Percepções de psicólogos sobre as dinâmicas territoriais na construção de ações promotoras da saúde

Ludimilla Deisy da Silva Gomes Martins, Mariangela Nascimento Bezerra de Paula, Vivian Andrade Araújo, Elisabete Agrela Andrade

Resumo


Objetivo: Analisar potencialidades, desafios e limitações de um território para a construção de ações de promoção da saúde, a partir da percepção dos psicólogos que trabalham em uma região. Métodos: Pesquisa qualitativa, realizada em maio de 2018, com 15 psicólogos que trabalham no território da região Sul de São Paulo, Brasil. A coleta de dados ocorreu através de quatro grupos focais. Os dados foram analisados pela análise de conteúdo, emergindo três categorias temáticas: Potencialidades do território para ações de promoção da saúde; Desafios e limitações para desenvolver ações de promoção da saúde no território; A psicologia promotora de saúde no território. Resultados: Como potencialidades destacam-se a diversidade cultural e a possibilidade de atuação via arte. Os desafios e limitações destacados foram a atuação em rede e a falta de suporte na atuação. Há a necessidade de atuação ampliada e contextualizada, além da constante capacitação. Conclusão: Reconhecer a potencialidade no território engloba o profissional ampliar seus horizontes de atuação e constituir espaços de produção subjetiva e coletiva. Incide também reconhecer as limitações do local, com dificuldades de oferta e articulação de serviços e descaso aos direitos básicos daquela comunidade. Assim, sugere-se uma visão voltada para a capacitação continuada e a legitimidade de seu trabalho nesse contexto da atenção primaria.

Palavras-chave


Territorialidade; Ambiente; Promoção da Saúde; Psicologia

Texto completo:

PDF/A

Referências


Silva P, Baptista T. A Política Nacional de Promoção da Saúde: texto e contexto de uma política. Saúde Debate [Internet]. 2015 [acesso em 2018 Nov 25];39(spe):91-104. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-11042015000500091&script=sci_abstract&tlng=pt

Westphal M, Franceschini M. A contribuição do CEPEDOC para a construção da Política de Promoção da Saúde no Brasil. Cienc Saúde Colet [Internet]. 2016 [acesso em 2018 Set 26];21(6):1819-28. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/csc/2016.v21n6/1819-1828/pt

Ministério da Saúde (BR). Política Nacional de Promoção da Saúde - PNaPS: revisão da Portaria MS/GM n° 687, de 30 de março de 2006. Brasília: Ministério da Saúde; 2014.

Garbois J, Sodré F, Dalbello-Araujo M. Da noção de determinação social à de determinantes sociais da saúde. Saúde Debate [Internet]. 2017 [acesso em 2018 Set 26];41(112):63-76. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/sdeb/2017.v41n112/63-76/pt

Poubel P. Psicologia na saúde pública. Estud Contemporâneos Subj [Internet]. 2014 [acesso em 2018 Nov 2];4(2):193-200. Disponível em: http://www.periodicoshumanas.uff.br/ecos/article/view/1369/1042

Luna I. Sentidos da integralidade no fazer psicológico em saúde pública. Rev Psicol Saúde [Internet]. 2014 [acesso em 2018 Nov 2];6(2):1-10. Disponível em: http://www.gpec.ucdb.br/pssa/index.php/pssa/article/view/348/434

Goya ACA, Rasera EF. A atuação do psicólogo nos serviços públicos de atenção primária à saúde em Uberlândia, MG. Horiz Cient. 2007;1(7):1-21.

Conselho Federal de Psicologia. Código de ética profissional do psicólogo [Internet]. 2005 [acesso em 2018 Out 26]. Disponível em: https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2012/07/codigo-de-etica-psicologia.pdf

Cintra M, Bernardo M. Atuação do Psicólogo na Atenção Básica do SUS e a Psicologia Social. Psicol Cienc Prof [Internet]. 2017 [acesso em 2018 Out 26];37(4):883-96. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-98932017000400883&script=sci_abstract&tlng=e

Dimenstein M, Siqueira K, Macedo JP, Leite J, Dantas C. Determinação social da saúde mental: contribuições à psicologia no cuidado territorial. Arq Bras Psicol (Rio J 1979) [Internet]. 2017 [acesso em 2019 Abr 18];69(2):72-87. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=229053873006

Bernardes AG. Pesquisar com o Território: algumas apostas metodológicas. Psicol Cienc Prof [Internet]. 2018 [acesso em 2018 Out 26];38(2):291-300. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1982-3703003492017

Furtado JP, Oda WY, Borysow IDC, Kapp S. A concepção de território na saúde mental. Cad Saúde Pública [Internet]. 2016 [acesso em 2018 Out 18];32:e00059116. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/csp/2016.v32n9/e00059116/pt

Silva MG, Fernandes JD, Rebouças LC, Rodrigues GRS, Teixeira GA, Silva RMO. Publicações que utilizaram o grupo focal como técnica de pesquisa: o que elas nos ensinam? Cienc Cuid Saúde [Internet]. 2013 [acesso em 2015 Ago 05];12(2):398-406. Disponível em: http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/CiencCuidSaude/article/viewFile/9194/

Minayo M, Deslandes SF, Gomes RC. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 34ª ed. Petrópolis: Vozes; 2014.

Prefeitura de São Paulo (BR). Histórico do Campo Limpo [Internet]. 2019 [acesso em 2019 Set 03]. Disponível em: https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/subprefeituras/campo_limpo/historico/index.php?p=131

Nóbrega DO, Andrade ERG, Melo ESN. Pesquisa com grupo focal: contribuições ao estudo das representações sociais. Psicol Soc [Internet]. 2016 [acesso em 2019 Abr 19];28(3):433-41. Disponível em: https://dx.doi.org/10.1590/1807-03102016v28n3p433

Bardin L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70; 2011.

Conselho Nacional de Saúde (BR). Resolução no 466, de 12 de dezembro de 2012 [Internet]. 2012 [acesso em 2018 Nov 11]. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf

Lima E, Yasui S. Territórios e sentidos: espaço, cultura, subjetividade e cuidado na atenção psicossocial. Saúde Debate [Internet]. 2014 [acesso em 2018 Nov 02];38(102):593-606. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-11042014000300593&script=sci_abstract&tlng=pt

Pinto MB, Silva KL. Health promotion in the territory: strengths and challenges of local projects. Esc Anna Nery Rev Enferm [Internet]. 2019 [acesso em 2019 Nov 26];23(1). Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-81452019000100210&script=sci_arttext&tlng=p

Ribeiro KG, Andrade LOMD, Aguiar JBD, Moreira AEMM, Frota AC. Educação e saúde em uma região em situação de vulnerabilidade social: avanços e desafios para as políticas públicas. Interface Comun Saúde Educ [Internet]. 2018 [acesso em 2019 Nov 26];22(supl.1). Disponível em: https://www.scielosp.org/article/icse/2018.nahead/10.1590/1807-57622017.0419/pt/

Colin ECDS, Pelicioni MCF. Territorialidade, desenvolvimento local e promoção da saúde: estudo de caso em uma vila histórica de Santo André, São Paulo. Saúde Soc [Internet]. 2018 [acesso em 2019 Nov 26];27:1246-60. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/sausoc/2018.v27n4/1246-1260/pt/

Carmo M, Guizardi F. O conceito de vulnerabilidade e seus sentidos para as políticas públicas de saúde e assistência social. Cad Saúde Pública [Internet]. 2018 [acesso em 2019 Fev 12];34(3):1-14. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v34n3/1678-4464-csp-34-03-e00101417.pdf

Reis I, Silva I, Un J. Espaço público na Atenção Básica de Saúde: Educação Popular e promoção da saúde nos Centros de Saúde-Escola do Brasil. Interface Comun Saúde Educ [Internet]. 2015 [acesso em 2018 Nov 19];18(suppl2):1161-73. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/icse/2014.v18suppl2/1161-1173/pt

Cardoso AVM, Souza AAM, Silva PLN, Carvalho HLA, Alves ED, Aguiar W Filho. Cuidando com arte: a promoção da saúde por meio da música. Rev Univ Vale Rio Verde [Internet]. 2016 [acesso em 2019 Fev 07];14(1):714-35. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5511275

Farre A, Pinheiro P, Vieira N, Gubert F, Alves M, Monteiro E. Adolescent health promotion based on community-centered arts education. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018 [acesso em 2019 Fev 7];71(1):26-33. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=gcj_arttext&pid=S0034-71672018000100026&lng=en&tlng=en

Macedo J, Abreu M, Fontenele M, Dimenstein M. A regionalização da saúde mental e os novos desafios da Reforma Psiquiátrica brasileira. Saúde Soc [Internet]. 2017 [acesso em 2019 Jan 10];26(1):155-70. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-12902017000100155&script=sci_abstract

Machado LM, Colomé JS, Beck CLC. Estratégia de Saúde da Família e o sistema de referência e de contra-referência: um desafio a ser enfrentado. Rev Enferm UFSM [Internet]. 2011 [acesso em 2019 Ago 22];1(1):31-40. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5902/217976922337

Kantorski LP, Coimbra VCC, Oliveira NA, Nunes CK, Pavani FM, Sperb LCSO. Atenção Psicossocial Infantojuvenil: interfaces com a rede de saúde pelo sistema de referência e contrarref erência. Texto & Contexto Enferm [Internet]. 2017 [acesso em 2019 Ago 22];26(3):1-10. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/714/71452267009.pdf

Iglesias A, Avellar LZ. As contribuições dos psicólogos para o matriciamento em saúde mental. Psicol Cienc Profissão [Internet]. 2016 [acesso em 2019 Abr 18];36(2):364-79. Disponível em: https://dx.doi.org/10.1590/1982-3703001372014

Coneglian L, Cavalcante F, Leandro J. Reforma psiquiátrica e cidadania: considerações a partir de uma experiência. Trivium (Rio J) [Internet]. 2015 [acesso em 2019 Jan 19];7(1):127-33. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-48912015000100012

Barbosa CF, Mendes IJM. Concepção de promoção da saúde de psicólogos no serviço público. Paidéia [Internet]. 2005 [acesso em 2019 Jan 18];15(31):269-76. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-863X2005000200014

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Humanização da Saúde. Documento Base. 4ª ed. Brasília: Ministério da Saúde; 2007.

Lapão LV, Pisco L. Primary health care reform in Portugal, 2005-2018: the future and challenges of coming of age. Cad Saúde Pública [Internet]. 2019 [acesso em 2019 Ago 30];35(Suppl 2):e00042418. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/31411303

Hermeto EMC, Fernandes LLA, Silva NM, Holanda ICLC. Teatro como recurso terapêutico na prevenção ao uso de drogas: percepção de adolescentes. Rev Bras Promoç Saúde [Internet]. 2013 [acesso em 2019 Ago 25];26(3):333-9. Disponível em: https://periodicos.unifor.br/RBPS/article/view/2935/pdf

Barone L, Paulon S. Ensaiando uma clínica do chão: cartografando a Saúde mental na Atenção Básica em interface com a dança. Interface Com Saúde Educ [Internet]. 2019 [acesso em 2019 Ago 25];23. Disponível em: https://doi.org/10.1590/Interface.180599

Souza LGS, Meireles AA, Tavares KMC, Menandro MCS. Intervenções psicossociais para promoção da saúde do homem em Unidade de Saúde da Família. Psicol Ciênc Prof [Internet]. 2015 [acesso em 2019 Ago 25];35(3):932-45. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/2820/282042221021.pdf

Pio DAM, Oliveira MM. Educação em saúde para atenção à gestante: paralelo de experiências entre Brasil e Portugal. Saude Soc [Internet]. 2014 [acesso em 2019 Ago 25];23(1):313-24. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902014000100025

Pitombeira DF, Xavier AS, Barroso REC, Oliveira PRS. Psicologia e a formação para a saúde: experiências formativas e transformações curriculares em debate. Psicol Ciênc Prof [Internet]. 2016 [acesso em 2019 Abr 18];36(2):280-91. Disponível em: https://dx.doi.org/10.1590/1982-3703001722014

Leite D, Andrade A, Bosi M. A inserção da psicologia nos núcleos de apoio à saúde da família. Physis (Rio J) [Internet]. 2013 [acesso em 2018 Nov 20];23(4):1167-87. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/physis/2013.v23n4/1167-1187/pt

Cela M, Oliveira IF. O psicólogo no núcleo de apoio à saúde da família: articulação de saberes e ações. Estud Psicol (Natal) [Internet]. 2015 [acesso em 2019 Abr 18];20(1):31-9. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5935/1678-4669.20150005

Moysés ST, Sá RF. Planos locais de promoção da saúde: intersetorialidade(s) construída(s) no território. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2014 [acesso em 2019 Ago 22];19(11):4323-30. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1413-812320141911.11102014

Mendes R, Akerman M. Intersetorialidade: reflexões e práticas. In: Fernandez J, Mendes R, organizadores. Promoção da Saúde e Gestão Local. São Paulo: Hucitec/Cepedoc; 2019. p. 85-110.




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2019.9448

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia