Doenças crônicas e sonolência diurna excessiva em pessoas idosas

José Felipe Costa da Silva, Edson Mendes Marques, Thaiza Teixeira Xavier Nobre, Isaac Newton Machado Bezerra, Jônia Cybele Santos Lima

Resumo


Objetivo: Avaliar o nível de sonolência diurna excessiva (SDE), a síndrome de apneia obstrutiva do sono (SAOS) e as condições de saúde em idosos.Métodos: Trata-se de um estudo transversal e quantitativo, realizado com idosos cadastrados nas Estratégias de Saúde da Família de um município do Rio Grande do Norte, Brasil, de setembro de 2015 a janeiro de 2016. Utilizou-se um questionário sociodemográfico (com perguntas relativas ao: sexo, estado civil, tipo de moradia, endereço, renda, escolaridade e profissão) e de condições de saúde (com perguntas relativas à presença de doenças, a sequelas presentes e ao uso de medicamentos). A sonolência diurna excessiva (SDE) foi medida pela escala de Epworth e a síndrome de apneia obstrutiva do sono (SAOS), pelo questionário clínico de Berlin. Resultados: Participaram do estudo 61 idosos, com idade média de 68,5 anos, sendo 46 do sexo feminino (75,4%). Dentre eles, 56 (91,8%) relataram ter algum tipo de doença, sendo a hipertensão arterial sistêmica (HAS) a mais frequente (57,4%; n=35), seguida pela diabetes mellitus (DM) (24,6%; n=15) e artrite ou artrose (34,4%; n=21). Observou-se correlação positiva entre HAS e SAOS (p=0,001), DM e SAOS (p=0,018) e entre SDE e doenças respiratórias (p=0,010). Conclusão: As doenças mais prevalentes entre os idosos avaliados foram hipertensão arterial sistêmica e diabetes mellitus. A maioria não apresentou sonolência diurna excessiva e, quando observada, foi principalmente em grau leve. Apesar disso, observou-se associação positiva entre doenças crônicas, síndrome de apneia obstrutiva do sono e sonolência diurna excessiva.

Palavras-chave


Distúrbios do Sono por Sonolência Excessiva; Atenção Primária à Saúde; Doença Crônica; Idoso.

Texto completo:

PDF/A PDF/A (English)

Referências


Silva DC, Antunes DZ. Dependência do idoso na execução das atividades de vida diária. Fasem Ciências[Internet]. 2014 [acesso em 2018 Set 23];3(1):41-54. Disponível em: http://www.fasem.edu.br/revista/index.php/fasemciencias/article/view/55/pdf

Porciúncula R de CR da, Carvalho EF de, Barreto KML, Leite VMM. Perfil socioepidemiológico e autonomia de longevos em Recife-PE, Nordeste do Brasil. Rev Bras Geriatr Gerontol [Internet]. 2014 [acesso em 2018 Set 23];17(2):315-25. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000200315&lng=pt&tlng=pt

Oliveira BHD, Yassuda MS, Cupertino APFB, Neri AL. Relações entre padrão do sono, saúde percebida e variáveis socioeconômicas em uma amostra de idosos residentes na comunidade: Estudo PENSA. Ciênc Saúde Coletiva [Internet]. 2010 [acesso em 2018 Set 23];15(3):851-60. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000300028&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde. Vigitel Brasil 2016: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico : estimativas sobre frequência e distribuição sociodemográfica de fatores de risco e proteção para doenças crônicas nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal em 2016. Brasília: Ministério da Saúde; 2017.

Silva A, Prá KRD. Envelhecimento populacional no Brasil: elementos para pensar o lugar das famílias na proteção aos idosos. Argumentum. 2014;6(1):99-115.

Monteiro NT, Ceolim MF. Quality of sleep of the aged at home and in hospital. Texto & Contexto Enferm [Internet]. 2014 [acesso em 2018 Set 23];23(2):356-64. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072014000200356&lng=en&tlng=en

Oliveira TC, Medeiros WR, Lima KC. Diferenciais de mortalidade por causas nas faixas etárias limítrofes de idosos. Rev Bras Geriatr Gerontol [Internet]. 2015 [acesso em 2018 Set 23];18(1):85-94. Disponível em: http:// www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232015000100085&lng=pt&tlng=pt

Beserra A A, Silva LV L, Miranda ES, Almeida MR de, Santos SC. Conhecimento sobre fatores de risco para hipertensão arterial sistêmica por discentes do curso de enfermagem. Rev Bras Educ e Saúde [Internet]. 2017 [acesso em 2018 Set 23];7(2):61-7. Disponível em: http://www.gvaa.com.br/revista/index.php/REBES/article/view/4217

Mendes GS, Moraes CF, Gomes L. Prevalência de hipertensão arterial sistêmica em idosos no Brasil entre 2006 e 2010. Rev Bras Med Família e Comunidade [Internet]. 2014 [acesso em 2018 Set 23];9(32):273-8. Disponível em: http://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/795

Menon-Miyake MA, Santana GG, Menon-Miyake M, Menon-Miyake M. Distúrbios do sono e sintomas vestibulares.Rev Equilíbrio Corporal Saúde 2014;6(2):60-6.

Pereira AA, Neri AL, Ceolim MF. Association between insomnia symptoms, daytime napping, and falls in communitydwelling elderly. Cad Saúde Pública [Internet]. 2013 [acesso em 2018 Set 23];29(3):535-46. Disponível em:http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23532288

Andrechuk CRS, Ceolim MF. Sonolência diurna excessiva nos pacientes com infarto agudo do miocárdio. Acta Paul Enferm [Internet]. 2015 [acesso em 2018 Set 23];28(3):230-6. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1982-98. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802489&lng=pt

&tlng=pt

Lopes JM, Dantas FG, Medeiros JLA. Excessive daytime sleepiness in the elderly: association with cardiovascular risk, obesity and depression. Rev Bras Epidemiol [Internet]. 2013 [acesso em 2018 Set 23];16(4):872-9. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2013000400872&lng=en&tlng=en

Campostrini D, Prado L, Prado G. Síndrome da apneia obstrutiva do sono e doenças cardiovasculares. Rev Neurociências [Internet]. 2014 [acesso em 2018 Set 23];22(1):102-12. Disponível em: http://www. revistaneurociencias.com.br/edicoes/2014/2201/2201revisao/930revisao.pdf

Corrêa CC, Campos LD, Weber SAT. Conscientização sobre hábitos relacionados ao sono no interior do estado de São Paulo. Arch Heal Investig [Internet]. 2018 [acesso em 2018 Set 23];7(3):115-7. Disponível em: http://archhealthinvestigation.com.br/ArcHI/article/view/2810

Bertolucci PHF, Brucki SMD, Campacci SR, Juliano Y. O mini-exame do estado mental em uma população geral:impacto da escolaridade. Arq Neuropsiquiatr [Internet]. 1994 [acesso em 2018 Set 23];52(1):1-7. Disponível em:http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X1994000100001&lng=pt&tlng=pt

Araújo-Melo MH, Neves DD, Ferreira LVMV, Moreira MLV, Nigri R, Simões SMG. Questionários e Escalas úteis na pesquisa da Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono. Rev Hosp Univ Pedro Ernesto [Internet]. 2016 [acesso em 2018 Set 23];15(1):48-54. Disponível em: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistahupe/article/view/22368

Cruz DT, Cruz FM, Ribeiro AL, Veiga CL, Leite ICG. Associação entre capacidade cognitiva e ocorrência de

quedas em idosos. Cad Saúde Coletiva [Internet]. 2015 [acesso em 2018 Set 23];23(4):386-93. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-462X2015000400386&lng=pt&tlng=pt

Ferretti F, Castanha AC, Padoan ER, Lutinski J, Silva MR. Quality of life in the elderly with and without chronicpain. Brazilian J Pain [Internet]. 2018 [acesso em 2018 Set 23];1(2):141-6. Disponível em: http://www.gnresearch.org/doi/10.5935/2595-0118.20180022

Brasil. Ministério da Saúde. Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa. Portaria nº 2.529/GM de 19 de outubro de 2006. Institui a Internação Domiciliar no âmbito do SUS. Diário Oficial da União; Brasília; 20 out. 2006 [acesso em 2018 Set 23]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2006/prt2528_19_10_2006.html

Pimenta FB, Pinho L, Silveira MF, Botelho ACC. Fatores associados a doenças crônicas em idosos atendidos pela Estratégia de Saúde da Família. Ciênc Saúde Coletiva [Internet]. 2015 [acesso em 2018 Set 23];20(8):2489-98. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802489&lng=pt

&tlng=pt

Ferreira RA, Barreto SM, Giatti L. Hipertensão arterial referida e utilização de medicamentos de uso contínuo no Brasil: um estudo de base populacional. Cad Saúde Pública [Internet]. 2014 [acesso em 2018 Set 23];30(4):815-26. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2014000400815&lng=pt

&tlng=pt

Campostrini D, Prado L, Prado G. Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono e Doenças Cardiovasculares.Rev Neurociências [Internet]. 2014 [acesso em 2018 Set 23];22(1):102-12. Disponível em: http://www.revistaneurociencias.com.br/edicoes/2014/2201/2201revisao/930revisao.pdf

Klafke A, Duncan BB, Rosa RS, Moura L, Malta DC, Schmidt MI. Mortalidade por complicações agudas do diabetes melito no Brasil, 2006-2010. Epidemiol Serv Saúde [Internet]. 2014 [acesso em 2018 Set 23];23(3):455-62. Disponível em: http://scielo.iec.pa.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-49742014000300008&ln

g=en&nrm=iso&tlng=en

Correia MABB, Souza MJMC, Oliveira RAP, Carvalho MMB, Medeiros AKL, Medeiros CA, et al. Preditores clínicos da apneia obstrutiva do sono entre diabéticos tipo 2. Sleep Sci [Internet]. 2015 [acesso em 2018 Set 23];8(4):221-2. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1984006316001103

Luyster FS, Strollo PJ, Zee PC, Walsh JK. Sleep: a health imperative. Sleep [Internet]. 2012 [acesso em 2018 Set 23];35(6):727-34. Disponível em: https://academic.oup.com/sleep/article-lookup/doi/10.5665/sleep.1846

Zawisza K, Tobiasz-Adamczyk B, Galas A, Brzyska M. Sleep duration and mortality among older adults in a 22-year follow-up study: an analysis of possible effect modifiers. Eur J Ageing. 2015;12(2):119-29.

Plazzi G, Ferri R, Antelmi E, Bayard S, Franceschini C, Cosentino FI, et al. Restless legs syndrome is frequent in narcolepsy with cataplexy patients. Sleep. 2010;33(5):689-94.

Aguiar IDC, Dias IS, Oliveira AR, Maria L, Sampaio M, Nacif SR, et al. Características Clínicas, funcionais e variáveis polissonográficas de pacientes de um laboratório de pesquisa em distúrbios do sono. J Health Sci (Londrina). 2011;13(4):227–32.

Marques IR, Isabel RDO. Avaliação da qualidade do sono e da qualidade de vida na asma. Rev Bras Qual Vida [Internet]. 2011 [acesso em 2018 Set 23];3(1):24-31. Disponível em: https://periodicos.utfpr.edu.br/rbqv/article/

view/757

Lima CA, Soares WJ de S, Bilton TL, Dias RC, Ferrioll E, Perracini MR. Correlates of excessive daytime sleepiness in community-dwelling older adults: an exploratory study. Rev Bras Epidemiol [Internet]. 2015 [acesso em 2018 Set 23];18(3):607-17. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000300607&lng=en&tlng=en

Zanuto EAC, Lima MCS, Araújo RG, Silva EP, Anzolin CC, Araujo MYC, et al. Distúrbios do sono em adultos de uma cidade do Estado de São Paulo. Rev Bras Epidemiol [Internet]. 2015 [acesso em 2018 Set 23];18(1):42-53. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000100042&lng=pt&tlng=pt

Giorelli AS, Santos PP, Carnaval T, Gomes MM. Sonolência excessiva diurna: aspectos clínicos, diagnóticos e terapêuticos. Rev Bras Neurol. 2012;48(3):17-24.

Medeiros C, Bruin V, Férrer D, Paiva T, Montenegro R Júnior, Forti A, et al. Excessive daytime sleepiness in type 2 diabetes. Arq Bras Endocrinol Metabol [Internet]. 2013 [acesso em 2018 Set 23];57(6):425-30. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27302013000600003&lng=en&tlng=en

Theorell-Haglöw J, Åkerstedt T, Schwarz J, Lindberg E. Predictors for Development of Excessive Daytime Sleepiness in Women: A Population-Based 10-Year Follow-Up. Sleep [Internet]. 2015 [acesso em 2018 Set 23];38(12):1995-2003. Disponível em: https://academic.oup.com/sleep/article-lookup/doi/10.5665/sleep.5258

Vigorito C, Giallauria F. Effects of exercise on cardiovascular performance in the elderly. Front Physiol [Internet]. 2014 [acesso em 2018 Set 23]. Disponível em: http://journal.frontiersin.org/article/10.3389/fphys.2014.00051/abstract

Camões M, Fernandes F, Silva B, Rodrigues T, Costa N, Bezerra P. Exercício físico e qualidade de vida em idosos: diferentes contextos sociocomportamentais. Motricidade [Internet]. 2016 [acesso em 2018 Set 23];12(1):96-105. Disponível em: http://revistas.rcaap.pt/motricidade/article/view/6301




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2018.8205

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia