Possibilidades para a promoção do cuidado de enfermagem no alojamento conjunto: visão da equipe

Luana Cavalcante Costa, Rosália de Lima Barbosa, Leticia Oliveira de Melo, Ingrid Martins Leite Lúcio, Cátia Barros Lisboa, Rossana Teotônio de Farias Moreira, Jovânia Marques de Oliveira e Silva, Mércia Lisieux Vaz da Costa Mascarenhas

Resumo


Objetivo: Analisar as possibilidades para promoção do cuidado de enfermagem no Alojamento Conjunto, através da visão da equipe de enfermagem. Métodos: Estudo descritivo, qualitativo, realizado em um hospital-escola referência do estado de Alagoas, no setor Alojamento Conjunto, com 13 profissionais de enfermagem. Os dados foram coletados entre dezembro de 2012 e fevereiro de 2013 por meio de entrevista semiestruturada e análise de conteúdo, possibilitando seis temáticas: 1) o profissional compreendendo o Alojamento Conjunto; 2) preparação dos profissionais para integrar a equipe do Alojamento Conjunto; 3) educação em saúde no Alojamento Conjunto; 4) percepção da enfermagem quanto à inserção da família no serviço; 5) atenção ao binômio mãe-filho no Alojamento Conjunto; 6) dificuldades para o desenvolvimento dos cuidados. Resultados: Através do discurso dos profissionais, percebeu-se que há compreensão do papel do serviço para a segurança física e emocional, e excelência no cuidado domiciliar materno, embora a falta de treinamento tenha sido apresentada, assim como a falta de atividades educativas para o alcance da orientação e da preparação materna. No entanto, a percepção quanto à inserção da família no serviço mostra-se positiva, assim como a preocupação com as necessidades fisiológicas da díade e o manejo correto da amamentação. Como dificuldades, apresentam-se: número de recursos humanos lotados no setor, além da pouca idade e baixo nível de escolaridade materna. Conclusão: Verificou-se que, apesar da falta de preparo antecedente à lotação no setor, os entrevistados buscam ações que mantenham o vínculo do binômio mãe-filho.

Palavras-chave


Alojamento Conjunto; Enfermagem; Promoção da Saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Matos GC, Escobal AP, Soares MC, Härter J, Gonzales RIC. A trajetória histórica das políticas de atenção ao parto no brasil: uma revisão integrativa. J Nurs UFPE Online. 2013;7(3):870-8.

Pasqual KK, Braccialli LAD, Volponi M. Alojamento conjunto: espaço concreto de possibilidades e o papel da equipe multiprofissional. Cogitare Enferm.2010;15(2):334-9.

Faria AC, Magalhães L, Zerbetto SR. Implementação do Alojamento Conjunto: dificuldades enfrentadas na percepção de uma equipe de enfermagem. Rev Eletrônica Enferm. 2010;12(4):669-77.

Soares AVN, Gaidzinski RR, Cirico MOV. Identificação das intervenções de enfermagem no Sistema de Alojamento Conjunto. Rev Esc Enferm USP. 2010;44(2):308-17.

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. Atenção à saúde do recém-nascido: guia para os profissionais de saúde [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2011 [acesso em 2015 Jun 20].Disponível em: http://www.redeblh.fiocruz.br/media/arn_v4.pdf

Ministério da Saúde (BR). Portaria no 1.016, de 26 de agosto de1993. Diário Oficial da União; Poder Executivo, de 01 de setembro de 1993 Brasil; 1993 [acesso em 2015

Jun 20]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/wps/ wcm/connect/ee8d0e80474591da9a2dde3fbc4c6735/ P O R T A R I A + N % C 2 % B A + 1 . 0 1 6 - 1 9 9 3 . pdf?MOD=AJPERES

Santos KPC, Fagundes AA, Silva DG da. Promoção, incentivo e apoio ao aleitamento materno em uma maternidade de alto risco. Sci Plena. 2015;11(7):9

Salvado HMB, Meijueiro MA, Melo SLM, Silva SSR, Alves SSR, Guedes CR. As práticas educativas no alojamento conjunto: dialogando com Paulo Freire. Rev Presença. 2015;1(1):46-69

Zenkner J, Miorim C, Cardoso L, Ribeiro J, Vaz M, Rocha L. Alojamento conjunto e aleitamento materno: revisando sua imbricancia na produção cientifica da enfermagem. Rev Pesqui Cuid Fundam (Online).2013;5(2):3808-18.

Carvalho ACO, Saraiva ARB, Gonçalves GAA, Soares JR, Pinto SL. Aleitamento materno: promovendo o cuidar no alojamento conjunto. Rev Rene. 2013;14(2):241-51.

Ministério da Saúde (BR). Portaria MS/GM nº 1016, 26 de agosto de 1993 DOU nº 167 de 1/9/93, seção I, p. 13066; 1993 [acesso em 2015 Jul 10]. Disponível em: http://www.redeblh.fiocruz.br/media/cd08_20.pdf

Pilotto DTS, Vargens OMC, Progianti JM. Alojamento conjunto como espaço de cuidado materno e profissional. Rev Bras Enferm. 2009;62(4):604-7.

Dulfe PAM, Aguiar RCB, Alves VH, Rodrigues DP. O cuidado de enfermagem na admissão e permanência do recém-nascido no alojamento conjunto na transferência intrahospitalar. Rev Pesqui Cuid Fundam.2015;(2):2287-97.

Silva RM, Farias M do CAD de, Sousa AKA de, Abreu RMSX de, Silva RA. Atuação da enfermagem em alojamento conjunto: percepção de puérperas. Rev Bras Educ Saúde. 2015;5(3):35-44.

Minayo MCS. Pesquisa social : teoria, método e criatividade. 23ª ed. Petrópolis: Vozes; 2004.

Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 2011.

Andrade LCO, Santos MS, Aires JDS, Joventino ES, Dodt RCM, Ximenes LB. Conhecimento de puérperas internadas em um alojamento conjunto acerca da higiene do neonato. Cogitare Enferm. 2012;17(1):99-105.

Couto FF, Praça NS. Recém-nascido prematuro: suporte materno domiciliar para o cuidado. Rev Bras Enferm. 2012;65(1):19-26.

Moraes HMPL, Ribeiro JF, Araújo KRS, Almeida BF. Levantamento do perfil obstétrico de puérperas assistidas em uma maternidade pública: um estudo de enfermagem. Rev Eletrônica Gestão Saúde.2015;6(2):1613-22.

Yamamoto DM, Oliveira BRG, Viera CS, Collet N. O processo de trabalho dos enfermeiros em Unidades de Alojamento Conjunto pediátrico de instituições hospitalares públicas de ensino do Paraná. Texto & Contexto Enferm. 2009;18(2):224-32.

Marquis BL, Huston CJ. Administração e liderança em enfermagem: teoria e prática. 8ª ed. Porto Alegre:Artmed; 2015.

Neves VR, Sanna MC. Ensino da liderança em enfermagem: um estudo bibliométrico. Acta Paul Enferm. 2012;25(2):308-13.

Figueiredo MDS de, Silva RAR da, Oliveira DKM de A, Vieira NRS, Costa DAR da S, Davim RMBD. Degree of satisfaction of puerperal women about the quality of care in Rooming-in of a Public Maternity. Rev Pesqui Cuid Fundam. 2015;7(3):2697-706.

Oliveira MT, Casagrande C, Fachini M, Silva EF. O excesso de visitas no alojamento conjunto – um relato de experiência. III Congresso de Pesquisa e Extensão da FSG - I Salão de Extensão & I Mostra Científica [Internet]. 2015. p. 10 [acesso em 2015 Ago 2]. Disponível em: http://ojs.fsg.br/index.php/ pesquisaextensao/article/view/1788

Leal YR, Pereira Neta MHM, Rocha SS. Triagem neonatal: conhecimentos e contribuições da equipe de enfermagem. Rev Enferm UFPI. 2013;2(1):16-21.

Bonilha ALL, Pedron CD, Santo LC E, Teles JM. Atuação da enfermagem em alojamento conjunto.In: Associação Brasileira de Enfermagem. PROENF Programa de Atualização em Enfermagem: saúde da criança e do adolescente: Ciclo 9. Porto Alegre: Artmed Panamericana; 2015. p. 37-60.

Matozinhos FP, Albuquerque JP, Caetano LC. Aplicação e avaliação da orientação de alta às puérperas do alojamento conjunto de uma instituição pública de saúde de Belo Horizonte. REME Rev Min Enferm. 2011;15(3):372-7.

Costa NS, Parreira BDM, Fonseca-Machado MO,Mattos JGS, Silva, Thaís Cristina Elias SR da. Cuidados com recém-nascido realizados por puérperasem um alojamento conjunto. Ciênc Cuid Saúde. 2013;12(4):633-9.

Linhares EF, Silva LWS, Rodrigues VP, Araújo RT. Influência intergeracional no cuidado do coto umbilical do recém-nascido. Texto & Contexto Enferm. 2012;21(4):828-36.

Oliveira EAR, Rocha SS. O cuidado cultural às crianças na dinâmica familiar: reflexões para a Enfermagem. Rev Interdiscip. 2015;8(1):227-33.

Müller EB, Zampieri MFM. Prática educativa com enfermeiras visando o cuidado humanizado ao recém-nascido no centro obstétrico. Texto & Contexto Enferm. 2014;23(3):782-90.

Almeida AB, Meira LS, Linhares EF, Oliveira ZM, Silva JS, Bastos HGEC. Atenção qualificada e humanizada a puérpera emalojamento conjunto e domicílio: um

relato de experiência. Interface (Botucatu) [periódico na Internet]. 2014 [acesso em 2015 Ago 2].;Supl 3. Disponível em: http://conferencias.redeunida.org.br/ ocs/index.php/redeunida/RU11/paper/view/3350

Ministério da Saúde (BR). Resolução - RDC no 36, de 3 de junho de 2008. 2008 [acesso em 2015 Ago 2]. Disponível em: http://www20.anvisa.gov.br/segurancadopaciente/index.php/legislacao/item/rdc-n-

-de-03-de-junho-de-2008

Nascimento NM, Progianti JM, Novoa RI, Oliveira TR, Vargens OMC. Tecnologias não invasivas de cuidado no parto realizadas por enfermeiras: a percepção de mulheres. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2010;14(3):456-61.

Angelo M, Cruz AC, Mekitarian FFP, Santos CCS, Martinho MJCM, Martins MMFPS. Atitudes de enfermeiros em face da importância das famílias nos cuidados de enfermagem em pediatria. Rev Esc Enferm USP. 2014;48(Esp):74-9.

Ferraz IS, Teixeira MA, Santos MB, Cruz LBS, Silva CT, Barreto CAS, et al. Educação em saúde sobre aleitamento materno no alojamento conjunto: relato de experiência [Internet]. 2o Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e gestão em

saúde. [acesso em 2015 Ago 23]. Disponível em: http://www.politicaemsaude.com.br/anais/trabalhos/ publicacoes/126.pdf

Pimpão FD, Kerber NDC, Francioni FF, Rangel RF, Lunardi Filho WD. O cuidado de enfermagem no alojamento conjunto: uma revisão integrativa. Cogitare Enferm. 2012;17(3):562-7.

Nóbrega LL da R e, Bezerra FPF. Percepções de puérperas adolescentes frente à assistência de enfermagem no alojamento conjunto. Rev Rene. 2010;11:42-52.

Riul SS, Costa NS, Soares MBO, Melo MM, Parreira BDM. Pratica do autocuidado e demandas por cuidados de enfermagem pelas puérperas. Rev Enferm e Atenção à Saúde. 2013;2(1):75-88.




DOI: https://doi.org/10.5020/18061230.2015.p529

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia