Substâncias e medicamentos abortivos utilizados por adolescentes em unidade secundária de saúde - doi:10.5020/18061230.2005.p177

Francisca Rosana do Nascimento Barros, Irineu Lima de Albuquerque

Resumo


A gravidez na adolescência ocorre quase sempre de modo inesperado. Muitas terminam em aborto provocado. As adolescentes utilizam medicamentos ou chás como métodos que podem levar ao aborto, a anormalidades congênitas, a complicações, ou mesmo à morte. O estudo objetivou identificar e analisar o uso de medicamentos ou outras substâncias como abortivos, por adolescentes; identificando também os motivos para utilizá-las, o grau de instrução das mesmas e avaliando o nível de conhecimento das substâncias ou medicamentos aplicados como prática abortiva. Tratou-se de um estudo transversal, descritivo, observacional, qualitativo com enfoque quantitativo, em que foi aplicado um questionário, a quarenta adolescentes, de 13 a 21 anos de idade, escolhidas aleatoriamente, na prevenção ginecológica e no ambulatório de pediatria do Núcleo de Atenção Médica Integrada (NAMI), no período de 22 de setembro a 10 de outubro de 2003. Os resultados mostraram que todas as adolescentes entrevistadas eram alfabetizadas. Dentre as jovens entrevistadas, dez relataram ter utilizado alguma substância ou medicamento para induzir o aborto ou induzir o ciclo menstrual, por se apresentarem grávidas ou com suspeita de gravidez. Citaram-se no estudo, substâncias como o suco artificial de uva, sozinho ou associado à cachaça e “pílula do mato”; e os chás de pimenta do reino, “carrapicho”, “boa-noite” e “quebra-pedra”; os reguladores do ciclo menstrual disponíveis em farmácias e o misoprostol. O misoprostol continua a ser utilizado pela população, mesmo após ampla divulgação dos seus efeitos tóxicos e da alta taxa de aborto incompleto.

Palavras-chave


Aborto induzido; Efeitos de drogas; Misoprostol; Efeitos adversos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/941

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia