Distúrbio de leitura e escrita na Síndrome de Silver-Russell - doi:10.5020/18061230.2006.p113

Renata Cavalcante Barbosa, Erlane Marques Ribeiro, Célia Maria Giacheti

Resumo


A síndrome de Silver-Russell constitui uma rara doença genética. O seu fenótipo clássico inclui retardo no crescimento intra-uterino e pós-natal, hemihipertrofia, assimetria lateral, assimetria de membros, clinodactilia do quinto dedo da mão e um número variável de dismorfismos faciais, entre eles a desproporção craniofacial e a face triangular. A descrição de suas manifestações fonoaudiológicas, além de escassa, enfatiza aspectos craniofaciais e orais em detrimento dos comprometimentos de leitura e escrita. O objetivo deste estudo foi relatar o caso de uma garota de 14 anos de idade com a Síndrome de Silver-Russell, a qual, após ser submetida a: Teste Illinois de Habilidades Psicolingüísticas; Prova da Consciência Fonológica; Prova de Leitura e Escrita e Teste de Desempenho Escolar, teve diagnóstico fonoaudiológico de Distúrbio de Leitura e Escrita (DLE). Os dados da avaliação evidenciaram a presença de prejuízo na modalidade escrita da linguagem, determinado primordialmente por déficit no processamento fonológico. Com base nos achados, sugerese a realização de avaliação das habilidades de memória fonológica, consciência fonológica
e acesso ao léxico mental em crianças com Síndrome de Silver-Russell, durante o período pré-escolar, com o intuito de impedir a instalação e o agravamento de comprometimentos da linguagem escrita.

Palavras-chave


Fonoaudiologia; Leitura; Escrita manual; Avaliação da deficiência.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/969

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia