Fatores associados ao consumo precoce de leite de vaca integral por crianças menores de um ano de idade

Luciano Pamplona de Góes Cavalcanti, Regina L. P. Diniz, Bruna Q. Araujo, Ana K. M. Soares, Gisele P. Feitosa, July R. M. Machado, Tamara C. S. Sousa, Edine C. Pimentel

Resumo


Objetivo: Avaliar a frequência e fatores associados ao uso do leite de vaca integral nas crianças menores de um ano na cidade de Fortaleza, Ceará. Métodos: Realizou-se estudo transversal e analítico envolvendo 575 mães de crianças menores de um ano de idade residentes em Fortaleza, Ceará. Aplicou-se questionário semiestruturado para coleta de dados sociodemográficos, história reprodutiva da mãe, dados referentes ao parto e à criança. Resultados: A mediana de idade das mães foi de 26,5 anos, tendo 80,5% (n=463) renda familiar de 1 a 5 salários mínimos. A maior parte (83,2%, n=475) realizou mais de seis consultas de pré-natal, mas apenas 86,2% (n=494) declararam ter recebido informações sobre aleitamento materno. Entre as crianças que receberam outro tipo de leite, 53,8% (n=191) consumiram leite de vaca integral, e destas, 31,7% (n=113) referem ter recebido orientação do pediatra. O consumo do leite de vaca foi relacionado à idade materna (menores de 18 anos de idade, (p=0,015), renda inferior a cinco salários mínimos (p<0,001), baixa escolaridade (p<0,001), mães que não trabalhavam (p<0,001), baixo número de consultas de pré-natal (p=0,019), ter nascido em hospital público (p<0,001), não ter amamentado antes de sair da maternidade (p<0,001) e não ter plano de saúde (p<0,001). Conclusão: O consumo precoce do leite de vaca integral por crianças menores de um ano apresentou alta prevalência e sofreu influência de fatores como renda, escolaridade e pouca idade da mãe. Portanto, é preciso sensibilizar os profissionais de saúde para que qualifiquem melhor as orientações prestadas durante as consultas de pré-natal e puerpério.

Palavras-chave


Aleitamento Materno; Lactente; Substitutos do Leite Humano.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Euclydes MP. Necessidades de recomendações nutricionais. In: Euclydes MP. Nutrição do lactente: base científica para uma alimentação saudável. 3ª ed.Viçosa: UFV; 2005. p. 115-240.

Barbosa MB, Palma D, Bataglin B, Taddei JAAC. Custo da alimentação no primeiro ano de vida. Ver Nutr. 2007;20(1):55-62.

World Health Organization, 54th World Health Assembly. Global strategy for infant and young child feeding: the optimal duration of exclusive breastfeeding. Geneva: WHO; 2001.

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção à Saúde, Organização Pan-Americana de Saúde. Guia Alimentar para crianças menores de 2 anos. Brasília: Ministério da Saúde; 2005. (Série A. Normas e Manuais Técnicos).

Silva D, Nobrega L, Valente A, Dias C, Almeida F, Cruz JL et al. Maternal breastfeeding and the characterization of feeding habits in early infancy: the experience of São Tomé e Príncipe. Rev Bras Saúde Matern Infant. 2014;14 (3):269-77.

Dias EG, Santos MRA, Pereira PG, Alves JCS. Prevalence of Breast-feeding exclusive to sixth month in city Mamonas-MG in 2013. Rev Contexto & Saúde. 2015;15(29):81-90.

Demétrio F, Pinto EJ, Assis AMO. Factors associated with early breastfeeding cessation: a birth cohort study in two municipalities in the Recôncavo region, Bahia State, Brazil. Cad Saúde Pública. 2012; 28(4):641-54.

Venancio SI, Escuder MML, Saldiva SRDM, Giugliani ERJ. Breast feeding practice in the Brazilian capital cities and the Federal District: current status and advances. J Pediatr (Rio J). 2010;86(4):317-24.

Castilho SD, Barros AA Filho. The history of infant nutrition. J Pediatr (Rio J). 2010;86(3):179-88.

Morro GMB. Inadequação do leite de vaca integral no primeiro ano de vida. Rev Saúde Criança Adolesc (Rio GS). 2011;3(2):46-9.

Souto TS, Oliveira MN, Casoy F, Machado EHS, Juliano Y, Gouvêa LC et al. Anemia e renda per capita familiar de crianças. Rev Paul Pediatria. 2007;25(2):161-6

Greer FR, Sicherer SH, Burks AW. American Academy of Pediatrics Committee on Nutrition; Committee on Nutrition and Section on Allergy and Immunology. Effects of Early Nutritional Interventions on the Development of Atopic Disease in Infants and Children: The Role of Maternal Dietary Restriction, Breastfeeding, Timing of Introduction of Complementary Foods, and Hydrolyzed Formulas. Pediatrics. 2008;121(1):183-91.

Epifanio M, Spolidoro JV, Missima NG, Soder RB, Garcia PC, Baldisserotto M. Cow’s milk allergy:color Doppler ultrasound findings in infants with hematochezia. J Pediatr (Rio J). 2013:89(6):554-8.

Pereira PF, Alfenas RC, Araújo RM. Does breastfeeding influence the risk of developing diabetes mellitus in children? A review of current evidence. J Pediatr (Rio

J). 2014;90(1):7-15.

Soares NT, Guimarães ARP, Sampaio HAC, Almeida PC, Coelho RR. Padrão alimentar de lactentes residentes em áreas periféricas de Fortaleza. Rev Nutr. 2000; 13(3):167-76.

Junqueira JM, Navarro AM, Cintra AMGC, Dias LCGD. Padrão alimentar de crianças brasileiras menores de 2 anos: uma visão crítica. Rev Simbio- Logias (São Paulo). 2008;1(1):184-99.

Saldiva SRDM, Escuder MM, Mondini L, Levy M, Venancio SI. Práticas alimentares de crianças de 6 a 12 meses e fatores maternos associados. J Pediatr (Rio J).

;83(1):53-8.

Barbosa MB, Palma D, Domene SMA, Taddei JAAC, Lopez FA. Fatores de risco associados ao desmame precoce e ao período de desmame em lactentes matriculados em creches. Rev Paul Pediatr. 2009;27(3):272-81.

Brasileiro AA, Possobon RF, Carrascoza KC, Ambrosano GMB, Moraes ABA. Impacto do incentivo ao aleitamento materno entre mulheres trabalhadoras formais. Cad Saúde Pública. 2010;26(9):1705-13.

Souza LPS. Fatores associados ao aleitamento materno e ao consumo de leite de vaca e fórmula infantil de lactentes atendidos em unidades básicas de saúde [dissertação]. Goiás: Universidade Federal de Goiás; 2015.

Ministério da Saúde (BR). Saúde da Criança: nutrição infantil aleitamento materno e alimentação complementar. Brasília: Ministério da Saúde; 2009.

Vianna RPT, Rea MF, Venancio SI, Escuder MM.A prática de amamentar entre mulheres que exercem trabalho remunerado na Paraíba, Brasil: um estudo transversal. Cad Saúde Pública. 2007;23(10):2403-9.

Falceto OG, Giugliani ERJ, Fernandes CLC. Couples’ relationships and breastfeeding: is there an association? J Hum Lact. 2004;20(1):46-55.

Perez-Escamilla R, Lutter C, Segall AM, Rivera A, Trevino-Siller S, Sanghvi T. Exclusive Breast-Feeding Duration Is Associated with Attitudinal, Socioeconomic

and Biocultural Determinants in Three Latin American Countries. J Nut. 1995;12(125):2972-84.

Sousa CL. Evolução do padrão alimentar de lactentes: um estudo de coorte [dissertação]. Salvador: Universidade Federal da Bahia; 2012.

Araújo NL, Lima LHO, Oliveira EAR, Carvalho ES, Duailibe FT, Formiga LMF. Infant feeding and factors related to breastfeeding. Rev Rene. 2013;14(6):1064-72.

Weigert EML, Giugliani ERJ, França MCT, Oliveira LD, Bonilha A, Santo LCE, et al. Influência da técnica de amamentação nas frequências de aleitamento materno exclusivo e lesões mamilares no primeiro mês de lactação. J Pediatr (Rio J). 2005; 81(4):310-6.

Cruz SH, Germano JA, Tomasi E, Facchini LA, Piccini RX, Thumé E. Orientações sobre amamentação: a vantagem do Programa de Saúde da Família em municípios gaúchos com mais de 100.000 habitantes no âmbito do PROESF. Rev Bras Epidemiol.

;13(2):259-67.

Pereira GS, Colares LGT, Carmo MGT, Soares EA. Conhecimentos maternos sobre amamentação entre puérperas inscritas em programa de pré-natal. Cad Saúde Pública. 2000;16(2):457-66.

Percegoni N, Araujo RMA, Silva MMS, Euclydes MP, Tinôco ALA. Conhecimento sobre aleitamento materno de puérperas atendidas em dois hospitais de Viçosa, Minas Gerais. Rev de Nutr. 2002; 15(1):29-35.

Machado ER, Paula RM, Silva AFP. Aptidão do enfermeiro no auxílio à nutrição de lactente comvaca. Ensaios Ciência. 2012,16(4):61-7.

Conceição DR, Rodrigues AM. Perceptions and maternal feeding practices in the first year of life. Rev Ciências Humanas. 2015;8(1):118-30.

Machado AKF, Elert VW, Pretto ADB, Pastore CA. Intention to breastfeed and complementary feeding of postpartum women in a teaching hospital in southern Brazil. Ciênc Saúde Coletiva. 2014;19(7):1983-9.

Parada CMGL, Carvalhaes MABL, Winckler CC, Winckler LA, Winckler VC. Situação do aleitamento materno em população assistida pelo programa de saúde da família-PSF. Rev Latinoam Enferm. 2005;13(3):407-14.

Campos FKL, Gomes RNS, Landim LASR, Gomes VTS, Gomes MS, Lago EC. Prevalence and factors related to the exclusive breastfeeding. R Interd. 2015;8(2):109-18.

Coutinho SE, Kaiser DE. Visão da enfermagem sobre o aleitamento materno em uma unidade de internação neonatal: relato de experiência. Bol Científico Pediatria. 2015;4(1):10-6.

Oliveira MGOA, Lira PIC, Batista M Filho, Lima MC. Factors associated with breastfeeding in two municipalities with low human development index in Northeast Brazil. Rev Bras Epidemiol. 2013;16(1):178-89.

Taglietti, Lazarotto K, Pinto SLB, Teo CRPA. Food practices in the first two years of life: presence of vulnerability in health. Sci Med. 2014;24(1):39-45.




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2015.p538

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia