Influência da fisioterapia no desenvolvimento neuropsicomotor de paciente com hidrocefalia - doi:10.5020/18061230.2009.p199

Gabriel Peixoto Leão Almeida, Karla Wanessa Cordeiro, Kysia Karine Almeida Carneiro, Fabiane Elpidio de Sá

Resumo


Objetivo: Analisar a influência da fisioterapia no desenvolvimento neuropsicomotor de um paciente com diagnóstico clínico de hidrocefalia. Descrição: Criança, de sexo masculino, 2 anos e 2 meses, com diagnóstico clínico de hidrocefalia e apresentando atraso no desenvolvimento neuropsicomotor. Utilizou-se, nas avaliações, o Sistema de Classificação da Função Motora Grossa (GMFCS) e a ficha de Avaliação Sensório-Motora. O período de intervenção durou 20 meses, sendo constatada melhora do Nível IV para o Nível II no GMFSC e melhora das habilidades funcionais e equilíbrio nas posturas do desenvolvimento neuropsicomotor com aquisição da posição bípede e deambulação com apoio ao término da pesquisa. O protocolo de intervenção foi baseado na literatura pertinente e associado com orientações domiciliares e prescrição de órtese suropodálica (AFO). De acordo com os achados do GMFCS e da ficha de Avaliação Sensório-Motora, o paciente obteve evolução a
satisfatória e sugere-se que o programa de intervenção proposto, aliado ao desenvolvimento
intrínseco da criança, contribuiu para a aquisição de habilidades funcionais. Conclusão: O protocolo utilizado no estudo está de acordo com os dados revistos na literatura, evidenciando a importância dos resultados da presente pesquisa, os quais poderão ser utilizados como referência para futuros estudos.

Palavras-chave


Hidrocefalia; Desenvolvimento Infantil; Fisioterapia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/561

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia