Experiência de educação em saúde sobre sexualidade com adolescentes institucionalizados

Cristina Zukowsky-Tavares, Anselmo Cordeiro de Souza, Neilia Gomes da Silva Braga, Alessandra Souto Lima, Daniela da Cunha dos Santos, Jefferson Oliveira Francica, Erenita Maria Silva da Costa

Resumo


Objetivo: Descrever a experiência de um projeto de ação que consistiu em fomentar a reflexão e a aprendizagem sobre sexualidade saudável por meio da educação em saúde. Síntese dos dados: Trata-se de um relato de experiência de uma atividade de extensão universitária realizada em novembro de 2015, com envolvimento de graduandos e mestrandos, em uma unidade da Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo do Adolescente – Fundação CASA, no município de São Paulo/SP, Brasil. Na experiência, houve participação de 75 adolescentes internos do sexo masculino. O projeto enfatizou o envolvimento dos adolescentes e gestores em etapas como: 1. Levantamento de questionamentos na temática; 2. Discussão e busca de fontes de pesquisa pelos mestrandos; 3. Elaboração, aplicação e avaliação do projeto de ação, em formato carrossel, alternando três grupos: anatomia e cuidados com o aparelho reprodutor masculino, doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), e estilo de vida saudável e sexualidade. Conclusão: Por meio da ação educativa em saúde foi proposta a reflexão por um pensar a sexualidade, tanto na dimensão higiênica preventiva como na orientação a hábitos de vida promotores de saúde.

Palavras-chave


Educação Sexual; Sexualidade; Adolescente Institucionalizado; Comportamento do Adolescente; Educação em Saúde; Promoção da Saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Pinto RJ, Fernandes AI, Mesquita C, Maia AC. Childhood adversity among institutionalized male juvenile offenders and other high-risk groups without offense records in Portugal. Violence Vict. 2015;30(4):600-14.

Farid NDN, Che'Rus S, Dahlui M, Al-Sadat N, Aziz NA. Predictors of sexual risk behaviour among adolescents from welfare institutions in Malaysia: a cross sectional study. BMC Public Health. 2014;14(Suppl 3):S9.

Correia DS, Cavalcante JC, Egito EST, Maia EMC. Prática do abortamento entre adolescentes: um estudo em dez escolas de Maceió (AL, Brasil) Ciênc Saúde Coletiva. 2011;16(5):2469-76.

Cruzeiro ALS, Silva RA, Horta BL, Souza LDM, Faria AD, Pinheiro RT, et al. Prevalência e fatores associados ao transtorno da conduta entre adolescentes: um estudo de base populacional. Cad Saúde Pública. 2008;24(9):2013-20.

Ahorlu CK, Pfeiffer C, Obrist B. Socio-cultural and economic factors influencing adolescents’ resilience against the threat of teenage pregnancy: a cross-sectional survey in Accra, Ghana. Reprod Health. 2015;12(1):1.

Camargo EAI, Ferrari RAP. Adolescentes: conhecimentos sobre sexualidade antes e após a participação em oficinas de prevenção. Ciênc Saúde Coletiva. 2009;14(3):937-46.

Da-Conceição WL, Cammarosano-Onofre EM. Adolescentes em privação de liberdade: as práticas de lazer e seus processos educativos. Rev Latinoam Cienc Soc Niñez Juv. 2013;11(2):573-85.

Moraes SP, Vitalle MSS. Direitos sexuais e reprodutivos na adolescência: interações ONU-Brasil. Ciênc Saúde Coletiva. 2015;20(8):2523-31.

Barcelos MRB, Vasconcellos LCF, Cohen SC. Políticas públicas para adolescentes em territórios vulneráveis. Rec Bras Promoç Saúde. 2010;23(3):288-94.

Ramiro L, Reis M, Matos MG, Diniz JA, Simões C. Educação sexual, conhecimentos, crenças, atitudes e comportamentos nos adolescentes. Rev Port Saúde Pública. 2011;29(1):11-21.

Pirotta KCM, Barboza R, Pupo LR, Cavasin S, Unbelam S. Educação sexual na escola e direitos sexuais reprodutivos. BIS Bol Inst Saúde (Impr). 2006;40(12):16-8.

Brasil. Constituição. Constituição da república Federativa do Brasil. 1988 [Internet]. 2016 [acesso em 2016 Abr 6]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm.

Rossato LA, Lépore PE, Cunha RS. Estatuto da criança e do adolescente: comentado artigo por artigo: Lei 8.069/1990. São Paulo: Saraiva; 2015.

Borges ALV, Latorre MRDO, Schor N. Fatores associados ao início da vida sexual de adolescentes matriculados em uma unidade de saúde da família da zona leste do Município de São Paulo, Brasil. Cad Saúde Pública. 2007;23(7):1583-94.

Nascimento EF, Gomes R. Marcas Identitárias masculinas e a saúde de homens jovens Cad Saúde Pública. 2008;24(7):1556-64.

Amorim VL, Vieira NFC, Monteiro EMLM, Sherlock MDSM, Barroso MGT. Práticas educativas desenvolvidas por enfermeiros na promoção à saúde do adolescente. Rev Bras Promoç Saúde. 2006;19(4):240-6.

Azevedo E, Pelicioni MCF, Westphal MF. Práticas intersetoriais nas políticas públicas de promoção de saúde. Physis (Rio de J). 2012;22(4):1333-56.

Souza AC, Oliveira IM, Martins LT. Promoção da Saúde: espaço interdisciplinar para o estudo do estilo de vida. Lecturas Educação Fisica Desportes. 2016;21(218):1-4.

Fazenda ICA, Varella AMRS, Almeida TTO. Interdisciplinaridade: tempo, espaços, proposições. Rev Cient e-Curriculum. 2014;11(3):847-62.

Silva-Arioli IG, Schneider DR, Barbosa TM, Da Ros MA. Promoção e Educação em saúde: uma análise epistemológica. Psicol Ciênc Prof. 2013;33(3):672-87.

Alencar RA, Silva L, Silva FA, Diniz RES. Desenvolvimento de uma proposta de educação sexual para adolescentes. Ciênc Educ (Bauru). 2008;14(1):159-68.

Maheirie K, Urnau LC, Vavassori MB, Orlandi R, Baierl RE. Oficinas sobre sexualidade com adolescentes: um relato de experiência. Psicol Estud. 2005;10(3):537-42.

Nogueira MJ, Barcelos S, Barros H, Schall VT. Criação compartilhada de um jogo: um instrumento para o diálogo sobre sexualidade desenvolvido com adolescentes. Ciênc Educ (Bauru). 2011;17(4):941-56.

Secretária da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo (BR). Lei nº 12.469, de 22 de dezembro de 2006. Altera a denominação da Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor, e dá providências Correlatas [Internet]. 2016 [acesso em 2016 Dez 6]. Disponível em: http://www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/lei/2006/lei-12469-22.12.2006.html

Fundação Casa - Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente. Portaria 224/2012. Diário Oficial do Estado (DOE), 8 maio 2012. São Paulo; 2012.

Malta DC, Silva MAL, Mello FCM, Monteiro RA, Porto DL, Sardinha LMV, et al. Saúde sexual dos adolescentes segundo a Pesquisa Nacional de Saúde dos Escolares (PeNSE). Rev Bras Epidemiol. 2011;14(1 Supl 1):147-56.

Macintyre AKJ, Vega ARM, Sagbakken M. From disease to desire pleasure to the pill: a qualitative study of adolescent learning about sexual health and sexuality in Chile. BMC Public Health. 2015;15(1):945.

Brêtas JRS, Ohara CVS, Jardim DP, Aguiar W Junior, Oliveira JR. Aspectos da sexualidade na adolescência. Ciênc Saúde Coletiva. 2011;16(7):3221-8.




DOI: https://doi.org/10.5020/18061230.2017.p135

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia