A participação comunitária no sistema único de saúde: revisão integrativa da literatura

Violeta Campolina Fernandes, Regina Stella Spagnuolo, Jamile Gabriela Bronzato Bassetto

Resumo


Objetivo: Revisar, na literatura, a participação comunitária no Sistema Único de Saúde. Métodos: A busca bibliográfica foi realizada por três examinadores independentes nas bases de dados eletrônicas Banco de Dados de Enfermagem (BDENF), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) e (Scientific Electronic Library Online (SciELO), com os descritores: “participação comunitária”, “Sistema Único de Saúde” e “saúde”. Os dados foram coletados de agosto a outubro de 2016, tendo os seguintes critérios de elegibilidade: publicações completas em periódicos científicos publicadas entre o período de 1988 e 2016, sem restrição de idioma. Resultados: Após aplicados os critérios de elegibilidade e exclusão, restaram 28 artigos, que desvelaram-se em duas categorias temáticas, a saber: “A participação comunitária na Atenção Primária à Saúde” e “Os diferentes caminhos da participação comunitária”. Conclusão: O estudo deu visibilidade à produção científica acerca da participação comunitária e pôde-se inferir que apresentou crescente incorporação prática em diferentes campos da saúde coletiva, com destaque às Unidades de Saúde da Família e aos Conselhos de Saúde.

Palavras-chave


Participação Comunitária; Sistema Único de Saúde; Políticas Públicas; Saúde Pública; Conselhos de Saúde; Atenção Primária à Saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Serapioni M, Antunes P, Ferreira PL. Participação em saúde: conceitos e conteúdos [paper]. Sesimbra; 2010.

Paim JS. Ações integradas de saúde (AIS): por que não dois passos atrás. Cad Saúde Pública. 1986;2(2):167-83.

Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio. Dicionário da educação profissional em saúde: Sistema Único de Saúde [Internet]. Rio de Janeiro: Fiocruz; 2009 [acesso em 2015 Abr 21]. Disponível em: http://www.sites.epsjv.fiocruz.br/dicionario/index.html

Cohn A. Políticas de saúde e reforma sanitária hoje: delimitações e possibilidades. Ciênc Saúde Coletiva. 2008;13(Supl 2):2021-3.

Brasil. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal; 1988.

Brasil. Lei n. 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial da União, 20 set 1990.

Brasil. Lei n. 8.142, de 28 de dezembro de 1990. Dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) e sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde e dá outras providências. Diário Oficial da União, 28 dez 1990.

Cabral MV. O exercício da cidadania política em perspectiva histórica (Portugal e Brasil). Rev Bras Ciênc Soc. 2003;18(51):31-60.

Ministério da Saúde (BR). Política Nacional de Promoção da Saúde: documento para discussão. Brasília: Ministério da Saúde; 2002.

Teixeira ML, Vianna W. Participação em saúde: do que estamos falando? Sociologias. 2009;11(21):218-51.

Ganong LH. Integrative reviews of nursing research. Res Nurs Health. 1987;10(1):1-11.

Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edição 70; 2011.

Pateman C. Participação e teoria democrática. Rio de Janeiro: Paz e Terra; 1992.

Rousseau J-J. Discurso sobre a economia política e do contrato social. Petrópolis: Vozes; 1995.

Fernandes JCL, Monteiro JGC. Postos comunitários: uma alternativa para o sistema de saúde. Cad Saúde Pública. 1997;13(1):127-35.

Coura-Filho P. Participação popular no controle da esquistossomose através do Sistema Único. Cad Saúde Pública. 1988; 14(Supl 2):111-22.

Vàzques ML, Silva MRF, Campos ES, Arruda IKG, Diniz AS, Veras IL, et al. Participação social nos serviços de saúde: concepções dos usuários e líderes comunitários em dois municípios do Nordeste do Brasil. Cad Saúde Pública. 2003;19(2):579-91.

Arantes CIS, Mesquita CC, Machado MLT, Ogata MN. O controle social no Sistema Único de Saúde: concepções e ações de enfermeiras da atenção básica. Texto & Contexto Enferm. 2007;16(3):470-8.

Pestana CLS, Vargas LA, Cunha FTS. Contradições surgidas no Conselho Gestor da Unidade Básica de Saúde da Família de Vargem Grande, Município de Teresópolis-RJ. Physis (Rio de J). 2007;17(3):485-99.

Camargo-Borges C, Mishima SM. A responsabilidade relacional como ferramenta útil para a participação comunitária na atenção básica. Saúde Soc. 2009;18(1):29-41.

Carlos EF, Silva CC, Silva ATMC, Braga JEF. Programa de Saúde da Família: Inclusão dos Usuários na Escolha dos Serviços Oferecidos. Rev Bras Ciênc Saúde. 2009;13(2):63-8.

Soratto J, Witt RR, Faria EM. Participação popular e controle social em saúde: desafios da Estratégia Saúde da Família. Physis (Rio de J). 2010;20(4):1227-43.

Longhi JC, Canton GAM. Reflexões sobre cidadania e os entraves para a participação popular no SUS. Physis (Rio de J). 2011;21(1):15-30.

Ribeiro FB, Nascimento MAA. Exercício de cidadania nos conselhos locais de saúde: a (re)significação do ‘ser sujeito’. Rev Baiana Saúde Pública. 2011;35(Supl 1):151-66.

Bispo-Júnior JP, Martins PC. Envolvimento comunitário na estratégia de saúde da família: dilemas entre institucionalização e efetiva participação. Physis (Rio de J). 2012;22(4):1313-32.

Martins ALX, Santos SMR. O Exercício do controle social no Sistema Único de Saúde: a ótica do enfermeiro como membro do Conselho Local de Saúde. Saúde Soc. 2012; 21(Supl 1):199-209.

Quintanilha BC, Sodré F, Dalbello-Araujo M. Movimentos de resistência no Sistema Único de Saúde (SUS): a participação rizomática. Interface Comun Saúde Educ. 2013;17(46):561-73.

Busana JM, Heidemann ITSB, Wendhausen ALP. Participação popular em um conselho local de saúde: limites e potencialidades. Texto & Contexto Enferm. 2015;24(2):442-9.

Lima FA, Galimbertti PA. Sentidos da participação social na saúde para lideranças comunitárias e profissionais da Estratégia Saúde da Família do território de Vila União, em Sobral-CE. Physis (Rio de J). 2016;26(1):157-75.

Botti ML, Scochi MJ. O aprender organizacional: relato de experiência em uma unidade básica de saúde. Saúde Soc. 2006;15(1):107-14.

Pessoto UC, Nascimento PR, Heimann LS. A gestão semiplena e a participação popular na administração da saúde. Cad Saúde Pública. 2001;17(1):89-97.

Oliveira VC. Comunicação, informação e participação popular nos conselhos de saúde. Saúde Soc. 2004;13(2):56-69.

Morita I, Guimarães JFC, Di Muzio BP. A participação de conselheiros municipais de saúde: solução que se transformou em problema. Saúde Soc. 2006;15(1):49-57.

Erdmann AL, Backes DS, Klock P, Koerich MS, Rodrigues CRL, Drago LC. Discutindo o significado de cidadania a partir dos direitos dos usuários da Saúde. Rev Enferm UERJ. 2008;16(4):477-81.

Martins PC, Cotta RMM, Mendes FF, Franceschinni SCC, Priore SE, Dias G, et al. Conselhos de saúde e a participação social no Brasil: matizes da utopia. Physis (Rio de J). 2008;18(1):105-21.

Cotta RMM, Cazal MM, Rodrigues JFC, Gomes KO, Junqueira TS. Controle social no Sistema Único de Saúde: subsídios para construção de competências dos conselheiros de saúde. Physis (Rio de J). 2010; 20(3):853-72.

Batista EC, Melo EM. A participação popular em Ipatinga (MG, Brasil): conquistas e desafios do setor saúde. Ciênc Saúde Coletiva. 2011;16(1):337-47.

Cotta RMM, Martins PC, Batista RS, Franceschinni SCC, Priore SE, Mendes FF. O controle social em cena: refletindo sobre a participação popular no contexto dos conselhos de saúde. Physis (Rio de J). 2011;21(3):1121-38.

Severo DO, Ros MA. A Participação no Controle social do SUS: concepção dos Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra. Saúde Soc. 2012;21(Supl 1):177-84.

Souza TO, Silva JM, Nóbrega SS, Constâncio JF. Controle Social: um desafio para o Conselheiro de Saúde. Rev Bras Enferm. 2012;65(2):215-21.

Rocha EM, Cunha JXP, Lira LSSP, Oliveira LB, Nery AA, Vilela ABA, et al. O papel do conselheiro municipal de saúde na fiscalização do orçamento público. Saúde Debate. 2013;37(96):104-11.

Silva RCC, Pedroso MC, Zucchi P. Ouvidorias públicas de saúde: estudo de caso em ouvidoria municipal de saúde. Rev Saúde Pública. 2014;48(1):134-41.

Barbosa AM, Silva JNF, Araújo EKG, Pereira JC, Lacerda DAL, Alvarenga JPO. Fórum permanente de educação popular em saúde: construindo estratégias de diálogos e participação popular. Rev APS. 2015;18(4):554-9.

Vilalba HG. O contrato social de Jean-Jacques Rousseau: uma análise para além dos conceitos. Filogênese [Internet]. 2013 [acesso em 2015 Abr 21];6(2):63-76. Disponível em: http://www.marilia.unesp.br/filogenese/

Conselho Nacional de Saúde (BR). Resolução n. 333, de 4 de novembro de 2003. Aprova as diretrizes para criação, reformulação, estruturação e funcionamento dos Conselhos de Saúde. Diário Oficial da União, Brasília, 4 dez 2003.

Freire P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra; 1996.




DOI: https://doi.org/10.5020/18061230.2017.p125

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia