “DMD”, “Função Respiratória” e “Pico de Fluxo da Tosse” individualmente ou em associação. Os artigos que abordavam outros tipos de distrofia muscular ou não se adequavam ao objetivo do estudo foram excluídos. Resultados: A busca resultou em 294 artigos, e dentre estes 40 foram selecionados. Os achados foram divididos em quatro categorias: “Mecanismo normal da tosse”; “Mecanismo e pico de fluxo da tosse na DMD”; “Complicações pulmonares” e “Abordagem e tratamento fisioterapeutico”. Evidenciou-se que no paciente com DMD ocorre redução da eficiência da tosse, secundária à fraqueza muscular progressiva, tornando-os susceptíveis à infecção do trato respiratório. A produção de tosse efetiva é um preditor da função pulmonar nesses pacientes. Os objetivos de tratamento devem incluir o aumento da capacidade de insuflação máxima, do pico de fluxo da tosse, e correção da hipopnéia e da hipercapnia. Conclusão: A eficiência do mecanismo da tosse está relacionada tanto com a capacidade vital e capacidade de insuflação máxima quanto com a força da musculatura respiratória para a produção de pico de fluxo da tosse. Esses são aspectos a serem abordados no tratamento do paciente com DMD e a avaliação constante durante todo o curso da doença deve nortear a intervenção.

Palavras-chave


Distrofia Muscular de Duchenne; Testes de Função Respiratória; Pico do FluxoExpiratório; Tosse.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/355

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia