Tecnologias em aleitamento materno: revisão integrativa

Anamaria Cavalcate Silva, Leilianne Maria Costa Freitas, Josianne Alves de Freitas Maia, Márcia Maria Ferreira Granja, Regina Cláudia Melo Dodt, Edna Maria Camelo Chaves

Resumo


Objetivo: Identificar a produção científica existente na literatura quanto às tecnologias desenvolvidas para a promoção e incentivo à prática do aleitamento materno. Métodos: Revisão integrativa realizada nas bases de dados BDENF, LILACS, MEDLINE, PubMed. Inicialmente selecionados 103 artigos, sendo a amostra composta por oito artigos. A busca foi realizada nos meses de setembro e outubro de 2015 com os descritores: aleitamento materno (breastfeeding), tecnologias (technology), educação em saúde (health education). Resultados: Os artigos incluídos nesta revisão visaram avaliar a eficácia de tecnologias educativas como forma de incentivar a prática do aleitamento materno nas puérperas. Verificou-se que as tecnologias utilizadas foram álbum seriado, manual educativo, teleamamentação, CD-ROM, vídeo conferência e literatura de cordel. Conclusão: As tecnologias são uma estratégia para capacitação dos profissionais de saúde na assistência qualificada em aleitamento materno. O uso de tecnologias educativas implementadas na educação em saúde realizada pelos profissionais pode permitir impacto relevante na educação permanente para melhoria dos índices de aleitamento materno.

Palavras-chave


Aleitamento Materno; Educação em Saúde; Promoção da Saúde; Tecnologias em Saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Boccolini CS, Bocollini PMM. Relação entre aleitamento materno e internações por doenças diarreicas nas crianças com menos de um ano de vida nas capitais brasileiras e Distrito Federal, 2008. Epidemiol Serv Saúde. 2011;20(1):19-26.

Ramos CV, Almeida JAG, Saldiva SRDM, Pereira LMR, Alberto NSMC, Teles JBM, et al. Prevalência do aleitamento materno exclusivo e os fatores a ele associados em crianças nascidas nos hospitais amigos da criança de Teresina - Piauí. Epidemiol Serv Saúde. 2010;19(2):115-24.

Monte CMG, Giugliani ERJ. Recomendações para alimentação complementar da criança em aleitamento materno. J Pediatr (Rio J). 2004;80(5 Supl):S131-S141.

Queiroz AM, Silva FWGP, Borsatto MC, Nelson P Filho, Silva LAB, Díaz-Serrano KV. Inter-relação padrão de aleitamento e hábitos de sucção não nutritivos. Odontol. Clín.-Cient. Online. 2010 [acesso em 2015 Maio 29];9(3):209-14. Disponível em:http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php pid=S167738882010000300005&script=sci_arttext

Rego JD. O papel do pai na amamentação. In: Issler H. O aleitamento materno no contexto atual: políticas,práticas e bases científicas. São Paulo: SARVIER; 2008. v.1. p.17-23.

Toma TS, Rea MF. Benefícios da amamentação para a saúde da mulher e da criança: um ensaio sobre as evidências. Cad Saúde Pública. 2008; 24(Supl 2):235-46.

Boccolini CS, Carvalho ML, Oliveira MIC, Boccolini PMM. O papel do aleitamento materno na redução das hospitalizações por pneumonia em crianças brasileiras menores de 1 ano. J Pediatr (Rio J). 2011;87(5): 399-404.

Masquio DCL, Piano A, Pereira CCA, Sanches PL, Campos RMS, Carnier J, et al. Aleitamento materno exclusivo atenua riscos cardiovasculares e estado inflamatório em adolescentes obesos. Alimentos Nutrição. 2014;25(1):33-9.

Costa LKO, Queiroz LLC, Queiroz RCCS, Ribeiro TSF, Fonseca MSS. Importância do aleitamento materno exclusivo: uma revisão sistemática da literatura. Rev Ciênc Saúde. 2013;15(1):39-46.

Ministério da Saúde (BR). DATASUS. Departamento de Informática do SUS. Brasília: Ministério da Saúde; 2012 [acesso em 2016 Abr 25]. Disponível em: http:// www2.datasus.gov.br/DATASUS/index.php

Chaves RG, Lamounier JA, César CC. Variáveis que afetam a duração do aleitamento materno. J Pediatr (Rio J). 2007; 83(3):241-6.

Centers for Disease Control and Prevention. Breastfeeding report card: United States 2014 [acesso em 2015 Maio 29]. Disponível em: http://www.cdc. gov/brestfeeding/pdf/2014brestfeedingreport.pdf. Published July 2014.

Nietsche EA. Tecnologia emancipatória: possibilidade para a práxis de enfermagem. Ijuí: UNIJUÍ; 2000.

Mendes KDS, Silveira RC CP, Galvão CM. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & Contexto Enferm. 2008;17(4):758-64.

Souza MT, Silva MD, Carvalho R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein. 2010;8(1):102-6.

Coscrato G, Pina JC, Mello DF. Utilização de atividades lúdicas na educação em saúde: uma revisão integrativa da literatura. Acta Paul Enferm. 2010; 23(2):257-63.

Oliveira PMP, Carvalho ALRF, Pagliuca LMF. Adaptação cultural de tecnologia educativa em saúde: literatura de cordel com enfoque na amamentação. Texto & Contexto Enferm. 2014;23(1):134-41.

Costa PB, Chagas ACMA, Joventino ES, Dodt RCM, Oriá MOB, Ximenes LB. Construção e validação de manual educativo para a promoção do aleitamento materno. Rev RENE. 2013;14(6):1160-7.

Oliveira PMP, Pagliuca LMF. Avaliação de tecnologia educativa na modalidade literatura de cordel sobre amamentação. Rev Esc Enferm USP. 2013; 47(1):205-12.

Dodt RCM, Ferreira AMV, Nascimento LA, Macêdo AC, Joventino ES, Ximenes, LB. Influência de estratégia de educação em saúde mediada por álbum seriado sobre a autoeficácia materna para amamentar. Texto & Contexto Enferm. 2013;22(3):610-8.

Prado C, Silva IA, Soares AVN, Aragaki IMM, Shimoda GT, Zaniboni VF, et al. Teleamamentação no programa nacional de telessaúde no Brasil: a experiência da telenfermagem. Rev Esc Enferm USP. 2013;47(4):990-6.

José L, Nathalie GB, Laurent L, Domitille A, Camille S, Patrice F. CD-ROM-based program for breastfeeding mothers. Matern Child Nutr. 2011;7(30:263-72.

Friesen CA, Hormuth LJ, Petersen D, Tina Babbitt T. Using Videoconferencing technology to provide breastfeeding support to low-income women: connecting hospital-based lactation consultants with clients receiving care at a community health center. J Hum Lact. 2015;31(4):595-9.

Rojjanasrirat W, Nelson EL, Wambach KA. A pilot study of home-based videoconferencing for breastfeeding support. J Hum Lact. 2012;28(4):464-7.

Merhy EE. Em busca de ferramentas analisadoras das tecnologias em saúde: a informação e o dia a dia de um serviço, interrogando e gerindo trabalho em saúde. In: Merhy EE, Onoko R. Agir em saúde: um desafio para o público. 2ª ed. São Paulo: Hucitec; 2002. p. 113-50.

Joventino ES, Dodt RCM, Araujo TL, Cardoso MVLML, Silva VM, Ximenes LB. Tecnologias de enfermagem para promoção do aleitamento materno: revisão integrativa da literatura. Rev. Gaúcha Enferm. 2011;32(1):178-84.

Barra DCC, Nascimento ERP, Martins JJ, Albuquerque GL, Erdmann AL. Evolução histórica e impacto da tecnologia na área da saúde e da enfermagem. Rev Eletrônica Enferm [Internet]. 2006 [acesso em 2015 Junho 10];8(3):422-30. Disponível em: http://www.fen.ufg.br/revista/revista8_3/v8n3a13.htm.

Soares ACG, Tarifa AP, Marinho SAL. Os encantos da literatura de cordel. In: II Encontro PIBID/CAPES/FAI. Ago 14-16; Adamantina, 2014. p. 1-4.

Alves RM. Literatura de cordel: por que e para que trabalhar em sala de aula. Rev Fórum Identidades. 2008;4:103-9.

Silva GRF, Cardoso MVLML. Material didático para a promoção da saúde ocular da criança. Rev Paul Enferm. 2007;26(1):12-6.

Gozzo TO, Lopes RR, Prado MAS, Cruz LAP, Almeida AM. Informações para a elaboração de um manual educativo destinado às mulheres com câncer de mama. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2012;16 (2):306-11.

Echer IC. Elaboração de manuais de orientação para o cuidado em saúde. Rev Latinoam Enferm.2005;13(5):754-7.

Oliveira MS, Fernandes AFC, Sawada NO. Manual educativo para o autocuidado da mulher mastectomizada: um estudo de validação. Texto & Contexto Enferm. 2008;17(1):115-23.

Ministério da Saúde (BR), Programa Nacional de Telessaúde. Atenção Primária à Saúde: uma Ação Nacional de parceria entre os Ministérios da Saúde, Ciência e Tecnologia e Educação [Internet]. Brasília; 2010 [acesso em 2015 Ago 8]. Disponível em: http://www.telessaudebrasil.org.br/php/level.php?lang=pt&component=42&item=1

Lindberg I, Christensson K, Ohrling K. Parents’experiences of using videoconferencing as a support in early discharge after childbirth. Midwifery. 2009;25(40:357-65.

Daza MPM, Berretin-Felix G, Machado MAMP. Requisitos para utilização de cybertutor com agentes comunitários de saúde. Rev CEFAC. 2014;16(2):573-81.




DOI: https://doi.org/10.5020/18061230.2016.p439

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia