Fatores associados ao desempenho de serviços da atenção primária à saúde

Anna Gabryela Sousa Duarte, Tarcísio Laerte Gontijo, Eliete Albano de Azevedo Guimarães, Ricardo Bezerra Cavalcante, Vinícius Silva Belo, George Sobrinho Silva

Resumo


Objetivo: Avaliar o desempenho de equipes de Saúde da Família (eSF) e equipes de Atenção Básica (eAB) sobre a presença e extensão de atributos da Atenção Primária à Saúde (APS) através da visão dos usuários. Métodos: Trata-se de um estudo observacional transversal realizado em um município da região centro-oeste de Minas Gerais (MG) entre janeiro e junho de 2016 com amostra representativa de 384 usuários assistidos por eSF e eAB. Os dados foram obtidos por meio da aplicação do instrumento Primary Care Assessment Tool (PCATool-Brasil) - usuários adultos. Inicialmente, calculou-se o escore de cada atributo/componente e os escores essencial e geral. Utilizou-se a modelagem de análise multivariada para identificar variáveis associadas à avaliação satisfatória (escore ≥ 6,6) da APS. Resultados: Os resultados apontam que a maioria dos atributos/componentes da APS não está devidamente implantado no cenário em questão. Identificou-se, ainda, na análise multivariada, que a avaliação de usuários da eSF (Odds Ratio: 2,09) e de pessoas com até oito anos de estudo (Odds Ratio: 1,94) está associada à avaliação satisfatória da APS. Conclusão: Na visão dos usuários, a eSF tem maior potencial para a presença e extensão dos atributos/componentes da APS, reforçando, assim, o papel de destaque dessa estratégia como principal arranjo organizacional de APS no cenário nacional.

Palavras-chave


Avaliação em Saúde; Atenção Primária à Saúde; Saúde da Família

Texto completo:

PDF/A PDF/A (English)

Referências


Brasil. Portaria nº 2.436, de 21 de setembro de 2017. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Ministério da Saúde 21 de setembro de 2017.

O’Malley AS, Rich EC. Measuring Comprehensiveness of Primary Care: Challenges and Opportunities. J Gen Intern Med [Internet]. 2015 [acesso em 2017 Nov 11];30(suppl 3):S568-75p. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4512967/?tool=pubmed

Ministério da Saúde (BR). Sala de Apoio à Gestão Estratégica [Internet]. [acesso em 2018 Mar 20]. Disponível em: http://sage.saude.gov.br/

Silva SA, Fracolli LA. Avaliação da assistência à criança na Estratégia de Saúde da Família. Rev Bras Enferm [Internet]. 2016 [acesso em 2018 Abr 09];69(1):47-53. doi:10.1590/0034-7167.2016690107i

Arantes LJ, Shimizu HE, Merchán-Hamann E. Contribuições e desafios da Estratégia Saúde da Família na Atenção Primária à Saúde no Brasil: revisão da literatura. Cienc Saude Colet [Internet]. 2016 [acesso em 2017 Nov 07];21(5):1499–1509.doi:10.1590/1413-81232015215.19602015

Bulgareli J, Cortellazzi KL, Ambrosano GMB, Meneghim MC, Faria ET, Mialhe FL, et al. A resolutividade em saúde bucal na atenção básica como instrumento para avaliação dos modelos de atenção. Cienc Saude Colet [Internet]. 2014 [acesso em 2017 Ago 20];19(2):383–91.doi:10.1590/1413-81232014192.20102012

Starfield B. Atenção Primária: equilíbrio entre necessidades de saúde, serviços e tecnologia. Brasília: UNESCO; 2002.

Starfield B, Xu J, Shi L. Validating the Adult Primary Care Assessment Tool. J Fam Pract [Internet]. 2001 [acesso em 2017 Ago 10];50(2):161-75. Disponível em: http://www.mdedge.com/jfponline/article/60464/validating-adult-primary-care-assessment-tool

Prates ML, Machado JC, Silva LS, Avelar PS, Prates LL, Mendonça ET, et al. Desempenho da Atenção Primária à Saúde segundo o instrumento PCATool: uma revisão sistemática. Cienc Saude Colet [Internet]. 2017 [acesso em 2018 Nov 13];22(6):1881-93.doi:10.1590/1413-81232017226.14282016

Cardoso AVL, Chain APN, Mendes RIP, Ferreira EF, Vargas AMD, Martins AMEBL, et al. Assessment of the management of the family health strategy via the tool Assessment for Quality Improvement in municipalities of minas Gerais, Brazil. Cienc Saude Colet [Internet]. 2015 [acesso em 2017 Nov 19];20(4):1267-84.doi:10.1590/1413-81232015204.01832014

Reis RS, Coimbra LC, Silva AAM, Santos AM, Alves MTSSB, Lamy ZC, et al. Acesso e utilização dos serviços na Estratégia Saúde da Família na perspectiva dos gestores, profissionais e usuários. Cienc Saude Colet [Internet]. 2013 [acesso em 2018 Abr 09];18(11):3321-31.doi:10.1590/S1413-81232013001100022

Pinto EP Jr, Cavalcante JLM, Sousa RA, Morais APP, Silva MGC. Análise da produção científica sobre avaliação, no contexto da saúde da família, em periódicos brasileiros. Saúde Debate [Internet]. 2015 [acesso em 2018 Jan 15];39(104):268-78p.doi:10.1590/0103-110420151040226

Paula WKAS, Samico IC, Caminha MFC, Batista M Filho, Figueirôa JN. Orientação comunitária e enfoque familiar: avaliação de usuários e profissionais da estratégia saúde da família. Cad Saude Colet [Internet]. 2017 [acesso em 2018 Mar 10];25(2):242–48p. doi:10.1590/1414-462x201700020113

Grimm S, Padilha A, Bassichetto KC, Lira M. Dezesseis anos de monitoramento em saúde na atenção primária em uma grande metrópole das Américas. Rev Panam Salud Publica [Internet]. 2018 [acesso em 2019 Jul 30];42:e183. Disponível em: https://doi.org/10.26633/RPSP.2018.183

IBGE. Divinópolis [Internet]. 2018 [acesso em 2018 Mar 10]. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/divinopolis/panorama

Oliveira MMC, Harzheim E, Riboldi J, Duncan BB. PCATool-ADULTO-BRASIL: uma versão reduzida. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 2013 [acesso em 2017 Jul 18];8(29):256-63.doi:10.5712/rbmfc8(29)823

Ministério da Saúde (BR). Manual do instrumento de avaliação da atenção primária à saúde: primary care assessment tool pcatool - Brasil. Brasília, DF: Ministério da Saúde; 2010.

Oliveira VBCA, Veríssimo MLÓR. Children's health care assistance according to their families: a comparison between models of Primary Care. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2015 [acesso em 2017 Jul 18];49(1):30-6. doi:10.1590/S0080-623420150000100004

Mesquita M Filho, Luz BSR, Araújo CS. A Atenção Primária à Saúde e seus atributos: a situação das crianças menores de dois anos segundo suas cuidadoras. Cienc Saude Colet [Internet]. 2014 [acesso em 2018 Abr 09];19(7):2033-46.doi:10.1590/1413-81232014197.17322013

Martins JS, Abreu SCC, Quevedo MP, Bourget MMM. Estudo comparativo entre Unidades de Saúde com e sem Estratégia Saúde da Família por meio do PCATool. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 2016 [acesso em 2018 Abr 09];11(38):1-13. doi:10.5712/rbmfc11(38)1252

Shimazaki ME. A Atenção Primária à Saúde. Belo Horizonte: ESPMG; 2009.

Araújo JP, Viera CS, Toso BRGO, Collet N, Nassar PO. Assessment of attributes for family and community guidance in the child health. Acta Paul Enferm [Internet]. 2014 [acesso em 2018 Jan 06];27(5):440-46. doi:10.1590/1982-0194201400073

Reichert APS, Leônico ABA, Toso BRG, Santos NCCB, Vaz EMC, Collet N. Orientação familiar e comunitária na Atenção Primária à Saúde da criança. Cienc Saude Colet [Internet]. 2016 [acesso em 2018 Jan 06];21(1):119-27. doi:10.1590/1413-81232015211.05682014

Leão CDA, Caldeira AP, Oliveira MMC. Atributos da atenção primária na assistência à saúde da criança: avaliação dos cuidadores. Rev Bras Saúde Mater Infant [Internet]. 2011 [acesso em 2018 Jan 15];11(3):323-33. doi:10.1590/S1519-38292011000300013

Augusto DK, Lima-Costa MF, Macinko J, Peixoto SV. Fatores associados à avaliação da qualidade da atenção primária à saúde por idosos residentes na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, 2010. Epidemiol Serv Saude [Internet]. 2019 [acesso em 2019 Jul 30];28(1):e2018128.doi:10.5123/S1679-49742019000100017

Silva AS, Baitelo TC, Fracolli LA. Avaliação da atenção primária à saúde: a visão de usuários e profissionais sobre a estratégia de saúde da família. Rev Latinoam Enferm [Internet]. 2015 [acesso em 2018 Abr 09];23(5):979-87. doi:10.1590/0104-1169.0489.2639

Fertonani HP, Pires DEP, Biff D, Scherer MDA. Modelo assistencial em saúde: conceitos e desafios para a atenção básica brasileira. Cienc Saude Colet [Internet]. 2015 [acesso em 2017 Out 21];20(6):1869-78. doi:10.1590/1413-81232015206.13272014




DOI: https://doi.org/10.5020/18061230.2019.8843

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia