Chamada de artigos

“Conduzindo pesquisas em Administração durante a Pandemia de Covid-19: contribuições ontológicas, epistemológicas e desafios metodológicos”.


Editores da chamada especial: Márcia Duarte (PPGA/Unifor, marciaduarte@unifor.br), Keysa Mascena (PPGA/Unifor, keysamascena@unifor.br) e Fábio Marquesan (PPGA/Unifor, marquesan@unifor.br)


Prazo de submissões: 31 de março de 2021
Fim esperado para o processo de avaliação: 31 de junho de 2021
Expectativa de publicação: setembro de 2021


A pandemia de COVID-19 e seus consequentes impactos são sentidos globalmente, à medida que países e cidades fecham suas fronteiras, adotam medidas restritivas à mobilidade e à interação social como formas de buscar mitigar as múltiplas perdas referentes à crise. Neste cenário, consequências socioeconômicas, culturais e ambientais ganham maior força, alterando coletivamente e individualmente nossa vida cotidiana e, consequentemente, nossas atividades profissionais.

No ambiente acadêmico, para além da busca por meios didáticos para a manutenção das atividades de ensino, os pesquisadores se deparam coletivamente com o imperativo de ajustar e garimpar soluções que os permitam dar continuidade aos seus estudos, principalmente daqueles que demandam, em sua natureza, o contato social mais intenso com os sujeitos pesquisados e uma maior interação com seu campo empírico de pesquisa. Assim, ao mesmo tempo em que nos deparamos com desafios e adversidades, o atual momento também oferece oportunidades para repensar métodos, estratégias e técnicas na condução de estudos. Diante dos desafios, podemos cogitar a soluções que venham de novos métodos, utilizar outros tipos de dados, e estabelecer nova relação com a tecnologia, para o aumento e aprofundamento da sua aplicação.

Nesse cenário, a Revista Ciências Administrativas (RCA) anuncia uma chamada de artigos sobre o tema “Conduzindo pesquisas em Administração durante a Pandemia de Covid-19: contribuições ontológicas, epistemológicas e desafios metodológicos”. O número especial, a ser publicado no segundo semestre de 2021, busca reunir estudos da área das ciências administrativas que, a partir de diferentes abordagens, objetos e contextos, apresentem discussões, reflexões, desafios éticos e práticos e estratégias adotadas ou reformuladas para a manutenção e/ou recondução de pesquisas empíricas em um cenário afetado e (re)constituído pela pandemia.

Os artigos para a edição especial podem abordar tópicos como:


  • Aspectos éticos e reflexivos na condução de pesquisas em meio a um cenário que afeta psicologicamente e mentalmente tanto pesquisadores como sujeitos de pesquisa. Como lidar com essas restrições em termos de vulnerabilidade emocional e física?

  • (Re)adaptação e/ou (re)condução de estratégias metodológicas cujas ideias iniciais não puderam ser concretizadas ou finalizadas em virtude do isolamento social ou dos impactos socioeconômicos gerados pela pandemia. Como tais questões foram ou estão sendo debatidas e solucionadas?

  • Temas e situações referentes a setores, atividades e campos empíricos mais sensíveis quanto à condução de pesquisa, em termos de coleta de dados primários, seja por terem sofrido mais fortemente as consequências da pandemia ou por apresentarem mais riscos (integridade física e psíquica) aos pesquisadores e pesquisados.

  • Discussões e aplicações acerca do papel da tecnologia para facilitar/permear/mediar a condução de pesquisas empíricas, atuando na ampliação de possibilidades de aproximação entre o pesquisador e os participantes, bem como a adaptação/reformulação de técnicas de coleta e análise de dados.

  • Desafios institucionais enfrentados nas tentativas de conduzir pesquisas em meio à pandemia: restrições quanto a financiamento de projetos, bolsas e recursos provenientes de órgãos de fomento, imposições e pressões institucionais para redirecionamento de esforços e recursos de pesquisa, apoio ou indiferença por parte das instituições de fomento e suas consequências na realização de pesquisas.

  • Adoecimento mental/psíquico e desgaste de professores, pesquisadores e alunos diante dos imperativos de manutenção de atividades e de produtividade.

Com essa edição, a RCA espera contribuir com o campo da Administração ao reunir e fornecer recursos para pesquisadores cujo desenvolvimento professional, aprendizagem e a condução de pesquisas vêm sendo afetada pela pandemia como um todo e pelas medidas restritivas e protetivas que ela demanda da nossa parte enquanto sociedade. Os artigos provenientes desta edição serão úteis para a compreensão acerca de como pesquisadores solucionaram, superaram ou até mesmo fracassaram diante das questões e particularidades acima mencionadas, fornecendo assim uma oportunidade de compartilhamento de conhecimento, recursos, temas e esforços para debate e aprendizado acerca da produção de conhecimento em situações e contextos restritivos em aspectos diversos.