Adolescente masculino beneficiário do programa bolsa família: conhecimento sobre o programa na família assistida

Núbia Maria Uchôa Barbosa, Maria Albertina Rocha Diógenes, Mariana Pompeu de Sousa, Daniela Gardano Bucharles Mont'Alverne

Resumo


Objetivo: Identificar o conhecimento do adolescente masculino sobre o Programa Bolsa Família e o seu impacto na família assistida. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, com abordagem qualitativa, realizado entre julho e setembro de 2014, em uma escola pública no município de Fortaleza, Ceará, BR, com 12 adolescentes beneficiários do Programa Bolsa Família. Para a coleta de dados, foi utilizada a entrevista semiestruturada e técnica de grupo focal. Os dados foram analisados por meio da análise de conteúdo, emergindo quatro categorias temáticas: Atendimento de pessoas de baixa renda; freqüência escolar como principal estratégia; falta de priorização na promoção da saúde e prevenção de doenças; Programa Bolsa Família: impacto nas famílias assistidas. Resultados: Os resultados apontaram que os adolescentes reconhecem os efeitos positivos do programa nas famílias de baixa renda melhorando o poder aquisitivo, além de levar ao aumento da freqüência escolar, diminuindo a evasão, porém em nenhum momento mencionaram que o programa objetiva a promoção da saúde e o apoio de políticas complementares. Conclusão: Verifica-se a necessidade de incrementar a saúde do adolescente masculino vinculado ao Programa Bolsa Família com foco na Promoção da Saúde de forma consolidada numa perspectiva de previsibilidade na agenda multiprofissional da Atenção Primária à Saúde.

Palavras-chave


Programas Governamentais; Adolescente; Masculinidade; Avaliação em Saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Ximenes DA, Agatte JP. A gestão das condicionalidades do Programa Bolsa Família: uma experiência intersetorial e federativa. Inc Soc. 2011;5(1):11-9.

Ramos FRS, Pereira SM, Rocha CRM. Viver e adolescer com qualidade. In: Associação Brasileira de Enfermagem, organizadores. Adolescer: compreender, atuar, acolher: projeto acolher. Brasília: ABEN; 2001. p.19-32.

Silva VC, Santos MSS. Promoción de la salud por DENTESCOLA: facilidades y dificultades de relievepor los académicos y los profesionales de la salud. Horiz Salud Expr Enferm. 2010;2(1):22-37.

Camargo EAI, Ferrari RAP. Adolescentes: conhecimentos sobre sexualidade antes e após a participação em oficinas de prevenção. Ciênc Saúde Coletiva. 2009;14(3):937-46.

Fontanella BJB, Ricas J, Turato ER. Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: contribuições teóricas. Cad Saúde Pública 2008; 24(1):17-27.

Silva JRS, Assis SMB. Grupo focal e análise de conteúdo como estratégia metodológica clínica-qualitativa em pesquisas nos distúrbios do desenvolvimento. Cad Pósgrad Disturb Desenvolv.2010;10(1):146-52.

Bardin L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70; 2015.

Conselho Nacional de Saúde (BR), Comissão Nacional de Ética em Pesquisa. Resolução nº 466 de 12 de dezembro de 2012. Diretrizes e normas reguladoras de pesquisa envolvendo seres humanos. Brasília: Ministério da Saúde; 2012.

Castro HCO, Walter MIMT, Santana CMB, Stephanou MC. Percepções sobre o Programa Bolsa Família na Sociedade Brasileira. Opin Pública. 2009;15(2): 333-55.

Freire VRBP, Silva SSC, Cavalcante LIC, Pontes FARP. Programa Bolsa Família como estratégia do combate à pobreza em dissertações e teses no Brasil. Estud Pesqui Psicol (Online) [Internet]. 2013 [acesso em 2016 Jun 10]. Disponível em: http://www.e-publicacoes.uerj.br/ index.php/revispsi/article/view/8603/6495

Freire VRBP, Silva SSC, Moura MLS, Pontes FAR, Borges JAR. Atividades acadêmicas e a rotina de crianças ribeirinhas participantes do Programa Bolsa Família. Psicol Teor Pesqui. 2013;29(2):159-66.

Ministério da Saúde (BR). Presidência da República. Lei nº 10.836, de 09 de janeiro de 2004 [acesso em 2015 Jun 17]. Disponível em: http://www.planalto.gov. br/ccivil_03/_ato2004 2006/2004/lei/l10.836.htm.

Barbosa RPJ, Lima OG, Paiva AC. Programa bolsa escola: entre a assistência social e a política educacional. Revista FSA. 2014;11(4):101-19.

Scheeffer F, Johnson GA. As diretrizes do Programa Bolsa Família: uma análise crítica. Rev Avaliação Políticas Públicas. 2008;2(2):7-17.

Araújo GS. Programa Bolsa Família e o trabalho de crianças e adolescentes: limites e alcances [dissertação]. Uberlândia: Universidade Federal de Uberlândia; 2009.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pesquisa nacional por amostra de domicílios: síntese de indicadores sociais - 2007. Rio de Janeiro: IBGE;2008.

Fahel M, Canaan M, Cabral B, Bahia M. O impacto do programa Bolsa Família na inclusão educacional: análise da matrícula escolar. SER Social. 2012;14(30):98-126.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. Educação [acesso em 2016 Jun 17]. Disponível em:http://brasilemsintese.ibge.gov.br/educacao.html?tmpl =component&print=1&page=

Ministério do Movimento Social e Combate à Fome (BR). Movimento de Desenvolvimento Social. Portaria Interministerial Mec/Mds nº 3.789, de 17 de novembro 2004 [acesso em 2016 Jun 17]. Disponível em: http:// www.mds.gov.br/cnas/legislacao/portarias/portariasinterministerial/ 2004-portaria-interministerial-3-789- 2004-11-17-estabelece-atribuicoes-da-frequeenciaescolar- no-programa-bolsa-familia.pdf/vie

Ministério da Saúde (BR). Relatório Final da 8ª Conferência Nacional de Saúde. Brasília, 17 a 21 de março de 1986. [acesso em 2015 Jan 07]. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/biblioteca/relatorios/relatorio_8.pdf

Governo do Estado do Ceará (BR), Secretaria da Saúde do Estado. Situação da Saúde no Ceará. Fortaleza: Secretaria da Saúde; 2012.

Marola CAG, Sanches CSM, Cardoso LM. Formação de conceitos em sexualidade na adolescência e suas influências. Psicol educ [Internet]. 2011 [acesso em 2016 Jun 17];33:95-118. Disponível em: http:// saudepublica.bvs.br/pesquisa/resource/pt/psi-56181

Lopez SB, Moreira MCN. Políticas Nacionais de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes e Jovens e à Saúde do Homem: interlocuções políticas e masculinidade. Ciênc Saúde Coletiva. 2013;18(3):743-52.

De Bem Lignani J, Sichieri R, Burlandy L, Salles- Costa R. Changes in food consumption among the Programa Bolsa Família participant families in Brazil. Public Health Nutr. 2011;14(5):785-92.

Simões AA. The contribution of Bolsa Família to the educational achievement of economically disadvantaged children in Brazil [dissertation]. Brighton: University of Sussex; 2012.

Baratta TCB, coordenador. Capacitação para implementação do Sistema Único de Assistência Social – SUAS e do Programa Bolsa Família – PBF. Rio de Janeiro: Brasília; 2008.

Santos LMP, Pereira LL, Soares MD, Santos FC, Guadagnin HSC, Santos SMC. Avaliação do Programa Bolsa Família em municípios de baixo Índice de Desenvolvimento Humano e cumprimento das condicionalidades de saúde. Rev Tempus Actas Saúde Coletiva. 2011;5(4):139-65.




DOI: https://doi.org/10.5020/18061230.2016.p235

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia