Prevalência e perfil das pessoas com diabetes cadastradas no sistema de Informação Da Atenção Básica (SIAB)

Claudete Moreschi, Claudete Rempel, Ioná Carreno, Daniel Silveira da Silva, Carmen Neri Fernández Pombo, María Reyes Luna Cano

Resumo


Objetivo: Avaliar a prevalência e o perfil das pessoas com diabetes mellitus (DM), autorreferidas. Métodos: Estudo transversal, retrospectivo, realizado com os dados secundários extraídos do Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB). Os dados foram obtidos junto à Secretaria Municipal de Saúde nos meses de março a abril de 2014. Coletaram-se os dados do SIAB referentes à população com diabetes autorreferidas (com 15 anos ou mais) do município de Lajeado-RS, no período de 2011 a 2013, analisados através de estatística descritiva, utilizando-se o programa SPSS versão 21. Resultados: Verificou-se que a prevalência das pessoas com DM se manteve equiparada nos anos estudados (3,0% em 2011, 3,1% em 2012 e 3,0% em 2013). Essa população, na sua maioria, estava acima de 60 anos (60% em 2011, 58% em 2012 e 60% em 2013), é alfabetizada (88% em 2011, 89,9% em 2012 e 90,7% em 2013), com predominância do sexo feminino (63,2% em 2011, 62,9% em 2012 e 63,7% em 2013) e hipertensa (77,5% em 2011, 76,1% em 2012 e 76,9% em 2013). A prevalência de gestantes com diabetes foi de 0,5% em 2012 e 0,3% em 2013, não havendo casos em 2011. Conclusão: A prevalência de DM autorreferida no município é em torno de 3% nos anos analisados, abaixo da média nacional. Constatou-se que a maioria da população com DM é idosa, feminina, alfabetizada, hipertensa, além de haver baixa prevalência de DM em gestantes.

Palavras-chave


Diabetes Mellitus; Prevalência; Saúde Pública; Gestão em Saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


O’keefe JH, Bell DSH, Wyne, KL. Fundamentos em diabetes. 4ª ed. Porto Alegre: Artmed; 2010.

International Diabetes Federation. IDF Diabetes Atlas. 6th ed. Brussels: International Diabetes Federation; 2013 [acesso em 2014 Abr 22]. Disponivel em: http:// www.idf.org/sites/default/files/EN_6E_Atlas_Full_0.pdf

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Vigilância em Saúde, Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa. Vigitel-Brasil 2011: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico. Brasília: Ministério da Saúde; 2012.

Freitas LRS, Garcia LP. Evolução da prevalência do diabetes e deste associado à hipertensão arterial no Brasil: análise da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, 1998, 2003 e 2008. Epidemiol Serv Saúde. 2012;21(1):7-19.

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica: diabetes mellitus. Brasília: Ministério da Saúde; 2013.

Schmidt MI, Duncan BB, Stevens A, Luft V, Iser BPM, Moura L, et al. Doenças crônicas não transmissíveis no Brasil: mortalidade, morbidade e fatores de risco. In: Ministério da Saúde (BR). Saúde Brasil 2009: uma análise da situação de saúde e da Agenda Nacional e Internacional de Prioridades em Saúde. Brasília; 2010. p. 111-36.

Duarte MLC, Tedesco JR, Parcianello RR. O uso do sistema de informação na estratégia saúde da família: percepções dos enfermeiros. Rev Gaúcha Enferm. 2012;33(4):111-7. 8. Carreno I, Moreschi C, Marina B, Hendges DJB, Rempel C, Oliveira MMC. Análise da utilização das informações do Sistema de Informação de Atenção Básica – SIAB: uma revisão integrativa. Ciênc Saúde Coletiva. 2015; 20(3):947-56.

Silveira JAA, Resende HMP, Lucena FAM, Pereira JG. Características da assistência à saúde a pessoas com diabetes mellitus acompanhadas na Unidade de Saúde da Família Pedregal II, em Cuiabá, MT: reflexões para a equipe de saúde. Mundo Saúde. 2010;34(1):43-9.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. XII Censo Demográfico [Internet]. 2010 [acesso em 2014 Mar 12]. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/ home/estatistica/populacao/censo2010/

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. XII Censo Demográfico [Internet]. 2013 [acesso em 2014 Mar 12]. Disponível em: http:www.ibge.gov.br

Dias JCR, Campos JADB. Diabetes mellitus: razão de prevalências nas diferentes regiões geográficas no Brasil, 2002 - 2007. Ciênc Saúde Coletiva. 2012;17(1):239-44.

Silva MCN, Ávilla AL, Silva BPS, Alves LS, Santos DS, Rafael JC. Perfil epidemiológico e social da população atendida em uma Unidade Básica de Saúde em Cuiabá. Gestão & Saúde. 2013;4(2):25-37.

Silva LM. Prevalência de diabetes melito e fatores associados em população urbana adulta de baixa escolaridade e renda do sertão nordestino brasileiro. Arq Bras Endocrinol Metab. 2010;54(6):560-6.

Rempel C, Strohschoen AG, Hoerlle JL, Sartori MAB, Busch GC, Périco E, et al. Perfil dos usuários de Unidades Básicas de Saúde do Vale do Taquari: fatores de risco de diabetes e utilização de fitoterápicos. ConScientiae Saúde. 2010;19(1):17-24.

Rodrigues FFL, Santos MA, Teixeira CRS, Gonela JT, Zanetti ML. Relação entre conhecimento, atitude, escolaridade e tempo de doença em indivíduos com diabetes mellitus. Acta Paul Enferm. 2012;25(2):284- 90.

Lyra R, Silva RS, Montenegro RMJ, Matos MVC, Cézar NJB, Silva LM. Prevalência de diabetes melito e fatores associados em população urbana adulta de baixa escolaridade e renda do sertão nordestino brasileiro. Arq Bras Endocrinol Metab. 2010;54(6):560-6.

Cotta RMM, Batista KCS, Reis RS, Souza GADG, Dias G, Castro FAF, et al. Perfil sociossanitário e estilo de vida de hipertensos e/ou diabéticos, usuários do Programa de Saúde da Família no município de Teixeiras, MG. Ciênc Saúde Coletiva. 2009;14(4):1251-60.

Xavier ATF, Bittar DB, Ataide MBC. Crenças no autocuidado em Diabetes: implicações para a prática. Texto & Contexto Enferm. 2009;18(1):124-30.

Palmeira MM, Silva LL, Sousa RM, Cordeiro CRG. Perfil epidemiológico dos pacientes diabéticos atendidos no Serviço de Diagnóstico em Cardiologia da Universidade do Estado do Pará. RBM Rev Bras Med. 2011;11(2):29-32.

Vasconcelos KNC, Silva JCL, Groppo FC, Bergamaschi CC, Cabral LN, Athayde MMS. Prevalência de jovens hipertensos não diagnosticados atendidos na policlínica odontológica da Universidade do Estado do Amazonas. Odonto. 2012;20(39):89-98.

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. Atenção ao pré-natal de baixo risco. Brasília: Ministério da Saúde;2012.

Massucatti LA, Pereira RA, Maioli TU. Prevalência de diabetes gestacional em unidades de saúde básica. Ver Enferm Atenção Saúde. 2012;1(1):70-9.

Pozzobon A, Hoerlle JL, Carreno I. Prevalência de diabetes e hipertensão em indivíduos cadastrados no sistema de informação da atenção básica (SIAB) de Lajeado/RS- Brasil. Rev Bras Promoç Saúde. 2014;27(3):295-302.




DOI: https://doi.org/10.5020/18061230.2015.p184

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia