Avaliação do Programa Nacional de Suplementação de Ferro

Richelle Moreira Marques, Amanda de Andrade Marques, Anna Licya Calixto Serafim, Dayanne Braga Cândido, Priscylla Tavares Almeida

Resumo


Objetivo: Avaliar o Programa Nacional de Suplementação de Ferro (PNSF) a partir do conhecimento dos profissionais de saúde envolvidos na execução deste. Métodos: Pesquisa qualitativa executada no segundo semestre de 2018. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 7 profissionais envolvidos no Programa Nacional de Suplementação de Ferro atuantes em Unidades Básicas de Saúde de um município. A seleção dos entrevistados se deu a partir de critérios de inclusão e exclusão. Na entrevista foram abordados o PNSF e os alimentos que interferem na biodisponibilidade de ferro. A análise dos dados se deu por análise de conteúdo temática. Resultados: A distribuição do suplemento férrico não acontecia há 3 meses e os profissionais de saúde entrevistados não tinham conhecimento suficiente sobre alimentos que interferem na absorção de ferro, apontando importante falha no momento da orientação sobre o suplemento. A ausência de capacitações sobre o programa foi um fator que chamou atenção. Conclusão: O funcionamento do Programa Nacional de Suplementação de Ferro no referido município, durante o período estudado, deu-se de forma insatisfatória. Deve haver maior atenção dos gestores da estratégia em relação à distribuição do suplemento e à capacitação dos profissionais, objetivando melhorias para o programa e, consequentemente, para seus usuários.

Palavras-chave


Anemia Ferropriva; Política Pública; Ferro

Texto completo:

PDF/A PDF/A (English)

Referências


World Health Organization. The global prevalence of anaemia in 2011. Geneva: WHO; 2015.

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria SAS/MS nº 1.247, de 10 de novembro de 2014. Protocolo clínico e diretrizes terapêuticas: anemia por deficiência de ferro. Diário Oficial da União; Brasília, 11 de novembro de 2014.

Andrade CCS. Tratamento da anemia por deficiência de ferro em crianças de até 24 meses no Brasil [monografia]. Rio Verde: Universidade de Rio Verde; 2016 [acesso em 2018 Abr 10]. Disponível em: ttp://www.unirv.edu.br/conteudos/fckfiles/files/TRATAMENTO%20DA%20ANEMIA%20POR%20DEFICIENCIA%20DE%20FERRO%20EM%20CRIANCAS%20ATE%2024%20MESES%20NO%20BRASIL.pdf

Moreira AS, Silva RAA. Anemia ferropriva em portadores de anemia falciforme: a importância de se avaliar o estado nutricional de ferro. Rev Ciênc Méd e Biol [Internet]. 2014 [acesso em 2018 Abr 10];13(2):236-41. Disponível em: http://dx.doi.org/10.9771/cmbio.v13i2.5837

Macêdo LB, Pimentel MML, Santos FA, Dias RVC. A eritropoiese e o eritrograma: uma revisão. Rev Bras Hig Sanid Anim [Internet]. 2015 [acesso em 2018 Abr 10];9(4):716-32. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5278612

Costa LN. Influência da anemia decorrente de doença renal crônica e do seu tratamento em portadores de insuficiência cardíaca crônica, uma revisão bibliográfica sistematizada [monografia]. Salvador: Universidade Federal da Bahia; 2016 [acesso em 2018 Abr 13]. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/17236/1/Leonam Nascimento Costa Copy.pdf

World Health Organization. Global Nutrition Targets 2025: anemia policy brief. Geneva: WHO; 2017 [acesso em 2018 Maio 02]. Disponível em: http://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/148556/WHO_NMH_NHD_14.4_eng.pdf?ua=1

André HP, Sperandio N, Siqueira RL, Franceschini SCC, Priore SE. Indicadores de insegurança alimentar e nutricional associados à anemia ferropriva em crianças brasileiras: uma revisão sistemática. Rev Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2018 [acesso em 2018 Abr 14];23(4):1159-67. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232018000401159&lng=pt&nrm=iso

Souza LMS, Santos SMC. Política nacional de alimentação e nutrição: avaliação da implantação de programas em municípios baianos. Demetra [Internet]. 2017 [acesso em 2018 Abr 03];12(1):137-55. Disponível em: https://doi.org/10.12957/demetra.2017.26371

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Relatório de gestão 2015: Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição. Brasília: Ministério da Saúde; 2018.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Manual operacional do Programa Nacional de Suplementação de Ferro. Brasília: Ministério da Saúde; 2014.

Menezes FCM. Programa Nacional de Suplementação de Ferro na estratégia saúde da família de Juazeiro do Norte - CE: um estudo a partir do relato de profissionais [tese]. Rio de Janeiro: Universidade Estácio de Sá; 2014.

Oliveira TG, Nascimento SVS, Moreira PVL. O Programa Nacional de Suplementação de Ferro na ótica dos profissionais de nutrição do Município de Cabedelo-PB. Rev Bras Ciênc Saúde [Internet]. 2014 [acesso em 2019 Fev 12];18(2):121-30. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/index.php/rbcs/article/view/14990

Gil AC. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6a ed. São Paulo: Atlas; 2008.

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 7a ed. São Paulo: Hucitec; 2000.

Fontanella BJB, Ricas J, Turato ER. Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: contribuições teóricas. Cad Saúde Pública [Internet]. 2008 [acesso em 2019 Abr 27];24(1):17-27. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008000100003&lng=en doi: 10.1590/S0102-311X2008000100003

Brasil. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 510, de 07 de abril de 2016. Diário Oficial da União; Brasília, 24 de maio de 2016.

Brasil. Ministério da Saúde. Nota técnica nº 188/2018 - CGAN/DAB/SAS/MS (3207391). Trata da divulgação dos resultados do Programa Nacional de Suplementação de Ferro em 2017. 2018 [acesso em 2019 Mar 08]. Disponível em: http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/documentos/NT_PNSF_2017.pdf

Berger J, Dillon JC. Stratégies de contrôle de la carence en fer dans les pays en développement. Cahiers d'études et de recherches francofones. Cahiers Santé [Internet]. 2002 [acesso em 2019 Abr 08];12:22-30. Disponível em: http://horizon.documentation.ird.fr/exl-doc/pleins_textes/divers09-06/010028665.pdf

Gontijo TL, Oliveira VC, Lima KCB, Lima PKM. Prática profilática da anemia ferropriva em crianças na estratégia saúde da família. Rev Enferm Centro-Oeste Mineiro [Internet]. 2017 [acesso em 2018 Set 01];7:e1204. Disponível em: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v7i0.1204

Sociedade Brasileira de Pediatria. Consenso sobre anemia ferropriva: mais que uma doença, uma urgência médica!. São Paulo: Sociedade Brasileira de Pediatria; 2018.

Faria ACDS. Vigilância alimentar e nutricional na estratégia saúde da família de um município de grande porte de Goiás [dissertação]. Goiânia: Universidade Federal de Goiás; 2016 [acesso em 2019 Mar 08]. Disponível em: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6999

Menezes FCM. Programa Nacional de Suplementação de Ferro na estratégia saúde da família de Juazeiro do Norte - CE: um estudo a partir do relato de profissionais [tese]. Rio de Janeiro: Universidade Estácio de Sá; 2014.

Oliveira APDN, Rodrigues DF, Zwaal GI, Andrade RG. Capacitação dos agentes comunitários de saúde em aleitamento materno e alimentação complementar no âmbito da atenção básica, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Rev APS [Internet]. 2014 [acesso em 2018 Nov 01];17(1):106-10. Disponível em: https://aps.ufjf.emnuvens.com.br/aps/article/view/1925

Cançado RD, Chiattone CS. Anemia ferropênica no adulto-causas, diagnóstico e tratamento. Rev Bras Hematol e Hemoter [Internet]. 2010 [acesso em 2018 Nov 04];32(3):240-6. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1516-84842010000300011&script=sci_abstract&tlng=pt

Neme LCLH, Brognoli AF, Fujimori E, Szarfarc SC, Oliveira ACL, Willrich N. Estado nutricional, consumo de ferro e vitamina C e níveis sanguíneos de hemoglobina de gestantes. Cad da Esc de Saúde. 2017;2(4):149-64.

Pinto SL, Lucena ALN, Bezerra SM, Cardoso LRC, Silva KC. Avaliação da adequação da alimentação escolar em uma escola de tempo integral no município de Palmas, Tocantins, Brasil. Cereus [Internet]. 2017 [acesso em 2018 Nov 04];9(2): 92-107. Disponível em: http://ojs.unirg.edu.br/index.php/1/article/view/1389/535




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2019.8695

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia