Hiperinfestação por Strongyloides Stercoralis - doi:10.5020/18061230.2006.p118

Tânia Maria Cavalcante Maia, Paulo Roberto Leitão de Vasconcelos, Simony Fauth, Renato Motta Neto

Resumo


A estrongiloidíase é uma helmintíase predominantemente intestinal causada pelo Strongyloides stercoralis, sendo o homem seu hospedeiro definitivo, além da principal fonte de infecção. Este trabalho objetivou relatar um caso de identificação laboratorial de larva de Strongyloides stercolaris no líquido ascítico de um paciente do sexo masculino, 49 anos, agricultor, etilista há mais de 30 anos, encaminhado ao Hospital Universitário Walter Cantídio, por estar evoluindo com episódios de icterícia associada a aumento do volume abdominal diagnosticado como ascite, vômito, diarréia pastosa e diminuição do volume urinário. No internamento, foi iniciada medicação profilática para Peritonite Bacteriana Espontânea (PBE), bem como reposição de vitaminas, hidratação venosa e diuréticos, sem sucesso terapêutico. A partir de achados no líquido ascítico de presença de larvas de Strongyloides stercolaris em atividade, o quadro foi interpretado como estrongiloidíase disseminada em paciente imunocomprometido por hepatopatia avançada e alcoólica. O paciente evoluiu com quadro de choque caracterizado por hipotensão e hipotermia, tendo chegado a fazer uso de drogas vasoativas de forma não responsiva. O quadro evoluiu para óbito. Os autores chamam a atenção para a importância do diagnóstico e tratamento precoce da estrongiloidíase, principalmente em pacientes imunodeprimidos.

Palavras-chave


Estrongiloidíase, Strongyloides stercoralis, Síndromes de imunodeficiência

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/970

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia